Saber como fazer uma conclusão é essencial para finalizar trabalhos escolares, projetos, uma ideia ou outros textos no geral. A conclusão dentro de uma redação é parte essencial para a finalização do conteúdo.

Sendo assim, ele precisa ser bem escrito e conseguir finalizar e reforçar, todo o conteúdo que foi dito e mencionado ao longo do texto.

Grande parte das pessoas e dos estudantes, possuem dificuldades com essa finalização dos artigos. As vezes é fácil escrever todo o texto, desenvolver a ideia, mas na hora de concluir, não surgem ideias.

Porém, é muito simples saber como fazer uma conclusão, usando algumas dicas simples. É comum chegar nesse momento de concluir o texto, e dar um branco. Portanto, saber o que pode e o que não pode ser usado, dependendo do tipo de texto, é o primeiro passo.

Além de identificar o tipo de conteúdo que está sendo criado, também é preciso aprender a finalizar as ideias. A conclusão de um texto não é apenas repetir tudo o que foi dito, mas encerrar todo o pensamento com um fechamento.

Quem desenvolve um conteúdo, discute ao longo do texto ou artigo uma ideia, precisa reforçar as ideias. Em alguns casos até refletir sobre o que foi descrito. Aprender como fazer um conclusão é útil, principalmente para projetos de finalização e curso, TCCs, como outros trabalhos.

Se você se interessou, e tem dificuldades em como fazer uma conclusão com argumentos e quer melhorar a sua escrita, continue lendo.

fazer uma conclusão

Passo a passo de como fazer uma conclusão

Antes de mais nada, é preciso saber os passos para desenvolver uma conclusão. Além de dicas, é preciso ter em mente que alguma teoria precisa estar por trás do desenvolvimento desse fechamento.

Portanto, seja breve e vá direto ao ponto durante a finalização ou conclusão da sua ideia. É importante que para fazer uma conclusão, ela seja sucinta. Deve ter uma ideia geral do que se discute ao longo do texto, mostrando novamente os argumentos e ideias com alguns detalhes.

Não se deve enrolar na hora de concluir. Essa parte do texto, precisa arrematar todo o conteúdo. Sendo o mais direto possível. Caso o intuito do texto, for fazer com que o leitor reflita sobre o que está em pauta, isso também deve estar claro.

Em poucas frases é possível acrescentar perguntas e fazer com que o leitor identifique a sua intenção. Seja para concluir o assunto, ou levantar ainda mais questões sobre o que foi debatido.

Essa maneira de como fazer uma conclusão vai direto ao ponto, independente de qual seja a intenção do artigo.

Retome as ideias principais

O seu artigo pode levantar dúvidas, propor soluções, e uma série de outras intenções. Normalmente, na própria introdução, essa intenção já fica clara para o leitor. E isso, pode ser retomado na conclusão do texto. Quando mencionar a ideia novamente para o leitor em como fazer uma conclusão, necessário explicar ou retomar, tudo que está em discussão.

Essa retomada das ideias, pode ser feita de forma breve e resumida. Porém, é importante que ela esteja presente, principalmente se o texto for longo.

Sendo assim, reforçar as ideias é um dos principais pontos que deve estar presente na conclusão. Além de citar os argumentos do texto, que ajudam a relembrar o que está em debate. Esse exemplo de como fazer uma conclusão, consegue compor uma resposta melhorada do conteúdo.

Resuma tudo que foi dito de forma a ressaltar a ideia principal

Na etapa de como fazer uma conclusão, a construção de arremate das ideias é fundamental. Mencionamos a importância de repetir e voltar a falar sobre as ideias discutidas. Mas saber amarrar e finalizar o pensamento, é primordial.

É nessa parte do artigo que os argumentos se mostram redondinhos. Quando toda a ideia foi bem discutida ao longo do texto, a conclusão fica mais fácil e ser finalizada. Portanto, ela precisa se relacionar com as demais ideias que foram construídas ao longo do artigo.

No fim das contas, a conclusão deve passar a mensagem, ressaltando a ideia principal do artigo. Em outras palavras, é como se fosse a moral de uma história. Contudo, quando estiver fazendo a conclusão, pense em qual o sentido daqueles argumentos.

Para saber como fazer uma conclusão, é preciso ter em mente o que se deseja com aquele artigo. Qual a intenção? Fazer o leitor agir ou refletir sobre o conteúdo?

Quando a ação sobre o conteúdo é clara, a conclusão fica ainda mais fácil de ser feita. Fazer com que o leitor reflita sobre o conteúdo, exige algumas perguntas. O incentivo quanto a isso, pode ser totalmente diferente, dependo da intenção ou da recomendação de quem está escrevendo.

fazer uma conclusão

Fuja dos clichês

Alguns termos são muito comuns de serem usados durante capítulos de conclusão. Palavras como “Concluindo”, “em resumo”, “por fim”, deixam o arremate final do artigo pouco criativo. Existem termos similares que podem ser usados, tornando esse encerramento menos óbvio.

Portanto, na hora de como fazer uma conclusão, fuja desses termos clichês. É possível fazer a conclusão de forma mais elabora, usando termos mais eficientes. Como é o caso de “em virtude disso”, “Logo”, “dessa maneira”, “portanto”, e por aí vai.

Nesse momento, quando mais completo for o vocabulário, melhor pode ser elaborado essa etapa do artigo. Palavras de conexão como “logo” e “por conseguinte”, deixam a finalização do projeto mais refinada, sem contar que o sentido de conclusão é completo.

Ao final de um artigo, quando a intenção de como fazer uma conclusão precisa ser bem expressada a estrutura é fundamental. Repetir a ideia ao longo dessa etapa, seja através de um resumo ou com outras palavras, é essencial para dar finalização ao conteúdo.

Usar preposições nessa etapa, pode ser uma forma de deixar o capítulo final mais reflexivo. Tudo vai depender da intenção do escritor e do artigo como um todo.

Uma boa forma de estruturar a conclusão, é listar as ideias que foram discutidas ao longo do artigo. Faça a anotação em um papel a parte e os pontos chaves do artigo. E durante a conclusão, cite novamente essas ideias, encaixando a reflexão e os argumentos finais.

Quais os tipos de conclusão?

Antes de seguir com as dicas de como fazer uma conclusão, é preciso ter em mente, que existem tipos diferentes. Na produção de um texto ou até mesmo redação, existem pelo menos 3 formas distintas de se concluir um artigo.

Na verdade, esses tipos podem ser considerados técnicas diferentes. Elas podem ser inclusive, usadas juntas, dependendo da intenção do artigo. Porém, separadas ou não, identificar esses tipos pode facilitar a sua criação, assim como a transmissão da intenção. Acompanhe.

1.      Conclusão por dedução

Saber como fazer uma conclusão por dedução, não inclui a retomada do que foi abordado. As ideias que foram discutidas ao longo do artigo, não devem ser mencionadas novamente nesse capítulo.

A conclusão por dedução é feita de forma sequencial. É como se tudo tivesse uma consequência. Portanto, extrair e deduzir de todas as ideias, a conclusão final, é a intenção desse tipo de artigo.

Não é à toa que concluir um texto dessa maneira é mais difícil, afinal de contas, ele precisa ter as ideias muito bem construídas. Somente assim, o leitor consegue chegar ao final, e deduzir a conclusão que o escritor está querendo passar. Sem que isso esteja claro, ou especificado.

Quando o artigo não possui um fechamento concreto e mostra apenas perspectivas, isso torna o texto uma inferência. Em outras palavras, o resultado precisa ser construído muito antes. Durante a própria exposição dos argumentos e ideias.

Dessa forma, fazer uma conclusão por dedução, não inclui novas ideias, ou a retomada delas, mas sim a dedução do que já foi apresentado. E isso pode ou não acontecer, independente da ideia mudar ou não.

O papel desse capítulo em qualquer artigo é de melhorar o convencimento, ou de instruir o leitor sobre uma ideia. Podendo ela ser coerente ou convincente quanto for a intenção de quem escreve.

2.      Conclusão por síntese

Totalmente o oposto da conclusão por dedução, com a síntese, é preciso que um resumo do conteúdo seja feito. Escrever todo o conteúdo com argumentos bem montados e depois sintetizar tudo isso e concluir o texto, é a forma ideal desse tipo de conclusão.

Quem lê um artigo com esse tipo de conclusão, vai relembrar as ideias discutidas e abordadas ao longo do artigo. Isso porque, tudo novamente citado durante a conclusão final.

Fazer uma conclusão por síntese, exige essa retomada das ideias, para que o leitor volte a se lembrar do que estava em discussão e assim, o conteúdo além de ser memorizável, também se fixa com mais afirmação.

Com esse tipo de conclusão, retomar os argumentos ou as teses mencionadas ao longo da introdução, reforça a argumentação. Além disso, o objetivo de concluir por síntese é a reafirmação das teses ou teorias. Fechando o artigo dessa forma, os argumentos se tornam coerentes.

Na redação, independente de como fazer uma conclusão, quando se usa a síntese, o conteúdo é relembrado. Com isso, o ponto de vista final do artigo, acaba por convencer de vez o leitor, sobre determinado assunto.

3.      Conclusão por solução

E por fim a conclusão por solução que é muito usado em redações de provas de vestibular, assim como no Enem. Esse tipo de proposta, serve como uma intervenção. Ou seja, é um tipo de conclusão que serve como solução para todos os argumentos que foram discutidos.

Ao longo de um texto ou artigo argumentativo, saber como fazer uma conclusão por solução é fundamental. Mas ela precisa ter os quatro elementos principais. Esse guia serve para que a solução seja concluída.

Por exemplo, para que um artigo tenha a conclusão por solução, ele precisa ser construído seguindo algumas etapas. Ter toda a explicação e ação de como solucionar um problema. Em seguida, quem será o responsável por promover essa solução.

Depois disso, também deve estar presente, a forma e a maneira como o problema deve ser solucionado. Assim como a sua finalidade, para quê vai servir a finalização ou resolução do problema em questão.

Tendo isso em mente, fica mais fácil saber como fazer uma conclusão, usando a solução. Além disso, toda a proposta precisa estar muito bem explicada.

Esse tipo de conclusão normalmente é usado para solucionar assuntos que foram debatidos anteriormente. Por isso é muito usado em textos argumentativos, como os que são feitos no Enem.

Mas precisa ter coerência, já que quando não há problema em discussão, não há porque ter uma solução. Sendo assim, esse tipo de conclusão não se usa para todos os artigos.

No caso do Enem, durante a avaliação, uma das propostas avaliadas é a intervenção. Embora esse não seja um requisito obrigatório da conclusão, ele pode estar presente no último parágrafo.

como fazer uma conclusão

Dicas essências para fazer uma conclusão

Para construir a conclusão perfeita, existem algumas dicas que podem fazer toda a diferença no seu texto. É válido ressaltara importância de ler e reler o seu artigo várias e várias vezes antes de começar essa etapa.

Ter fresco na memória as ideias que retratadas, facilita na hora de construir uma conclusão sobre os argumentos.

1.      Inclua uma chamada para ação

Independente de qual seja o intuito da conclusão, escrever sempre vai ter um objetivo. Nem que for para refletir sobre o assunto. Portanto, quando estiver construindo a conclusão do artigo, tenha em mente essa ação.

Na internet, essa ação é chamada de call to action, ou chamada para ação. Quando você instiga o leitor a tomar uma decisão sobre aquilo que está lendo, seja para comentar, para se cadastrar em algum newsletter ou para compartilhar o conteúdo.

Em textos argumentativos, a chamada para ação pode ser diferente, como por exemplo, um convite à reflexão. Quanto menos for a exigência da ação, melhor. Sendo assim, estimule com que o leitor tome apenas uma ou no máximo duas ações durante e depois da leitura.

2.      Defina o sentimento que deseja causar

Quando for fazer uma conclusão, sensações serão geradas ao longo da leitura. Antes mesmo de começar a escrever as primeiras palavras, o objetivo do artigo, já deve estar definido. Além disso facilitar a construção do mesmo, também te dá um norte, de por onde seguir.

Ter esse guia na hora de elaborar a conclusão é essencial e uma dica importante. Para garantir que a intenção se cumpra, o sentimento precisa ficar despertado ao longo da leitura. Para deixar a conclusão impecável, o primeiro ponto é fazer com que o leitor reflita sobre aquele assunto.

Ao longo do texto, pode-se fazer isso, principalmente quanto as ideias discutidas anteriormente. Nessa etapa do artigo, é necessário mostrar conhecimento, e mencionar a ação definida com o objetivo do texto.

3.      O resumo do conteúdo

Grande parte dos artigos que precisam de conclusão, levam um breve resumo das ideias e dos argumentos que se discutem ao final dele. Durante a finalização do artigo, retomar os assuntos pode ser uma forma de concluir o texto, seja a través de listas, ou não.

Dessa forma se relembra dos assuntos que debatidos ao longo do texto, e assim, o leitor retoma tudo o que aprendeu. Em outras palavras, essa também pode ser uma forma de reforçar o conteúdo, também permite que a mensagem se fixe ainda mais.

Além de retomar as ideias, não se deve esquecer o assunto central do artigo. A conclusão pode servir como um resumão do conteúdo, mas é importante a ideia principal se mantenha até o final.

Se a ideia de fazer com que o leitor reflita sobre o assunto, o resumo pode ser uma ótima opção para ser usado no conteúdo final do texto.

conclusão

4.      A frase final é importante

Na hora de concluir todo o seu conteúdo, a última frase pode ter um grande impacto. Saber como usar a sentença final, faz toda a diferença, não só a última, mas ela acaba sendo a que fica mais gravada na memória do leitor.

Escrevendo a mesma frase, porém, mudando o seu final, ela pode ficar marcada por intenções diferentes. Tudo vai depender da intenção do escritor e de qual for a mensagem que deverá passar.

Quando se trata de uma conclusão, essa mudança pode ser responsável por firmar pensamentos e com isso, marcar toda a intenção. Em outras palavras, precisa tomar cuidado com o que se deseja firmar sobre os argumentos, para que isso não sofra com significados contraditórios.

Além disso, ao escrever a última frase na hora de fazer uma conclusão, a última palavra precisa levar em consideração. Ela é como se fosse o impulso final da intenção. Sendo responsável por todo o sentimento que se deseja causar no leitor.

Sendo um texto argumentativo, um texto para reflexão, ou ainda algo voltado para reforçar ideias, definir com inteligência essa última frase, é fundamental. Escreva e reescreva várias vezes, até encontrar as que causem o efeito esperado.

5.      Use frases que impactam

Em artigos técnicos, fazer uma conclusão usando frases de impacto, geram um pouco de humor e descontração. O que acaba sendo algo contraditório, porém, mostra personalidade. Tudo vai depender do intuito do material.

Usar frases de impacto, serve para mostrar a sua opinião sobre aquele assunto. Além disso, desperta sentimentos no leitor, que se aproxima do conteúdo e também de quem escreveu.

Quando o assunto do texto se trata de algo pessoal, usar essas frases, deixa o conteúdo mais poderoso, e dependendo do objetivo, ele pode ficar mais fácil de se alcançar. Como é o caso das chamadas para ação.

Esse sentimento através de frases de impacto, podem se resumir, principalmente, com uma grande ideia sobreo assunto do texto. Não há necessidade de usar citação de outras pessoas, mas essa também pode ser uma alternativa.

Inclusive, a citação pode ser feita, do próprio texto. Citando novamente um trecho que foi dito anteriormente. Isso reforma a ideia, e retoma a discussão. O que é fundamental para fazer uma conclusão. Contudo, tirar trechos de outros lugares, exige saber fazer uma citação.

Caso a ideia seja usar frases de impacto através de uma citação, é preciso que ela tenha a ver como conteúdo, e que o autor tenha algum nível de autoridade. Isso ajuda a agregar valor sobre a citação e ao artigo como um todo.

Na hora de finalizar a conclusão de um artigo, caso esteja em dúvida de como finalizar, as citações podem ser uma ótima opção. Além de impactar o leitor, também podem trazer insights poderosos e profundos para todo a argumentação que já estava sendo feita.

escrever uma conclusão

6.      Faça perguntas importantes

Usar perguntas na hora de fazer uma conclusão, ajuda a iniciar uma série de pensamentos reflexivos. Seja para começar o capítulo final ou para encerrar, usar o questionamento em um texto argumentativo, é uma forma de fazer o leitor pensar.

As perguntas levam a reflexão, fazem com que o pensamento se volte para as ideias que foram discutidas anteriormente, ou para que uma opinião seja formada. Criar opinião através de artigos que tenham conclusões com questões, faz toda a diferença.

A reflexão após um conteúdo com questões, faz com que a conversa se estenda. Por exemplo, o leitor pode vir a querer saber a opinião de outra pessoa sobre o assunto e assim ele leva os argumentos a outro lugar.

Ou também se a leitura é feita online, isso pode levar o leitor a fazer um comentário. Expor suas ideias ou questionar e tirar as duvidas que sobraram. Fazer uma conclusão usando o questionamento, exige técnica, para saber fazer as perguntas certas.

Perguntas inteligentes, quando bem colocadas podem fazer tudo isso acontecer, e manter as pessoas ainda mais interessadas sobre o assunto.

7.      Surpreenda o leitor

Fazer uma conclusão precisa partir do pressuposto de que o leitor pode ter em mente de que o que tinha que ser dito já aconteceu. Sendo assim, você não tem mais nada de novo para acrescentar nessa etapa.

Normalmente é assim que acontece. Contudo, é essencial saber finalizar esse artigo, para que a informação fique completa e para isso, é importante surpreender o leitor já na primeira frase desse capítulo final.

A conclusão precisa começar a ser concluída de forma fluída e interessante. Fazendo com que o leitor se interesse em ficar ali por mais tempo. Essa curiosidade, acaba sendo atiçada de formas a reforçar toda a introdução, fazendo inclusive, que o leitor volte a pensar no assunto.

Todo o conteúdo e o raciocínio, precisa estar fechado ao fazer uma conclusão bem feita. Escrever com palavras que surpreendam, vai fazer toda a diferença. E isso, depende sempre de que tipo de assunto está sendo abordado.

Deixe seu comentário