O Google Adsense é uma das melhores formas de ganhar dinheiro online. É possível aplicá-lo de duas formas: para anúncios de marketing de uma marca ou para receber por mostrar esses anúncios em seu site ou canal.

Em suma, a maioria das estratégias atuais são baseadas em marketing de conteúdo pensado em longo tempo. Para isso, será necessário investir de forma massiva em SEO para que o domínio fique bastante posicionado e receba os acessos. Portanto, no artigo de hoje, a Visão Confiável separou algumas dicas e falaremos sobre os seguintes tópicos:

  • Google Adsense o que é?
  • Google ADS como funciona?
  • Como colocar ADS em um blog ou conta do Youtube?
  • Dicas para criar conteúdo de qualidade através da escrita;
  • Importância dele para uma estratégia de marketing digital;
  • Quais são os tipos de anúncios existentes no Google Adsense;
  • Vantagens e desvantagens de utilizar o Google ADS;
  • Como criar um anúncio de qualidade e eficaz?

O que é o Google Adsense?

O Ads é uma ferramenta que foi criada pelo Google com o objetivo de exibir anúncios para os leitores e internautas. Em suma, não é muito difícil conseguir se recordar deles: são banners ou vídeos de divulgação. Para alguns, a navegação se encontra tão prejudicada que instalam plugins no computador para que não apareçam.

Utilizar a plataforma não é difícil: basta que siga algumas regras específicas e produza conteúdo original e de qualidade. Além disso, será necessário possuir um endereço, número de telefone e conta no Google. 

A forma como serão exibidos pode variar bastante. Na verdade, a quantidade irá depender de cada um, mas não esqueça: quanto mais sobrecarregar suas páginas com eles, menores serão as chances dos leitores voltarem. 

Como posso utilizar na minha estratégia de marketing?

O Google Adsense é muito utilizado nas estratégias de marketing devido os seguintes motivos:

  • Flexibilidade;
  • Maior taxa de conversão;
  • Menor preço;
  • Resultado mensurável;
  • Fácil de otimizar.

A maior taxa de conversão ocorre, justamente, porque com ele o estrategista pode descobrir inúmeros fatores sobre o persona, cliente em potencial:

  • Qual aparelho é mais utilizado para acesso.
  • Quais os gostos dos seus usuários.
  • A idade e sexo do público em maior número.
  • Regiões e outros dados demográficos.
  • Muitas outras informações.

Dessa forma, consegue elaborar todo o processo de forma como influencie ao máximo apenas o seu público. Sabendo alguns destes dados, pode-se até descobrir onde eles devem aparecer, quais as cores que devem ser utilizadas e muitos outros.

Apesar de não ser difícil saber como ele deve ser utilizado, é importante saber como funciona antes de colocar um anúncio em um blog. Para aqueles que não possuem acessos em maior quantidade, o mais indicado é esperar para que o valor cresça e utilizar outras formas de monetização enquanto isso. A afiliação, neste caso, pode ser a mais indicada.

Quantos anúncios posso colocar no meu blog?

O Google recomenda que não se utilize um elevado número de anúncios para que não atrapalhe a experiência UX e perca ranqueamento.

Os locais mais indicados para que possa exibir são o topo e meio do blog: momentos em que sabe que o seu leitor irá ver e conformar uma visualização. Independente da região escolhida, observe todas as diretrizes da plataforma para que não perca as exibições.

Tudo isso ocorre após a plataforma gerar um código Javascript. Basta apertar o CTRL C e colar onde quer exibir. Após isso, basta esperar a aprovação que pode demorar até 15 dias, em média.

Vai aparecer assuntos que não possuem relação com o meu?

O Google Adsense divide os lucros entre ele e seu domínio. Para isso, o ADS busca formas de fazer com que o seu leitor clique nele – principalmente porque recebem uma parcela a cada clique.

Consequentemente, o logaritmo pretende deixar a experiência mais parecida com os gostos do mesmo: será mais fácil dele clicar. Portanto, imagine que tem um blog de beleza e todas as leitoras possuem interesse em beleza: os anúncios serão sobre isso porque terão mais chance de clicar.

As propagandas não são iguais para todos os internautas: aparece exatamente sobre aquilo que o leitor pesquisa. Já notou que, quando você está comprando um livro ou roupa, parece que somente aparecem anúncios sobre isso? Essa é a explicação.

Tipos de anúncio no Google ADS

Existem inúmeras opções de anúncios e, antes de colocar em prática a sua campanha, deve-se conhecer o público alvo para que descubra a melhor forma de fazer com que cliquem sobre. Abaixo, estão quais são eles, são inúmeros!

Anúncios de Texto

São os mais simples de todos os outros porque não envolvem imagens ou textos. Em suma, possuem títulos com links que levam o usuário para determinada página sempre que ele clica sobre. Normalmente, aparecem nas páginas de link patrocinado do Google com a tag de “anúncio”.

Neste momento, deve-se colocar em prática todas as táticas de copywriting para influenciar o possível cliente. Faça com que ele pense que o conteúdo por trás do anúncio seja incrível!

Anúncio de gráfico

Os famosos banners que possuem inúmeros tamanhos e formas diferentes entre si. Durante a criação, pode-se optar por mais de 15 vinculações de tamanhos e colocá-los em locais específicos de uma determinada página.

Essas opções são aquelas que menos trazem retorno para o blog ou canal do Youtube.

Google Adsense: o que é, como funciona, dicas - GUIA

Rich Media

Quem é que nunca viu aqueles banners que “se mexem”? Eles são interativos e divertidos, exalam profissionalismo. Um Rich Media pode ser composto tanto por vídeos quanto gifs e o principal objetivo é chamar a atenção.

Chamam mais a atenção que um banner, principalmente quando se passa com um mouse sobre eles. Se for em um blog, podem atrapalhar a experiência do usuário quando utilizados em excesso: tiram a concentração.

Bloco de links

Cada bloco é relacionado a uma série de links que correspondem ao conteúdo de um site. Dessa forma, se o usuário ou leitor clicar em cima deles, não irá para a página de um anunciante.

Nesta opção, somente será possível ganhar dinheiro com o Google Adsense caso se clique sobre alguns anúncios sobre a página com o texto.

Anúncio responsivo

Para criar um anúncio no Google ADS, é relevante que você possua um site responsivo e de qualidade. Não esqueça que, no momento de desenvolver um layout, também é importante se lembrar que existem os dispositivos móveis.

Preste atenção sobre a organização da tela, se está em modo de paisagem ou retrato já que é isso que irá definir os tamanhos e quantidade exibida.

Como posso usar o Google Adsense?

Existem algumas formas de fazer o uso do Google Adsense. E, como já foi possível observar, há muitas formas de criar uma campanha, seja através de vídeos, imagens, gifs e muitos outros. A única limitação, neste caso, é a falta de criatividade para começar a investir!

Mas, e se você possuir uma agência de marketing e deseja descobrir onde aplicar o Google ADS para otimizar as campanhas dos clientes? Existem algumas plataformas para isso e nós criamos uma lista para te ajudar.

Site ou blog

Site ou blog são as opções mais tradicionais. Os portais de notícias são todos remunerados desta forma e chegam a possuir anúncios no topo, meio e final dos artigos.

Comumente, um site de serviços não vincula o Google Adsense. A Visão Confiável deseja fornecer a melhor experiência para o leitor para que ele realize um trabalho conosco, por exemplo.

Não há motivos para encher o site de anúncios e atrapalhar a experiência de navegação porque temos outras formas de remuneração (através de redação para clientes): os textos servem apenas para mostrar o serviço como portfólio.

Contudo, sites como MEUPC.NET que se trata de notícias, não oferecem outro serviço senão este. Precisam remunerar com as notícias disponíveis no portal: é então que entra o Google Adsense.

Pesquisa personalizada de determinado site

Sabe quando está buscando por determinado produto e, ao realizar uma pesquisa, encontra os famosos links do topo com a tag de “anúncio”?

Para isso, é necessário realizar uma intensa pesquisa de palavras chave para que o possível cliente possa pesquisar sobre um assunto e encontrar a sua campanha. Faça com que seja interessante, com que acreditem que conseguirá suprir a necessidade de busca. Caso contrário, não conseguirá receber cliques e vender.

Site de jogos

Alguns aplicativos recebem o Google Adsense durante os intervalos de partidas online. Contudo, essa opção é mais burocrática para quem desenvolve um app para conseguir utilizá-lo.

Se você oferece entretenimento, o melhor local para divulgar isso é em uma plataforma que os internautas buscam por entretenimento.

Vídeos

Como já é de conhecimento de agências, o Youtube pertence ao Google. E, como consequência, consegue-se vincular anúncios em vídeos e imagens na plataforma.

Se optar pelos vídeos, tome cuidado para que não seja longo demais. A imagem deve ser nítida juntamente com o áudio.

Como criar uma campanha através do Google Adsense?

Ainda existe uma imensa dúvida: como posso criar uma campanha de marketing digital no Google Adsense? Para isso, é necessário ficar por dentro de alguns conceitos sobre publicidade de cores e técnicas. Mas, não precisa se preocupar porque a Visão Confiável separou algumas dicas!

Preste atenção nas cores

As cores são extremamente importantes e refletem os objetivos de uma publicidade. As empresas de Fast Food costumam utilizar cores quentes como vermelho e laranja para estimular a fome e o consumo. Dentistas e médicos criam campanhas e utilizam cores que passam tranquilidade como no azul: é raro encontrar consultórios em tons de vermelho.

Já no caso de marcas caras como Colcci, utilizam sempre o preto e branco para demonstrar realeza. Até mesmo a fonte utilizada em determinado Banner pode influenciar nos resultados finais.

Textos de copywriting

O Copywriting está ficando cada dia mais conhecido. Ele é um conjunto de técnicas que de coerência e persuasão de uma campanha. Deve-se saber como influenciar o consumidor para que ele compre: Não basta apenas pedir para que o consumidor “por favor, compre!”

Use a criatividade e estimule a urgência ao utilizar termos como “últimos dias”, “fim dos estoques”. O excesso de informações ou um texto muito robusto pode atrapalhar o desempenho. Invista também em CTA:

  • Últimas unidades!
  • Veja e descubra!
  • A revolução do mercado!
  • Clica aqui e saiba mais!

Storytelling

Essa opção é mais recomendada para vídeos: prenda o internauta ao começar a contar uma história. Ele irá ficar curioso para saber qual o desfecho e até pode clicar no anúncio.

A técnica de Storytelling existe há milênios e é bastante utilizada no ato de ensinar nas escolas. O primeiro passo para colocar em prática é responder: “Como criar uma história que o cliente irá se identificar com ela?”. Para isso, pode estudar a cultura do persona para inserir referências e deixar a compreensão ainda mais facilitada.

SEO também é importante

Anúncios do Google ADS também utilizam o SEO para obter um bom desempenho. O logaritmo busca a melhor experiência e, neste caso, a melhor experiência é um conteúdo otimizado com textos originais e a indexação correta através dos códigos fontes. Além disso, é extremamente importante que faça a pesquisa de palavras chaves corretamente, outras dicas de SEO são:

  • Faça textos grandes e não apenas o mínimo pedido pelo SEO (300 palavras);
  • Não passe a autoridade ao citar Dofollow para sites de autoridade e concorrentes ao seu (sempre utilize a tag Nofollow);
  • Adicione os botões de compartilhamento;
  • Cite frases e parágrafos pequenos para melhorar a experiência UX;
  • Utilizar link interno para diminuir as taxas de rejeição.

Cuidado com o design

O design dos banners deve ser feito por um profissional. Geralmente, quem trabalha como Social Media consegue desenvolver boas imagens. Não esqueça que é inadequado inserir longos textos: o mais recomendado é investir nas CTAs, as famosas chamadas para ação.

No caso de vídeos, deve-se analisar a qualidade do áudio juntamente com a câmera. A edição deve ser realizada de forma que chame a atenção do persona. Uma dica neste caso é criar um formulário de questões para os personas perguntando qual o tempo de vídeo que gostam, sobre assuntos preferidos. Dessa forma, poderá utilizar isso em seu favor durante a criação.

Quanto posso ganhar com o Google Adsense?

O valor do Google Adsense varia dependendo do nicho escolhido. Contudo, pode variar entre U$ 0,5 até U$ 7 a cada mil visualizações. Existe um índice de qualidade que é realizado pelo Google e que vai de 01 até 10. Nele, analisa-se inúmeros fatores como: CTR, relevância e página de destino.

Quais são os benefícios e por que começar a utilizar?

Como já pode notar, existem inúmeros benefícios ao fazer o uso do ADS para as campanhas. Entretanto, a Visão Confiável separou uma lista para mostrar de forma mais específica sobre cada um deles. Portanto, continue a leitura conosco que é sobre isso que iremos falar agora!

Público segmentado

O marketing tradicional através de panfletos não precisa existir: ele gasta muito. Imagine investir R$ 1000 em impressões para eles serem entregues a inúmeras pessoas que você nem sabe se gostam do tipo de conteúdo? Provavelmente irão para o lixo.

Mas, no caso do Google Adsense, é possível redirecionar o anúncio somente para aqueles que estão interessados no nicho. Sem contar que paga-se somente pelos resultados e visualizações: não é preciso gastar com um nicho que não está em seu potencial.

Resultados imediatos

O SEO, como todos já sabem, exige tempo e investimento em alterações no código fonte e artigos. Mesmo investindo, o resultado pode vir apenas após meses ou anos.

Sabe quando está jogando um jogo pago mas ele possui formas de obter vantagens? O Google Adsense é essa forma de obter a vantagem. O que iria demorar horas, semanas ou meses, é possível conseguir em poucos minutos.

O Resultados Digitais, página sobre assuntos relacionados à publicidade, comentou que demoraram mais de 07 meses para dobrar as visitas sem utilizar o ADS. E, como consequência da falta de acesso, pode-se encontrar dificuldade em atrair clientes. Algumas empresas não se podem dar ao luxo de demorar esse tempo para conseguir um cliente.

No Google Adsense a configuração é feita da noite para o dia, de forma rápida e objetiva. Paga-se pouco e foca-se apenas no público alvo.

Alta conversão de chave

O recomendado é redirecionar a campanha com o objetivo de alta conversão. Para isso, realize pequenos testes para descobrir quais são as palavras chaves que mais obtém desenvolvimentos.

Por exemplo, não são aquelas com maiores números de volume que, necessariamente, podem trazer um grande número de leads. Ou então, é comum identificar alguma que parecia ser ótima para o negócio e que não conseguiu obter um bom desempenho.

Estimar os resultados

Com o Google Adsense, é comum que as agências já comecem a estimar os resultados. O Google camufla todas as palavras chaves que o usuário busca quando realiza uma pesquisa, não há como saber. Entretanto, ao fazer as campanhas, será possível descobrir exatamente quais são elas.

Com isso, pode-se otimizar os artigos e páginas de venda. As buscas podem crescer em até 20%. Não esqueça de analisar os resultados apresentados pelo Google Analytics.

Trazer clientes

Com o Google Adsense é possível trazer inúmeros clientes para o seu negócio. Imagine que o pesquisador X está buscando uma pizzaria para comer no sábado à noite. Então, ele vai ao Google com o objetivo de contratar um serviço de pesquisa “pizzarias em (nome da cidade)”. Encontrou o seu serviço, viu uma página interessante e, como já estava com o objetivo de consumir, contratou os seus serviços.

Vale ressaltar ainda que, se o serviço for bom, o persona poderá fidelizar no serviço e frequentar o estabelecimento outras vezes.

Alterar quando bem entender

Com o Google Adsense, consegue-se alterar uma campanha assim que achar conveniente, mesmo que ela já tenha ido para o ar. O oposto ocorre com panfletos e marketing tradicional: não se consegue fazer isso, mesmo que não esteja obtendo resultados.

Você pode alterar o valor investido, região, público e até mesmo palavra chave que achar conveniente: tudo funciona como preferir.

Principais erros em uma campanha no Google Adsense

É possível citar uma série de erros que são cometidos durante uma campanha de Google ADS. Dessa forma, reconhecê-las faz com que consiga resultados ainda mais otimizados, veja quais são:

Falta de planejamento e presa

A presa faz com que muitos erros passem despercebidos ou então, que a campanha não seja realizada da forma correta. Para isso, deve-se pensar nos valores gastos, se há como oferecer esta quantidade em serviço e muitos outros. Até porque, quando não se sabe onde quer chegar e quais os principais objetivos, qualquer caminho pode servir.

Tenha metas e objetivos claros. Não basta apenas desejar duplicar as vendas. Pesquise sobre o mercado, pense em formas de afetar o público e de acolher a todas as necessidades. Tenha sempre um plano B, C e D.

Muita gente acaba entrando na onda de subir uma campanha de qualquer jeito para somente depois alterar e, dessa forma, não consegue ter o devido resultado.

Usar somente o fundo de funil

É necessário focar também no marketing de conteúdo que está no topo e meio de funil. O fundo de funil é redirecionado para as vendas e, nem sempre se consegue clientes pensando apenas nas vendas.

Apesar da campanha ter sido realizada de forma correta, a loja online pode não estar otimizada para abrigar os clientes que irão acessar, o que pode ser bastante problemático.

Outros erros comuns

  • Não seguir as práticas recomendadas pela plataforma do Google ADS;
  • Focar uma campanha no volume de palavra chave;
  • Não diversificar canais;
  • Desvalorizar a importância do SEO;
  • Lançar uma campanha sem pesquisar profundamente sobre o público alvo;
  • Não mensurar todos os possíveis resultados.

Quais as premissas básicas para colocar em prática o Google Adsense?

O Google Adsense é bastante semelhante a uma reeducação alimentar em que 80% dos danos são causados pela falta de programação adequada. Para isso, o primeiro passo é o planejamento, saber como criar uma conta (dieta) e colocar em prática as técnicas aprendidas. Saiba separar os momentos que devem ser para conseguir lucros dos momentos em que deve-se pensar em estratégias para divulgar uma marca.

São três passos cruciais: consciência, consideração e decisão. Não comece pelo último, sobre hipótese alguma. A consciência começa quando o consumidor está buscando pela solução: você deve mostrar que tem a solução, mas que não é, necessariamente, uma venda.

Para resolver a situação, é importante que direcione o anúncio apenas depois de pesquisar todo o funil de vendas e montar uma estratégia adequada. O funil de vendas não começa pelo final e, sim, pelo topo em que provoca reconhecimento.

Como criar uma conta no Google Ads

Por fim, sobra saber como criar uma conta no Google Adsense. para começar, acesse https://ads.google.com. Basta clicar em “começar agora”.

Na tela que irá aparecer em seu computador ou smartphone, basta inserir qual o e-mail que deseja vincular. Ao clicar no botão de “continuar”, poderá dar início a uma configuração guiada em que deverá informar alguns dados como informações sobre a empresa e a forma de pagamento. Também é importante dizer qual a forma de contato e endereço.

Google Adsense e Conclusão

Como você pode observar, o Google Adsense é uma novidade para o mundo do marketing digital. Apesar de simplificar muitas outras coisas e facilitar as ações em tempo real, ainda é necessário tomar muito cuidado e revisar todas as ações, sempre pesquisando sobre o público alvo de forma intensa.

Enfim, caso tenha mais alguma dúvida sobre o Google ADS, pode deixar nos comentários! Caso tenha outras dicas que não foram citadas no artigo, não hesite em comentar conosco!

Venha conhecer outros serviços fornecidos pela Visão Confiável, clique aqui! Você também pode conhecer nosso blog ao clicar aqui!

One comment
  • Joness#g11ennick[Yjnylobhowvokiho,2,5]
    Postado em: 25 de setembro de 2021 no 7:35 PM

    Thanks so much

    Responder

Deixe seu comentário