Hoje em dia, podemos citar inúmeros exemplos de marketing de conteúdo que são praticados por empresas tanto nacionais quanto internacionais, no entanto, um dos maiores destaques é a Red Bull, que pratica o incentivo aos esportes. 

Inúmeros exemplos de marketing de conteúdo podem ser citados para quem está estudando esta área  e ainda não tem ideia de como começar e quais são as técnicas mais utilizadas por estes tipos de profissionais. 

O marketing de conteúdo ficou conhecido por servir como forma de nutrir leads e praticar marketing digital para além das vendas, é uma forma de fazer com que determinado cliente se torne seguidor de uma marca e se fidelize. Os conteúdos são geralmente focados na jornada do herói, funil de vendas (topo, meio e fundo), copy e story.

O Nubank é um exemplo disso, visto que os seus clientes tendem a seguir a marca em seu blog e nas redes sociais para manterem-se atualizados em conteúdos educativos variados, que geralmente abordam sobre finanças e dinheiro, seja em relação à cotação do dólar ou  as ações na bolsa de valores.

 Para ser possível criar conteúdo de qualidade, as empresas contam com equipes completas de jornalistas, redatores, design, social media, analistas de marketing, analistas de SEO e mais.

Enfim, neste artigo de hoje, a gente separou um guia com exemplos de marketing de conteúdo para que você entenda mais sobre como começar a praticar! Portanto, se quiser saber mais sobre o assunto, basta que fique aqui conosco!

Neste artigo, você vai ler sobre:

  • O que é Marketing de Conteúdo e exemplos?
  • Como fazer um Marketing de Conteúdo?
  • Quais as principais técnicas do Marketing de Conteúdo?

Exemplos de marketing de conteúdo para você nunca mais se esquecer!

Veja, abaixo, alguns exemplos de marketing de conteúdo que são praticados nos dias atuais ou antigamente, como o Michelin,  que você pode adotar como inspiração para a sua empresa. 

1. Banco Inter 

O banco Inter se mantém ativo com as técnicas de social media em suas redes sociais, ao criar memes interessantes sobre a fatura do cartão e demais aspectos relacionados ao contexto bancário. 

Em suma, em sua área de blog, a instituição também fornece algumas dicas sobre como investir e como ocorre o funcionamento de seu aplicativo. Outro aspecto interessante é que, nas redes sociais, também existem grupos de comunidades do banco Inter. Mas, o que são elas? 

As comunidades nada mais são do que várias pessoas que se juntam para investir em um mesmo  perfil e quantidade. A cada valor que se consegue no total aplicado, maiores serão os rendimentos que o grupo total terá. 

Hoje em dia, o banco Inter é sinônimo de praticidade digital visto que os seus clientes não precisam pagar nenhuma anuidade para ter acesso a conta. Sem contar que é possível, a cada R$ 50 mil investidos, ter acesso ao Inter One, que é um pacote de benefícios e vantagens ofertadas para os clientes, tais como acesso a chat mais facilitado e maiores rendimentos em todas as suas aplicações. 

No próprio aplicativo, o banco também fornece uma aba de investimentos com dicas, que permite aos seus usuários investirem em alternativas conservadoras, como os CDBs, ou mais arriscadas, como é o caso da bolsa de valores.

2. Coca Cola

A Coca-Cola tem uma plataforma que permite os seus seguidores e clientes terem acesso a milhares de vagas para cursos gratuitos e online em vários ramos, todos os cursos contam com o fornecimento de certificado totalmente gratuito. 

No dia 15 de agosto, o Click Petróleo e Gás publicou uma matéria que mostrava que a empresa estava com mais de 4 mil oportunidades para formações voltadas ao empreendedorismo por intermédio do Meu Negócio É Meu País

Em formações extras como a de empreendedoras, mais de 650 mulheres poderiam ser selecionadas para fazer parte do projeto, enquanto cerca de 30 delas seriam  as finalistas para ter acesso a nomeação e benefícios ofertados, por exemplo. 

A Coca Cola pretende, de acordo com a própria marca, aumentar expressivamente os seus investimentos em marketing de conteúdo.  De acordo com a  instituição, terão que abrir mão dos investimentos massivos em publicidades pagas para criar  uma conexão maior com os seus clientes. 

3. Red Bull

A Red Bull apresenta, já em seu slogan,  os incentivos para a prática de esportes por intermédio do site Red Bull TV, onde consegue-se acessar jogos e campeonatos. Além disso, a instituição focou massivamente na produção de vídeos de qualidade que abordam sobre como praticar e quais são as tendências do ramo. 

Tanto que muitas pessoas, que nem mesmo consomem os energéticos da empresa, acabam seguindo a marca em suas redes sociais e canal do Youtube para estar constantemente obtendo novas informações de jogos. 

4. Gupy

O Gupy é um software de recrutamento e seleção que permite que os recursos humanos compartilhem as suas vagas de emprego e tenham uma plataforma  para arrecadar currículo de demais candidatos interessados em atuar com a empresa. 

Por intermédio da plataforma, o candidato consegue ter acesso a todo o andamento do processo seletivo e até mesmo se foi classificado ou não para a próxima etapa. 

Em suma, a Gupy é um exemplo de marketing de conteúdo devido ao fato de que a empresa tem uma área de blog que permite os usuários saberem mais dicas sobre como deixar o currículo otimizado para ser selecionado.

 E, inclusive, o software conta com testes de personalidade que permitem que os usuários façam para que as empresas tenham maior noção sobre o perfil dos candidatos,  se são pessoas que  gostam ou não de atuar em grupo. 

Por lá, as marcas têm a possibilidade de anunciar sobre todos os tipos de vagas de emprego, desde aquelas para profissionais com experiência e até para quem está começando  o mercado. 

5. Nestlé

A Nestlé ficou conhecida em todo o Brasil porque fornece inúmeros produtos para a criação de doces e receitas maravilhosas. Mas, por que a Nestlé está em nossa lista de exemplos de marketing de conteúdo? 

Bem, ao final do rótulo das embalagens da empresa, os consumidores têm acesso a uma receita maravilhosa que pode ser feita em casa com o uso do  produto que se está comprando. Por isso, no rótulo de um leite condensado, se encontra a receita do brigadeiro, enquanto no rótulo de um fermento, tem-se a receita de bolo. 

As receitas criam desejo e fazem com que os consumidores tenham a necessidade de fazer a compra de um produto para que seja possível fazer em casa. A empresa também tem um site de receitas. 

Muitas marcas que vendem produtos relacionados à culinária estão deixando receitas diversas em seus rótulos  como forma de vender mais produtos. 

6. Michelin

A Michelin  foi conhecida por muitos publicitários como a responsável por fundar o marketing de conteúdo e ser um exemplo clássico dele. No começo do século passado, a empresa lançou o seu Guia Michelin, que nada mais era do que um pequeno livro com várias dicas de viagens e locais que as pessoas poderiam viajar. 

Mas, o que uma fabricante de pneus tem a ver com as viagens? Bem, quanto mais pessoas estão viajando, mais desgaste teriam com os seus pneus e maior a tendência de comprarem com a Michelin. 

A produtora de pneus se mantém firme e forte até os dias atuais, sendo um dos destaques do ramo, competindo com diversas outras empresas de grande porte e tendo uma entrada de capital com valor bilionário. 

7; Petz

O Petz tem uma área de blog que conta com várias dicas sobre como cuidar dos animais, dar vacina, o que eles podem comer e o que não podem. A empresa é voltada para veterinária e conta com polos espalhados em todo o Brasil, usando sempre o software da GUPY para recrutar novos profissionais. 

Em seu blog, é possível ter acesso a centenas de conteúdos sobre vida animal e pets, desde gatos e cachorros, que são os mais tradicionais, até os mais selvagens.  O Petz já pode ser considerado como uma empresa consolidada no mercado, que vem se destacando a cada dia que passa.

Por intermédio  do blog Petz, consegue-se ter ideia sobre os produtos que são ofertados pela empresa em que constantemente chamam o leitor para conhecer a sua loja oficial. 

10. Visão Confiável 

A Visão Confiável é uma empresa de marketing de conteúdo que surgiu no ano de 2017 e conta com um blog que aborda assuntos relacionados à tecnologia, redatores, jornalistas, entre outros. Utilizamos o nosso blog com intuito de atrair mais leitores e, posteriormente, possíveis clientes para adquirir os nossos serviços. 

Os artigos são, em grande parte, destinados para empresas que estão pensando em incrementar o marketing de conteúdo e digital que podem se interessar pelos nossos serviços. 

Além do blog, que está presente nos mecanismos de buscas, a empresa também conta com a sua página nas redes sociais, tanto no Instagram quanto no Facebook, onde postamos conteúdos voltados para o nicho semanalmente. 

11. RD Station

O RD Station tem uma plataforma de automação de marketing. Tendo isso em vista, como forma de atrair mais clientes, a empresa criou um blog onde também compartilha conteúdos  voltados para marketing digital e automação. 

Por lá, consegue-se ter acesso a vários tutoriais, dicas de marketing, redes sociais e assuntos relacionados para leitores que estão interessados em fazer com que as métricas de marketing das  suas empresas suba constantemente. 

A RD também mantém os seus leitores sempre atualizados sobre quais  são as tendências de marketing digital e o que fazer para se adequar ao que é exigido pelo atual mercado. 

12. Suno Investimentos

O Suno Investimentos constantemente envia email marketing para os seus seguidores e leitores como forma de divulgar algum material ou consultoria gratuita.

 A instituição investe massivamente no email marketing como forma de fornecer notícias e atualizações sobre o que está acontecendo no setor. Veja, abaixo, um exemplo de email marketing que foi enviado pela empresa:

“Daiane, imagine ser selecionado por mim, Tiago Reis fundador da Suno Research, para uma oportunidade diferenciada? Leia com atenção este e-mail Eu te escolhi a dedo para estar em um grupo seleto e restrito de pessoas.  Tenho consciência que nem todos estão dispostos e preparados para essa jornada, mas este é o seu momento de realizar seus sonhos financeiros mais íntimos. Aqueles que são tão particulares que, para saírem da sua imaginação e se tornarem realidade, precisam da abertura para um olhar de fora.  Estou falando de um olhar atento e criterioso de um Consultor Suno.  

Para você alcançar um patamar mais elevado dos seus investimentos e atingir suas metas mais exclusivas… Você precisa ter ao seu lado um profissional dedicado a entender sua realidade, seu perfil e perspectivas.  Ele tem os recursos para desenhar uma estratégia alinhada com tudo isso, estudando também o mercado, e te ajudará a chegar muito mais rápido e assertivamente onde você mais deseja. Além disso, com um Consultor Suno você terá mais tranquilidade e conforto na hora de investir.  Ficou inseguro ou tem dúvidas? Basta entrar em contato que seu consultor irá te atender prontamente.  Nunca mais se sinta sozinho para tomar uma decisão. 

 A equipe do meu braço direito Ivens Gasparotto, head da Suno Consultoria, é altamente preparada para estar com você. Ter um Consultor Suno disponível para montar uma carteira EXCLUSIVA de investimento, certamente não é algo que custa apenas centenas de reais. Porém, esse serviço VIP está com um desconto especial liberado para você agora e para apenas outras poucas pessoas. Sendo mais exato, para apenas 10 pessoas. Quer entrar para este grupo seleto?”

13. River Pools

A River Pools é uma empresa norte-americana que se destaca pela fabricação de piscinas de vidro. A empresa estava sofrendo com a crise deixada pelo ano de 2008 e o estouro da bolha imobiliária, não estava conseguindo atrair clientes e melhorar a experiência online.

 Tendo isso em vista, decidiram investir massivamente na abertura de um blog em que a instituição estaria publicando dicas práticas de como limpar a piscina, como escolher uma empresa para limpar piscinas e outros relacionados. 

Dentro de pouco tempo, apenas com o blog usando palavras chaves de cauda longa e super específicas que atingiram um público seleto, estariam praticamente dobrando o seu faturamento. 

Outra vantagem da prática de marketing de conteúdo, é que conseguiram reduzir os investimentos em marketing digital que chegavam a mais de 200 mil dólares por ano para apenas 40 mil dólares aplicados. A instituição retirou o seu foco de investimentos em tráfego pago, como ADS, e votou-se para focar em tráfego orgânico com boas práticas de técnicas de SEO. 

14. PetLove 

A PetLove  é uma agência que vende, por intermédio da sua loja virtual, produtos destinados a pets. Tendo isso em vista, em seu blog, os internautas conseguem ter acesso a uma série de artigos a falar sobre como cuidar de um em pet ou dicas variadas com breves tutoriais práticos sobre como e quando fazer X ou Y. 

15. Semrush

O Semrush é uma ferramenta de SEO e rankeamento no Google  que tem tanto a sua versão gratuita quanto a paga. O objetivo da marca é se mostrar referência em SEO on e Off Page para que os leitores contratem a ferramenta para realizarem a análise de suas estratégias de marketing de conteúdo e posição de palavra-chave. 

16. Hostinger

A Hostinger também está em nossa lista de exemplos de marketing de conteúdo, é uma empresa de hospedagem que tem tutoriais super completos e e-books gratuitos para o ramo de tecnologia, desde o básico ao avançado. 

Como começar a fazer Marketing de Conteúdo?

Mas, como preparar uma estratégia de marketing de conteúdo que seja realmente eficaz? Bem, para isso, deve-se seguir algumas dicas primordiais que farão toda a diferença na forma como há a geração de leads e como enxergam a sua marca. 

Tenha um blog ou plataforma em que consegue se comunicar 

A primeira dica é que você tenha um blog ou alguma plataforma. Geralmente é a rede social em que você consegue se comunicar com pessoas que podem ter interesse em aprender mais sobre o seu nicho de atuação. 

Uma dica é fazer uma pesquisa de mercado para entender melhor onde está o seu público e não investir esforços desnecessários para criar conteúdo em uma plataforma onde ele não se encontra. 

Ao analisar exemplos de marketing de conteúdo, você descobre que não é sobre sua empresa

Uma dica de ouro, e que todas as empresas que estão pensando em migrar para o marketing de conteúdo deveriam saber, é que não é sobre as marcas. Marketing de conteúdo não é tentar, a todo o momento, vender um determinado produto. O marketing de conteúdo é sobre ensinar alguma coisa para o seu público o que,  somente então, sua marca comece a ser vista como relevância por ele. 

Por exemplo, um banco não precisa ficar a todo momento dizendo que é um banco e que os leitores podem saber mais sobre os seus serviços ao “clicar aqui”. Na verdade, o banco pode mostrar mais relevância por fornecer artigos, podcasts e até mesmo postagens nas redes sociais ensinando as pessoas a investirem corretamente, desde os modos mais conservadores até os mais liberais. 

As pessoas querem saber sobre o bolso delas e como algo pode impactar a sua renda mensal, por exemplo. Elas não estão interessadas em saber o que a sua marca tem a oferecer sem acrescentar em nada. Pare de tentar vender a todo instante e passe a tentar ensinar. 

E então, tem mais exemplos de marketing de conteúdo que você admira? Comente aqui conosco.

Deixe seu comentário