Será que comprar seguidores no Instagram realmente vale a pena? Os sites que fazem a venda deste tipo de serviço prometem que o número deve começar a crescer já na mesma semana e que o seu perfil se tornará mais relevante para o persona que segue e está interessado nos serviços da sua marca.

Para aqueles que já tentaram de tudo e mesmo assim não conseguem os resultados esperados, essa pode ser a única saída vista, além de que os valores são mais acessíveis que a hora de um Social Media.

Entretanto, a metodologia usada por essas plataformas foge dos preceitos do marketing digital e envolve a compra de perfis brasileiros que não passam de robôs. E, na maioria das vezes, é necessário que seu perfil comece a seguir várias pessoas e deixe de seguir assim que obtém o resultado desejado. Isso pode alertar o Instagram com movimentações estranhas e, em alguns casos, seu perfil pode ser penalizado.

A promessa da maioria destas plataformas é que comprar seguidores no Instagram fará com que o perfil fique otimizado e atraia mais usuários.

Mas a verdade é que apenas o número aumenta e isso não quer dizer que são seguidores de qualidade.

Se o seu objetivo é divulgar os serviços da empresa e CNPJ, esses perfis não irão comprar seus serviços. Então, não fazem a diferença estar ou não ali. O mesmo serve para aqueles que desejam trabalhar com afiliados (quando se vende produtos e ganha uma comissão sobre a venda): se são robôs, eles não usam cartão de crédito ou boleto, não irão comprar seus produtos.

E então, comprar seguidores no Instagram vale a pena?

Não, comprar seguidores no Instagram não vale a pena e não traz retornos concretos para o perfil. Além disso, sua conta corre o risco de ser penalizada pelo Instagram por estar seguindo muitas pessoas de uma vez.

E, se está pensando em comprar seguidores no Instagram, deve levar em consideração que algumas plataformas podem pedir suas senhas. Logo, se esses dados não estão protegidos por um banco de dados potentes, podem acabar se perdendo e, inclusive, podem ser divulgados em fóruns online.

O melhor a se fazer, quando não se consegue seguidores no perfil empresarial, é ir atrás de um especialista de redes sociais: o Social Media.

O Social Media faz a administração das plataformas e domina todos os algoritmos necessários para destacar o seu perfil.

Além de criar publicações de qualidade e originais, outro ponto que vale a pena ser observado é que esse profissional também faz a investigação de público alvo e funil de vendas para fazer as publicações ideais de acordo com engajamento do seu público.

É a partir disso que ele faz a criação de todo o seu cronograma de publicações para o mês, assim como as imagens, vídeos e legendas.

Outro ponto é o domínio das CTAs, Call to Action. É através dela que o usuário interage com as suas publicações e mostra para o Instagram que o que posta é relevante. As publicações devem incentivar o internauta a interagir.

Como otimizar o perfil no Instagram gratuitamente?

Está sem dinheiro para pagar um Social Media? Calma! Se você tiver paciência, não precisa comprar seguidores no Instagram e pode seguir as dicas que separamos neste artigo para otimizar o seu perfil e atrair mais curtidas e interação.

Basta continuar a leitura conosco para saber mais sobre o passo a passo!

1. Determine um nicho específico

Supondo que você siga um perfil que publica sobre dicas para emagrecer e esse é um dos únicos assuntos que segue na rede social. Então, esse perfil simplesmente muda o estilo de publicações e começa a abordar mais sobre tecnologia.

Uma das primeiras reações dos seguidores vai ser estranhar a publicação porque não se trata de um assunto de interesse. E, se essa publicação continuar ocorrendo, é provável que o perfil perca uma boa quantidade de seguidores.

Portanto, determine qual é o nicho que vai abordar e se aprofunde somente nele.

Faça uma análise de concorrentes para saber quais são os assuntos que mais saem e que causam interação para que também volte para essas categorias.

No seu cronograma de publicações, aborde temas que façam com que o usuário comente e curta.

Ou então, adicione as CTAS no final da publicação, como: “e então, o que achou? Comente aqui com a gente!”

  • “Você conhece a regra do paleto? Ela determina que 80% do marketing de conteúdo seja para o início de funil enquanto apenas 20% seja para o meio e fundo! Faz parte crucial do processo de conhecimento do cliente com a sua marca! Confira as dicas que preparamos para você no carrossel e não se esqueça de dar mais algumas dicas para os outros leitores!”

2. Tenha um cronograma de publicações

Muitos usuários decidem comprar seguidores no Instagram porque não conseguem interações. E, essa falta de interações ocorre justamente pela falta de um cronograma de publicações.

Em um DOCS do Google ou até mesmo uma planilha do Excel, determine as datas de postagens, temas, dicas do que falar, legendas para as postagens e até mesmo as imagens (que devem ser exclusivas).

Ao publicar com certa consistência, acaba criando uma relação com o seu público. E, dessa forma, ele passa a interagir mais porque aguarda as outras postagens porque sabe quando elas estarão disponíveis.

Já quando se posta uma vez por semana ou nem isso, o seu cliente acaba se esquecendo de acompanhar e, na maioria das vezes, o próprio Instagram diminui o alcance.

Não se esqueça que as publicações devem ser únicas. Não copie as imagens e textos pois isso pode fazer com que o seu perfil perca a boa reputação por estar praticando plágio.

3. Publique em horários estratégicos

Você sabia que cada página tem um horário com maior quantidade de acessos?

E é exatamente nestes picos que deve investir sua publicação.

Tente investigar quais são os horários que os clientes estão online através das métricas do Facebook Business e publique as postagens nelas.

Vale ressaltar que cada público funciona de forma diferente. Dessa forma, para aqueles que administram mais de um perfil: nem sempre os dois ou três perfis terão o mesmo desempenho no horário x ou y.

O lado positivo, caso não tenha tempo para publicar em horários estratégicos, é que você pode fazer o agendamento da publicação através do Business e toda a sua vida fica ainda mais facilitada.

4. Hashtags

Algumas pessoas não fazem ideia de como funcionam as hashtags e nem da importância de as usar. E é então que saem perdendo. Iremos te dar um exemplo para facilitar o entendimento:

  • Supondo que você gosta de receber atualizações sobre marketing de afiliados. Entretanto, é quase impossível seguir todas as pessoas que postam sobre o assunto. Dessa forma, as pessoas seguem hashtags para ver publicações de desconhecidos sobre o tema.

E o que isso quer dizer?

Que ao usar hashtags, pessoas que não te seguem verão suas publicações e podem interagir com ela e, inclusive, começar a te seguir.

Use-as em pontos estratégicos da sua legenda e tome cuidado para não poluir a sua publicação.

Segue, abaixo, um exemplo de uso de hashtags em um local estratégico do seu texto:

“Você sabe do que se trata o #marketing de #afiliados? Ele é formado de três pilares, sendo o produtor, vendedor e cliente. O vendedor recebe uma comissão por cada #venda do produto e, para otimizar os seus resultados, costuma fazer o uso de técnicas de #copywriting.”

5. Conteúdo que seja original e relevante

Pior que comprar seguidores no Instagram, é copiar o conteúdo que está sendo postado.

Não copie as mesmas imagens que o concorrente e até mesmo os textos. Prefira não postar ao fazer isso.

É crucial que a sua publicação seja exclusiva para que o perfil não seja penalizado.

Escreva as legendas com suas palavras e faça o uso de editores de fotos para criar edições interessantes.

Segue, abaixo, duas recomendações de editores de imagens que são recomendados para aqueles que não dominam plataformas como o CorelDraw e Photoshop:

  • O Picsart é uma das alternativas de editores de fotos para aqueles que não dominam o mundo da edição. Nele, pode-se apagar fundos, adicionar imagens sobrepostas e figuras, editar saturação e brilho, recortar e muito mais! Na Play Store já são mais de 1 bilhão de usuários somente no Android.
  • Outra alternativa que as agências de marketing costumam recomendar para aqueles que não dominam as ferramentas como o Photoshop, é o Canvas. Um dos aspectos mais interessantes é que ele conta com layouts prontos, basta editar os textos e cores. É muito prático.

O conteúdo, além de original, deve ser relevante. Ou seja, algo que os usuários queiram ler e que esteja no TRENDS dos assuntos.

Supondo que trabalhe como jornalista: quem leria notícias sem relevância para ninguém? É por isso que devem sempre ficar por dentro das novidades e assuntos que queiram ser lidos.

O mesmo serve para as suas publicações: crie textos e postagens que devem ser lidos, que são procurados e seguidos. Faça o uso das hashtags para obter ainda mais alcance.

6. Interaja

Sempre interaja com os seus leitores e internautas. Responda aos comentários e não esqueça de curtir.

Se tiver tempo sobrando, também é possível assistir aos vídeos e status que eles postam e também comentar.

Quem não gosta de uma marca que está sempre se fazendo presente?

Mostre a todos eles que está constantemente acompanhando o que estão fazendo e, sendo assim, começarão a fazer o mesmo com o seu perfil.

Por que não comprar seguidores no Instagram?

Já demos dicas de como destacar o seu perfil no Instagram e também dissemos porque o indivíduo não deve comprar seguidores no Instagram. Entretanto, não nos aprofundamos no assunto.

O primeiro ponto é que seu perfil não será considerado profissional. Isso é um fato. O que adiantaria ter uma série de números se nenhum deles compram ou interagem com suas publicações?

Além disso, se um seguidor real abrir o perfil de outro seguidor falso, verá que ele é um robô porque a maioria deles seguem uma alta quantidade de pessoas ao mesmo tempo, mas não são seguidos por ninguém.

O Instagram também deixa de entregar as publicações para os seus seguidores porque os logaritmos enxergam falta de credibilidade no material que vem sendo publicado.

Enfim, são vários fatores que podem influenciar e iremos abordar mais sobre eles nos próximos tópicos. Portanto, continue a leitura conosco para saber mais!

1. Publicação perde alcance

O Instagram é uma plataforma inteligente e sabe quando um perfil é real ou quando se trata de um robô.

Quando vários perfis falsos começam a te seguir, não são eles os penalizados: é você. Logo, sempre que houver publicações, elas terão alcance menor que o esperado inicialmente.

E a questão é que as publicações perdem o alcance para seguidores reais apenas porque você quis aumentar o número de seguidores.

Sendo assim, as chances de vender ou divulgar o seu produto acabam diminuindo.

Então, é uma questão que não depende apenas do status mas também da estratégia completa de marketing da sua empresa e, inclusive, os lucros, que poderiam aumentar online mas ficam estagnados.

2. Você gasta com nada

Literalmente: sua marca está gastando com nada.

Os perfis que irão começar a te seguir não estão interessados em comprar os produtos que tem a oferecer.

Eles não usam o cartão de crédito e nem o boleto.

Consequentemente, além de gastar com apenas números, acaba perdendo o alcance. Comprar seguidores no Instagram não vale a pena.

Com o dinheiro que está investindo para comprar seguidores no Instagram, você poderia:

  • Investir nas campanhas pagas de ADS para divulgar a sua marca para um público real e engajado no assunto;
  • Realizar o pagamento mensal de um social media para criar os cronogramas, legendas e publicações para as redes sociais.

3. É suspeito

Além de todas as desvantagens de comprar seguidores no Instagram, o seu perfil ainda levanta suspeitas de seguidores que acompanham: 

  • “Na semana passada eles estavam com mil seguidores e agora estão com 14 mil, algo não está certo!”

O perfil perde a boa reputação e fica claro que está fazendo a compra de perfis que são robôs. E isso pode ficar ainda mais claro quando entramos nos perfis destes robôs: estão seguindo 3 ou 4 mil pessoas enquanto ninguém os segue de volta.

4. Métricas que são contraditórias

E então você encontra um perfil que está lá com seus 50 mil seguidores e cerca de 30 comentários.

A métrica e os valores não batem como o esperado, certo?

Isso ocorre porque esses perfis falsos apenas seguem. E, dessa forma, eles não continuam interagindo com o seu perfil.

Não há novos comentários e nem novas curtidas nas próximas publicações. Ou seja, é uma fama que passa muito rápido.

Os dados não batem e isso começa a ser observado por quem realmente está interagindo, por mais que pense que não.

Tenho que ter muitos seguidores?

Diferente do que se imagina, ter uma alta quantidade de seguidores não garante o sucesso da sua empresa. Na maioria das vezes, é mais importante que o seu público seja engajado e métrico do que em quantidade.

Você prefere ter 40 mil seguidores que não trazem lucro algum ou 100 deles que sempre estão comprando e interagindo? Provavelmente, optou pela segunda alternativa!

É por isso que sempre fazemos a recomendação de um Social Media. Eles conseguem elaborar estratégias para que seu perfil tenha um público engajado e capacitado.

E, a partir disso, nutrem o seu persona para que eles vejam a sua marca como a solução para os problemas.

Como contratar um Social Media?

O processo para contratar um Social Media pode ser demorado até que consiga encontrar o profissional ideal para o seu perfil.

É recomendado que o especialista que ficará como responsável pela administração do Instagram domine:

  • Logaritmos das redes sociais;
  • Edição de fotos para página e vídeos para o Rels;
  • Criação de legendas otimizadas com hashtags;
  • Análise de métricas;
  • Criação de relatórios e cronogramas de publicações;
  • Campanhas em ADS para divulgar serviços de forma paga.

Esses profissionais podem ser contratados através de agências de marketing como a Visão Confiável ou através de aplicativos para freelancers como o 99Freelas, Workana e até mesmo o Freelancer.

Em suma, a Visão Confiável faz toda a administração das suas redes sociais e também criamos as campanhas pagas: todas as métricas são transparentes para que você saiba quais são os resultados concretos e reais.

E então, quer saber mais sobre o que podemos te oferecer? Venha conhecer a nossa página exclusiva de serviços ou entre em contato através do Whatsapp, e-mail ou formulário abaixo:

Conclusões sobre comprar seguidores no Instagram

Como você pode ver, não vale a pena comprar seguidores no Instagram porque o perfil pode ser penalizado e ele perde a reputação perante os seguidores reais. Sem contar ainda que o dinheiro poderia estar sendo investido de melhor forma como Social Media e até mesmo com campanhas de ADS para realmente divulgar sua empresa e conseguir resultados reais.

Para atrair um público ainda mais engajado, você pode:

  • Fazer o uso correto de hashtags para que as publicações alcancem pessoas que ainda não te seguem;
  • Criar consistências de publicação para que os internautas fiquem esperando por novos conteúdos e interaja com eles;
  • Ter um cronograma e deixar tudo agendado no Facebook Business em horários que são estratégicos e que contam com maior interação de seguidores;
  • Criar publicações originais e únicas para as suas redes sociais, tanto em relação à legenda quanto ao vídeo ou imagem. Nada de repostar, viu?

E então, tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Comente aqui com a gente qual a sua opinião sobre comprar seguidores no Instagram!

Deixe seu comentário