Uma síntese é um resumo sobre algo, seja um filme, livro, texto no geral. Nela, devem constar os elementos mais importantes sobre o assunto, por isso, muitas vezes é elaborada por intermédio de mapas mentais, onde há a associação de imagens. 

Está em busca de exemplos de síntese? Neste conteúdo, separamos alguns que poderão te ajudar! Saber como fazer uma síntese é primordial para arrecadar, em apenas uma página, todas as informações necessárias sobre um assunto. Inclusive, esse tipo de técnica ajuda a estudar e melhor fixar o conteúdo aprendido, independente do tema. 

Quem já está no ensino superior e precisa trabalhar também precisa ter conhecimentos sobre o que é síntese, de modo a garantir praticidade no dia a dia em meio a tantas informações. 

Neste conteúdo, você vai ler:

  • O que é uma síntese de um texto?
  • Como iniciar uma síntese e  exemplos?

O que é uma síntese de um texto?

A síntese de um texto ou qualquer outro material é um resumo sobre ele, que tenta abranger quais são os pontos mais importantes sobre um determinado conteúdo. 

Existem algumas dicas de como fazer uma síntese, tais como: 

  1. Sublinhe as partes mais importantes, principalmente onde há termos que não conhece. 
  2. Use cores diferentes para melhor destacar o texto, se for impresso, opte por negritos e itálicos. 
  3. Use desenhos ou imagens, que irão auxiliar na associação do tema, algumas pessoas são mais visuais e investir nisso é primordial para otimizar o aprendizado. 
  4. Mapas mentais são ótimas alternativas de síntese. 
  5. Não faça em cima da hora, tire tempo para elaborar a síntese corretamente. 
  6. Siga um raciocínio lógico na construção do resumo. 
  7. Adicione citações.

A citação em um texto tem a função de esclarecer, ilustrar e construir a lógica de determinado assunto. Separe citações relevantes e, de preferência, fáceis de serem memorizadas para adicionar em sua síntese. Pequenas frases que demonstram uma linha de raciocínio é crucial para a lógica do aprendizado.

Dicas de como fazer uma síntese 

Veja, abaixo, algumas dicas  que irão te ajudar a criar uma síntese e aprender mais com resumos em vez de textos longos.  Ah, e claro, a gente precisa dizer: não existe síntese perfeita, existe aquela que permite aprender mais conforme as suas necessidades. 

FAÇANÃO FAÇA
Adicione imagens, sejam impressas, de revistas ou em outros formatosNão faça a sua síntese com pressa
Use canetas ou tintas diferentes conforme a relevância do resumoCriar um texto sem tópicos, subdivisões, o que torna o encontro de informações mais complexo
Tabelas, dados e nomes complexos devem ser adicionados com significados simplesCopie parágrafos muito grandes
Use subtópicos para melhorar a escaneabilidade do textoTextos sem flechas ou linha de raciocínio, que torna as informações confusas
Mapas mentais associando imagem e texto

Separe as partes mais importantes do texto 

Uma dica é que separe as partes mais importantes do texto, neste caso, vale super a pena, inclusive, copiar citações que poderão incrementar no aprendizado. As partes mais relevantes devem constar em seu resumo através de listas ou marcações. 

Por exemplo, se você deseja fazer um resumo sobre “dicas de português”, é possível as separar em listas como: 

Logo abaixo de cada subtópico como os abordados acima, você deve descrever resumidamente as dicas, como: “mas serve para porém e mais é um aditivo”.

Use imagens 

Use imagens, sejam elas recortadas, no computador ou com mapa mental desenhado, não importa a forma. As imagens auxiliam as pessoas visuais a associarem termos e conteúdos com o texto, melhorando a aprendizagem. 

Cores diferentes ou negrito

No momento em que for escrever, é comum que a síntese tenha partes mais importantes que outras. Por isso, ao usar uma cor diferente ou adicionar negrito nestas ocasiões, saberá exatamente onde deve focar o seu aprendizado. 

Tempo

Criar o resumo sobre o conteúdo com tempo é primordial, visto que uma síntese feita em cima da hora não consegue, na maioria das vezes, captar a essência do que se deseja passar. 

Exemplos de síntese

Veja, abaixo, alguns exemplos de síntese em texto ou imagem. 

Em imagem:

Para fazer sínteses em imagens, utilize mapas mentais que associam o aspecto visual ao texto, principalmente se você for uma pessoa mais visual. Tome cuidado com a poluição visual, visto que, o excesso de texto, além de deixar o mapa mental confuso, torna a visão poluída, prejudicando os estudos.  É possível fazer mapa mental sobre todos os assuntos que imaginar, desde os mais simples aos mais complexos. 

Imagens ensinam e auxiliam no aprendizado porque passam sentimentos bons e ruins, ajudando a fixar um determinado conteúdo ao ser associado a um texto, mesmo que por temas mais complexos.

Em texto

A síntese em texto não pode ultrapassar o tamanho médio de 300 palavras e deve abordar sobre conceitos gerais, geralmente dividida em sub tópicos que ajudarão a identificar o que está sendo abordado em cada um deles. Use palavras-chave relevantes e termos que possui dificuldade em aprender. 

Utilize essa lógica: escreva como se fosse um blog e precisasse  passar as informações de forma prática e objetiva para o seu leitor. Inclusive, é possível fazer perguntas no texto, para garantir que ficará mais atraente. Pode ser bastante informal se o resumo for apenas para fim pessoal, no entanto, NÃO use essa dica em trabalhos formais.

Confira, abaixo, um exemplo de síntese em texto com dicas de como secar um tênis rapidamente, tanto em uma secadora quanto no sol para evitar que apresente manchas. Ele segue as dicas que citamos: usa tópicos, tem o tamanho ideal e conversa com quem lê.

Como secar tênis rápido?

 Muitas vezes, nos damos conta de que precisamos de um determinado calçado somente quando chega a hora de fazer o uso dele, não é mesmo? Mas, nestes casos, o tempo para secar pode ser demorado e saber técnicas para auxiliar ao máximo este processo é primordial. 

Como secar tênis rápido na secadora?

Você sabe como secar um tênis rápido? Para isso, será necessário que você  tenha uma secadora em casa. Com a secadora, conseguirá secar super rápido e o melhor de tudo é que, ao seguir algumas dicas, ele não ficará danificado. 

Assim como se faz com calcinha e sutiã, para não ser danificado, é necessário que você coloque tudo dentro de uma fronha de travesseiro. A fronha de travesseiro irá proteger o seu tênis contra possíveis impactos que podem ser ocasionados pelas batidas da secadora. 

Outra dica, para que ela seja ainda mais rápida, é que você faça o uso da configuração destinada para lã. A configuração de lá esquenta um pouco mais e é delicada para não estragar as peças. 

Não tenho secadora, e agora? 

O que eu faço quando não tenho secadora e preciso de um tênis urgente? Bem, neste caso, você tem a alternativa  de colocar o seu tênis na máquina de lavar roupa e ligar a configuração de centrifugar. Também deve estar dentro de uma fronha para não sofrer com os impactos da máquina em seu processo de remoção de água. 

A configuração de centrifugar será primordial para que você consiga remover uma grande parte dos excessos de água que podem estar presentes no calçado. 

Após remover uma parte dos excessos, basta deixar sobre a luz do sol. A luz do sol esquenta e, em questão de poucas horas, já estará pronto para usar de novo. Usar um secador também é uma ideia, no entanto, pelo calor intenso, é mais fácil de algo de seu tênis vir a descolar. 
Exemplos de síntese

Outro exemplo prático de síntese de texto é:

O que plantar em setembro no Sul? O início da primavera abre portas para sua horta

 O que plantar em setembro no Sul? A região Sul é formada por estados como Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, polos da agricultura brasileira. E, com a chegada do dia 22 e a primavera, pode-se citar alguns alimentos que poderão tornar a sua horta bem mais produtiva do que imagina.

 O que plantar em setembro no Sul? 

O mês de setembro é  a transição do inverno para a primeira, quando o clima começa a ficar um pouco mais ameno na região Sul do Brasil. Tendo isso em vista, pode-se migrar e sair tanto as folhagens quanto outras alternativas. Além de ser uma boa época para cultivar frutas e verduras variadas, também é o momento ideal para quem está pensando em cultivar plantas atraentes em seu jardim. 

Alguns alimentos que podem ser cultivados neste mês de setembro são  alecrim, coentro, manjericão, orégano e hortelã, frutas – morango, acerola, melão, caju, jabuticaba e laranja.

Alecrim 

Atualmente, o alecrim é uma planta que se desenvolve durante todas as épocas do ano. O indicado, para começar o processo de cultivo, é que se coloque a muda em um vaso. E tome cuidado durante as primeiras semanas, para somente então fazer a adição dela em terra firme. 

No momento em que for migrar o alecrim para a terra firme, garante que ela está bem fofa e livre de ervas daninhas que podem prejudicar o processo de expansão e desenvolvimento da raiz. 

Jabuticaba

O pé de jabuticaba é um dos que mais demoram para se desenvolverem. Mas é uma das alternativas que mais valem a pena. É rico em nutrientes que fazem com que o sistema monopólio se  mantenha sempre elevado. 

Tome cuidado, sempre, para que os passarinhos que estão na região não devorem o pé de frutas. Eles tendem a se alimentar com as pequenas frutas do pé de  jabuticaba após estar adulto, ocasionando o aparecimento de larvas. 
Exemplos de síntese
Pode comer linguiça colonial com mofo?

Pode comer linguiça colonial com mofo? No momento em que a gente vai comprar aquela deliciosa linguiça para comer com pão ou usar na culinária sulista, é comum que vemos ao seu redor, uma espessa camada de mofo, mas o que ele significa? Pode comer? 

Pode comer linguiça colonial com mofo? 

Sim! Você pode comer a linguiça que conta com mofo na sua parte lateral. O mofo surge por causa dos fungos que se proliferam pelo fato da linguiça ser produzida a partir da carne crua junto a alguns temperos que fazem com que a sua durabilidade seja bem maior. 

Este mofo em específico não causa dores de barriga e desconfortos na pessoa que consumir o alimento colonial porque é natural e  morre automaticamente com o calor do corpo. No entanto, as linguiças que não são coloniais, ou seja, que são fabricadas por mercados, geralmente, quando contam com mofos e até mesmo bichos, devem ser jogadas fora porque não estão mais aptas para que haja o consumo humano. 

Como realizar a higienização correta? 

Caso se sinta desconfortável para comer a linguiça com alguns pedaços mofados, também há a alternativa de remover esta parte ou realizar a higienização – mas lembre-se que outras partes, mesmo que não visíveis, também contam com este mofo e ele está presente em todo o alimento. 

Mas, como fazer essa higienização da maneira correta? Bem, isso é mais simples do que parece!  Para tal, você deve usar um pano limpo embebido em vinagre (tome cuidado com o excesso de vinagre no pano porque ele pode interferir no gosto do seu alimento). Passe em toda a sua beirada delicadamente e depois espere secar. Após ter secado bem, basta comer e se deliciar com esta maravilha colonial.
Exemplos de síntese

Por fim, veja agora o último exemplo que mostra uma síntese de como fazer uma receita em poucas palavras:

Como fazer pizza de costela ao creme de alho?

Como fazer pizza de costela ao creme de alho? Esse sabor de pizza é, com toda certeza, o ideal para quem está em busca de sabores exóticos e super gostosos para fazer uma pizza.

Para fazer esta receita tão gostosa, é necessário que você tenha em sua casa a massa de pizza pronta, que pode ser feita da forma em que preferir. E, para o recheio, será necessário possuir: 1 peça de costela gaúcha (com ela, consegue-se rechear até duas pizzas grandes), 1 cebola inteira picada em pedaços bem pequenos, 5 dentes de alho, 100 gramas de queijo, 1 molho de tomate e catupiry a gosto.

Coloque a massa na forma em que irão assar – o forno já deve estar pré aquecido em cerca de 180 graus. Depois disso, faça a adição dos recheios, começando pela costela e, logo em seguida, o alho e a cebola picada em pedaços bem pequenos. Não esqueça de rechear bem a massa com molho de tomate.

Os últimos ingredientes que devem ser adicionados são o queijo e o catupiry. Você pode colocar mais ou menos tudo dependendo do seu gosto. 

Com o que essa pizza fica boa?

Mas, como comer esta pizza para ter uma das melhores experiências do mundo?  Para comer esta maravilha, você pode usar um vinho para acompanhar. O vinho combina super bem e acentua o sabor da costela com o creme de alho.  Usar batata frita ou polenta frita também são alternativas interessantes, mas nada supera a mandioca frita. A mandioca frita é um dos alimentos que mais bem combinam com a costela, por isso, pode investir sem medo de ser feliz! 
Exemplos de síntese

Conclusão sobre os exemplos de síntese

Como você viu neste conteúdo, uma síntese em texto deve ter o tamanho médio de 300 palavras e aborda sobre conceitos chaves resumindo um passo a passo, livro, filme, série ou qualquer assunto. Já a melhor forma de realizar a síntese em imagem, é  por intermédio do mapa mental. 

O mapa mental auxilia na associação de texto com imagem, otimizando ainda mais o aprendizado de quem ́ é visual. Mas, nestas situações, é importante se manter atento a alguns aspectos, como a quantidade de textos, visto que o excesso pode causar poluição visual e, em vez de ajudar  a aprender sobre algo, piora a experiência. 

Criar sínteses também é um modo de aprender mais português, principalmente quando estamos falando de gêneros textuais, voz passiva e ativa, interpretação de texto, figuras de linguagem e estrofes

E então, tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Comente conosco e não esqueça de vir conhecer mais artigos em nosso blog! 

Deixe seu comentário