Todo site precisa ter uma página como finalidade conseguir fazer o máximo de conversões possíveis para atrair público para seu conteúdo ou produto, e essa é a função da Landing Page.

Entre todos os recursos de Inbound Marketing, esse é um dos que geram resultados mais relevantes.

Mas, para isso é preciso fazer uma boa landing page com um conteúdo altamente perspicaz e atrativo.

No final das contas, atrair o público ideal para consumir um conteúdo é o melhor a se fazer para ter sucesso em um site.

Uma vez que esse público cria afinidade pelo conteúdo a probabilidade de que voltem para consumir mais é alta.

Por isso, ter uma Landing Page capaz de prender a atenção dos internautas é algo importante de saber fazer.

Atualmente, existem ferramentas capazes de criar landing pages de forma autônoma.

Mas, isso pode custar um grande preço para aqueles que prezam pela originalidade e pela identidade visual de seus sites.

No final das contas, a ideia por trás do Marketing Digital é conseguir firmar a comunicação entre produtor e consumidor de conteúdos.

E é justamente isso que uma boa Landing Page deve priorizar para conseguir converter o máximo de acessos possível.

Por isso, aqui será ensinado conhecimento em torno da criação de uma boa landing page, assim como suas definições e muito mais.

Até o final deste artigo ,a grande maioria das características que uma landing page deve ter serão abordados.

O que é landing page

Bom, antes de mais nada é importante explicar o que é Inbound Marketing e qual a sua finalidade.

Então, o Inbound Marketing se trata de uma série de estratégias que tem como finalidade conseguir converter internautas em clientes.

Basicamente, isso é feito por meio da produção de conteúdo de relevância, onde uma identificação entre cliente e conteúdo acontece.

Basicamente, isso pode ser feito por meio da análise de informações sobre tráfego.

Em linhas gerais, a partir disso é possível produzir o melhor conteúdo possível para um público específico.

E, entre os recursos presentes dentro das estratégias de Inbound Marketing está a formulação de uma boa Landing Page.

Agora que já se sabe de forma superficial o que é a matriz por trás da Landing Page, é possível explicar do que se trata.

Basicamente, as landing pages são o cartão de visita de um site, a primeira página com a qual os internautas têm contato.

Seu próprio nome, de certa forma, já indica qual é a sua função. Traduzido do inglês significa página de aterrissagem.

Enfim, a partir dessa página os usuários de um site tem contato com diversos artifícios.

Desde conteúdos até mesmo a produtos expostos em oferta dentro do site.

Portanto, em suma, as landing pages se tratam de um espaço exclusivo para a tentativa de uma conversão inicial.

Só que não basta que sigam as definições estabelecidas aqui para que sejam boas páginas de aterrissagem, não.

Existem alguns critérios que classificam-nas como boas ou ruins entre as diversas landing pages dos concorrentes.

Por isso, para que os leitores saibam como fazer uma boa landing page, mais abaixo estão algumas dicas para fazer.

Qual a diferença entre uma página de aterrissagem e uma página inicial de um site?

Isso é uma confusão que muitas pessoas fazem quando não tem um conhecimento aprofundado sobre o que são landing pages.

Apesar de parecerem muito semelhantes, as páginas iniciais e landing pages tem objetivos diferentes dentro do marketing digital.

Enquanto uma tem como prioridade fazer a introdução de forma generalizada de um site, outra tem como função converter clientes.

Ou seja, as páginas iniciais são como uma definição rasa do que se trata um site, enquanto as landing pages são mais profundas e intimistas.

Se for possível equiparar um site a uma pessoa, as páginas iniciais são a primeira impressão que se pode ter de um indivíduo.

E, de forma análoga, as landing pages são as características que se pode notar após observar bem a pessoa ou após ter uma conversa mais profunda.

Ainda que essa tenha sido uma explicação rasa, a partir dessa comparação é possível que aqueles que têm menos experiência na área de marketing digital possam entender.

Mas, é claro que ambas têm grande importância dentro daquilo que são designadas a fazer.

O fato do landingpage ser muito mais atrativo do que uma página inicial não faz com que as páginas iniciais sejam menos atrativas.

Da mesma forma, as landing pages não tem como função contribuir para que os usuários de um site ou blog cheguem até outras partes do site, como as páginas iniciais o fazem.

Portanto, em linhas gerais, o objetivo da landing page é gerar interesse, provocar curiosidade nas personas desejadas.

Como as landing pages trazem resultados?

Bom, como já foi exposto anteriormente, as landing pages têm a capacidade de instigar um público a frequentarem mais vezes um site ou blog.

Em linhas gerais, essa parte do site tem como função conseguir prospectar clientes ou público para um domínio.

Por exemplo: quando alguém, por acaso, tem contato com o conteúdo da landing page de um site.

Nesse momento essa pessoa que tem contato com a atratividade de uma boa landing page se torna um lead.

A partir desse momento, gradativamente a pessoa vai gerando mais interesse nos conteúdos produzidos ou nos produtos vendidos.

À medida que vão entrando e o fenômeno da repetição de entrar no site vai se tornando um hábito, as pessoas caminham para se tornarem clientes.

E, no fim das contas, quando se consegue finalmente captar com total precisão o interesse das pessoas na abordagem dos conteúdos ou produtos à venda, se tem o objetivo final: consumar uma venda, inscrição ou qualquer que seja a finalidade por trás de um conteúdo produzido.

Portanto, a importância que uma landing page tem para os resultados supera qualquer necessidade de manter um grande público.

Sua importância principal perante os resultados é conseguir angariar um bom volume daqueles que se enquadram no público ideal.

Afinal, o conteúdo produzido em um site e os produtos que são vendidos tem como finalidade chegar até o público que tem interesse no mesmo.

Ou seja, se trata de conseguir associar inteligência de mercado com técnicas de marketing efetivas para chegar à conversão.

Como criar uma landing page

Existem várias formas de criar uma landing page na internet. Essas podem ser feitas de forma gratuita e também de forma paga.

No geral, para aqueles que não tem afinidade com Webmaster mas que desejam ter uma boa landing page, o mais recomendável é contratar um especialista.

Hoje em dia existem profissionais capazes de criar ótimas landing pages. E o melhor é que os orçamentos são variados.

Além dessa forma, existem formas mais autônomas de criar uma landing page para aqueles que o desejam fazer.

É possível fazer isso por meio do Wix e do WordPress, por exemplo.

Enquanto no WordPress isso exige pagamento, fazer no Wix pode ser completamente gratuito e livre de taxas.

No Wix isso pode ser feito de forma mais rápida, a partir de seus templates prontos que basta serem escolhidos.

Enquanto criar por meio do WordPress possibilita que aquele que está criando o faça de forma mais livre.

Além dessas alternativas, existem outras possibilidades de lugares na internet que possibilitam a criação de landing pages.

Por exemplo, na Site 123 ou na Sendinblue é possível criar landing pages tão boas quanto as criadas nas ferramentas anteriores.

Mas, criar uma boa landing page, como foi dito anteriormente, exige que se sigam alguns passos.

Alguns deles são: definir um objetivo, criar uma hierarquia visual, gerar ações através de CTA, criar bons designs, escrever bons textos, usar imagens de bancos de imagens, ser direto nas mensagens que se deseja passar e destacar o valor do que se está divulgando.

Por isso, para que os leitores aprendam , aqui está um passo a passo para fazer uma landing page de sucesso.

Exemplos de landing page

Como foi dito anteriormente, as landing pages possuem como objetivo final conseguir converter leads.

E entre todos os tipos de landing pages possíveis, é possível agir por meio de diversos recursos que levem até o objetivo final.

E dentro das técnicas de funil de vendas, existem diversas formas de usar landing pages para conseguir gerar conversões.

A primeira delas é por meio das páginas de captura que, geralmente, têm seus links circulados em redes sociais para conseguir dados.

Com ela se obtém informações de contato e identidade de um internauta para conseguir manter conexão.

Mas, para que ela surta efeitos, é preciso que algum bônus seja oferecido àquele que está usando a página.

E-books, mini cursos, manuais básicos, etc. São muitas as possibilidades de produtos gratuitos para oferecer.

Enfim, o segundo tipo de landing page para usar é a página de vendas. Nessa, é preciso um pouco mais de perspicácia para conseguir converter um lead.

Isso porque essa já mostra claramente o objetivo final, que é a conversão. E geralmente as pessoas demonstram repulsa por conteúdos que logo de cara oferecem um produto para comprar.

Portanto, é preciso que seja o mais convincente o possível mostrando provas sociais, mensagens de clientes e também a transformação que o produto pode causar.

E, lógico, o call to action nunca pode faltar, assim como uma boa copy capaz de agir na mente dos internautas.

Por fim, o último exemplo de landing page é a página de agradecimento. Seu nome é bem sugestivo.

Seu objetivo é garantir que o cliente se sinta bem estando em contato com o conteúdo consumido ou produto comprado.

Essa é uma ótima estratégia para garantir que um lead se torne um cliente recorrente e até mesmo um adepto.

Como fazer uma landing page no WordPress

Bom, antes de mais nada, é preciso dizer que o melhor a se fazer antes de criar uma landing page no WordPress é possuir um site no WordPress.

Enfim, o primeiro passo para criar uma página de aterrissagem no WordPress é acessar o painel de controle do WordPress.

Depois, é preciso clicar na opção Páginas e, em seguida, Adicionar nova. Basicamente o processo de criar uma nova página no WordPress.

Em seguida, é preciso clicar em Adicionar bloco, opção representada pelo símbolo de soma no canto superior esquerdo.

A partir daí é possível colocar os elementos que se desejar dentro da página de aterrissagem.

O terceiro passo para criar a landing page é clicar em Publicar. A partir daí, a página fica disponível no painel.

Após fazer isso, é preciso clicar em Aparência e depois em Personalizar. O próximo passo é escolher mexer nas configurações da página inicial.

Para isso, basta clicar em Configurações da página inicial e, em seguida, clicar em Uma página estática.

A próxima etapa é escolher alguma das opções de modelo da landing page e, claro, possuir conteúdos em blog capazes de sustentar essa página.

Enfim, é assim que se cria uma landing page no WordPress. E vale frisar que foi dito ser interessante fazer isso caso já se tenha um site no WordPress justamente pela praticidade.

Mas, caso se tenha o interesse em fazer uma landing page alienada da página de um site, ou simplesmente para a coleta de dados para uma página do Instagram, por exemplo, isso não é um requisito.

De qualquer forma, é assim que se monta uma landing page no WordPress. Para saber como ter uma página otimizada, ainda neste artigo estão algumas dicas.

Como fazer landing page no Wix

O Wix é uma das ferramentas de criação de sites gratuitas mais usadas atualmente. No texto do blog da Visão Confiável há um tutorial de como criar um site usando o Wix.

Além de ser completamente gratuito, criar um site nessa plataforma possui grandes vantagens.

Uma delas é a praticidade e a facilidade com que se pode fazer isso, mesmo sendo um completo leigo em Webmaster.

Enfim, para criar uma landing page no Wix é preciso seguir os seguintes passos.

Primeiramente, é preciso já possuir um site no Wix para que seja possível criar uma página de aterrissagem no site.

Enfim, ao acessar o painel do próprio site no Wix, o que se precisa fazer é clicar em Páginas. Essa opção fica à esquerda.

Em sequência, é preciso clicar em Adicionar páginas e em seguida clicar em Em branco.

Depois disso, é preciso digitar o nome da página. O ideal para manter a organização, caso seja preciso parar a criação, é que já se escreva o título da landing page ou que se escreva “projeto de landing page”.

Então, basta clicar em Abrir e, em seguida, clicar em Mostrar mais. Após fazer isso, basta clicar em Configurações que a aba Layouts fica disponível.

Posteriormente, é preciso selecionar a opção “Sem cabeçalho e rodapé. Após isso, o usuário tem a opção de tornar a landing page a página inicial de seu site.

Enfim, é possível criar landing pages no Wix a partir de templates, o que torna a criação muito mais fácil.

Caso queira, o criador pode selecionar uma das opções de templates disponíveis em Templates.

A maneira mais recomendável de criar páginas no Wix é por meio das opções do Elementor.

Mas, claro, essa escolha cabe somente a quem possui mais afinidade com esse plugin de sites.

Dicas para uma landing page de sucesso

Assim como foi mencionado no texto diversas vezes, existem alguns parâmetros para definir se uma landing page é ou não boa.

Esses parâmetros podem ser obtidos por meio da vinculação de um site com o Google Analytics.

Isso possibilita que por meio das análises e relatórios concedidos seja possível avaliar o que há de certo ou errado com uma landing page.

A partir daí, é possível fazer alterações de acordo com as dicas que serão dadas para como ter uma landing page que gere consistência.

Bom, antes de mais nada, é preciso dizer que uma landing page tem como obrigação se comunicar de forma objetiva.

Portanto, dizer aos internautas qual é a intenção daquela landing page logo “de cara” é algo positivo.

Então, nada de dar muitas voltas sobre um lead. Questionários são legais, mas não devem ter um número exagerado de perguntas.

Outro aspecto que deve estar em foco por quem criar uma landing page é que os conteúdos visuais estejam distribuídos de forma hierárquica.

Assim a página fica mais “degustável”, prazerosa de estar sendo consumida por quem está vendo o conteúdo.

Outro aspecto que deve estar em voga numa landing page é ter um bom design. Nem muito exagerado em ornamentos e nem muito vago e “sem vida”.

É preciso somente conseguir envolver o design com a copy de forma inteligente para culminar num call to action efetivo.

Por fim, mas não menos importante, é quase que uma obrigação que uma landing page mostre o valor agregado no conteúdo ou produto.

Portanto, nada de “guardar o melhor para o final”. Isso não é um jantar num restaurante de cinco estrelas, é a tentativa de vender um produto!

Meta de conversão

Todo projeto na internet precisa ter uma meta de conversão para que se tenha parâmetros do que se deseja alcançar.

Um info produto ou serviço vendido na internet, independente de qual seja, deve promover alguma transformação. Mesmo que mínima.

Toda criação precisa de um propósito, uma finalidade para a qual sua existência é justificada.

Mas, além do propósito, é preciso que exista um objetivo quantificado no número de pessoas atingidas.

Portanto, ao criar uma landing page, independente de qual seja sua finalidade dentro de um funil de vendas, é preciso estipular as metas de conversão.

E para acompanhar essa meta, basta usar alguma ferramenta de análise de desempenho de tráfego.

Por exemplo: é possível fazer isso por meio do SemRush ou senão por meio do Google Analytics.

E, em linhas gerais, ter uma meta não significa apenas ter alguma ambição, mas como também ter um parâmetro para saber se há algo de errado com a landing page.

Tudo precisa ser levado em consideração: desde os produtos que se deseja vender ou o quanto deles se deseja vender; quantas assinaturas se conseguiu; etc.

O ideal é traçar metas pequenas para que uma landing page não pareça pouco efetiva e logo no início da estratégia acabe sendo reformulada desnecessariamente.

A partir do landing page é possível conhecer a audiência, o que torna muito mais fácil atingir as metas por meio da otimização da página.

Portanto, não há muito o que fazer senão tomar como base os dados que são concedidos pelos leads, direta ou indiretamente.

E, claro, como dito anteriormente: usar ferramentas de análise de tráfego é ideal para conseguir melhorar o desempenho e atingir essas metas traçadas.

Usar frases chamativas à favor da conversão

Um dos fatores mais importantes dentro de uma landing page são seus conteúdos em texto.

É a partir da comunicação que se consegue atrair leads para que se interessem em um produto, serviço ou conteúdo.

Portanto, usar frases chamativas, seja contendo promoções, transmitindo a ideia de exclusividade ou contendo gatilhos mentais é algo indispensável.

O melhor é ser bem objetivo com o texto que vem após esse tipo de frase, para introduzir ao leitor a ideia desejada.

Para fazer isso de uma maneira mais técnica, nada melhor do que usar algumas técnicas de copy para conseguir atingir o objetivo desejado.

Uma boa copy é de grande serventia para quem tem metas traçadas em vendas, assinaturas ou quaisquer outros objetivos que envolvam o uso da linguagem escrita para serem alcançados.

O interessante é que ao usar textos em uma landing page o escritor não se limite a frases genéricas, sem personalidade.

Tudo que está dentro da página de aterrissagem de um site deve conter a identidade daquilo que se está tentando fazer com que culmine na conversão de leads.

Por exemplo: caso se esteja criando uma landing page para a venda de um curso sobre aprender a tocar violão em 10 dias.

A pior coisa a se fazer é usar o tipo de mensagem que qualquer um pode passar.

Afinal, assim como qualquer um pode transmitir a mesma ideia em uma frase, pode-se vender um curso para quem deseja aprender a tocar violão em 10 dias.

Portanto, o diferencial se encontra nas frases da landing page. E, possivelmente, ficou claro aos leitores aqui que essas devem ser impactantes.

Em terra de Marketing Digital Call to action é um”mandamento”

Apesar do título desta seção ser despojado, aquilo que está escrito carrega uma grande verdade.

Dentro do marketing digital, se o call to action não é usado, não há como convidar audiência para conferir mais conteúdos, fazer uma compra ou contratar um serviço.

Portanto, ao fazer uma landing page, o ideal é que se tenha um call to action bem definido e chamativo.

Se o leitor prestou atenção na seção anterior sobre frases chamativas à favor das conversões, é importante que saiba que o mesmo vale para as CTA.

Além disso, ter botões chamativos na página de aterrissagem é importante para que a audiência sinta que ao clicar no botão haverão benefícios.

É possível identificar botões de call to action semelhantes ao descrito no parágrafo anterior no anúncio do YouTube Premium.

Afinal, por que uma pessoa assinaria o YouTube Premium sendo que tem acesso aos serviços dessa plataforma de vídeos de forma gratuita?

Bom, antes de mais nada, o YouTube deixa bem claro em sua propaganda as vantagens de fazer a assinatura.

Depois, um botão contendo um Call to action bem chamativo fica exposto na página do anúncio, convidando a audiência a experimentar um mês grátis.

E é aí que o lead é “fisgado”! O interesse em ter um benefício é maior do que a razão encontrada para não assinar um plano.

E é basicamente essa ideia que se deseja expressar aqui para que os leitores aprendam como fazer um bom call to action na landing page.

Esse botão de CTA deve ser tão convincente quanto o texto ou conteúdo usado antes dele para prender a atenção dos leads.

Conter um bônus ou uma grande oferta é o ideal para um CTA capaz de converter mais.

Conteúdos em vídeo são um diferencial

Algo que nem todas as pessoas que não estão inseridas dentro do universo do marketing digital sabem é que os vídeos são o tipo de conteúdo mais consumidos da internet.

Além de ter vídeos em uma página de vendas contribuir muito para sua difusão entre os internautas, essa é uma ótima forma de prender a atenção das pessoas.

Claro que não basta colocar qualquer vídeo na página para que seja considerada uma boa landing page.

Na verdade, o vídeo deve conter um roteiro inteligente, capaz de prender a atenção com facilidade daqueles que acessam a landing page.

Portanto, nada de fazer vídeos monótonos com falas muito explicativas ou com conteúdo difícil de entender.

Os vídeos devem ser dinâmicos, contendo falas inteligentes e que transmitam a essência do que se deseja passar.

No geral, os vídeos com maior aproveitamento são aqueles que possuem gatilhos mentais no início, meio e fim.

Dessa forma, aquele que está o assistindo fica instigado por mais conteúdo e para saber do que se trata o vídeo em questão.

Fora isso, os vídeos não precisam ser super produções com câmeras ou ferramentas para uma criação cinematográfica.

Nesse caso, o conteúdo importa muito mais do que a forma. Por isso, ter uma boa landing page é algo que é totalmente viável e democrático.

Basta ter um celular com câmera, um editor de vídeos e um bom roteiro com gatilhos, comunicação inteligente, uma fala pausada, boa trilha sonora e, claro, um CTA.

Landing page para empresas

Bom, agora que foi possível ressaltar os benefícios de ter uma landing page e também que já se explicou como criar uma, é importante mostrar alguns pontos sobre uma empresa ter uma landing page.

Então, como já foi citado anteriormente no texto, uma landing page tem como função principal fazer a captação de leads.

E para “fazer valer” a pena a presença digital, nada melhor do que uma ferramenta para captar os dados de possíveis clientes.

Uma empresa que tem como pretensão usar a internet para conseguir ter mais clientes, com certeza, precisa traçar estratégias que envolvam landing pages.

Afinal, essas são capazes de proporcionar uma interação com o público que pode se interessar por seus serviços ou produtos.

E uma vez que se tem uma página de aterrissagem bem estruturada, é possível adotar o mail marketing.

Mas, claro, é sempre bom lembrar que se tenha um email profissional com domínio próprio para que transmita a ideia de profissionalismo.

Caso o leitor tenha interesse em se aprofundar mais em email marketing, isso é algo que pode contribuir muito para conversas.

Enfim, retornando ao assunto sobre empresas: existem vários exemplos de páginas de vendas no WIX que, por sinal, possuem templates gratuitos para landing page com a mesma estética.

Para conferir, basta o WIX e buscar pelos templates prontos que mais parecem interessantes. Aqui no blog da Visão Confiável já foi explicado como criar uma página de vendas no Wix.

Ademais, não há muito o que dizer sobre uma landing page para empresas senão que essas precisam ser muito objetivas.

E o que se quer dizer com isso é que ao formular uma página de vendas se busque passar ao lead o que será feito com os dados concedidos. No caso, manter contato ou oferecer um produto gratuito.

Landing page pronta

Navegando na internet em busca por resultados de landing pages prontas é possível encontrar vários resultados de modelos diferentes que são anunciados como tendo altas taxas de conversão.

No entanto, é preciso ter muito cuidado com esse tipo de página pronta.

Por mais que alguns plugins do WordPress ou do WIX possibilitem que se crie uma landing page baseada em modelos prontos, talvez o melhor seja prezar pela originalidade.

A presença digital é algo que vai muito além de estar na internet. Estar presente na internet deve ultrapassar a fronteira do “estar” para se aproximar do “ser”.

Com isso se infere a ideia de que é preciso manter uma identidade que só a originalidade consegue agregar.

Portanto, mesmo que se use um desses modelos prontos, o ideal é que se busque por fazer o máximo de edições o possível para que fique algo criativo, capaz de fazer conversões efetivamente.

Mas, caso queira usar modelos prontos e mais simples, não há muito problema.

Só não é algo recomendável. Como no caso de uma empresa usar um modelo pronto de landing page que várias outras empresas usam. E muitas vezes empresas do mesmo nicho.

Ainda que muitos clientes não reparem nas semelhanças, é no diferencial que uma landing page possui que se encontra o motivo para ter taxas de conversão maiores.

Todavia, empresas que ainda não possuem uma equipe capaz de criar uma landing page podem muito bem usar esses recursos da internet.

Ainda quando se tem um setor dentro da empresa voltado para gerir o marketing digital, ter alguém com criatividade para criar uma página de aterrissagem pode ser um impasse.

Portanto, é aí que se encontram os benefícios de ter modelos prontos de landing pages na internet.

Como divulgar landing pages

Agora que já se sabe bastante sobre landing pages, uma coisa que ficou faltando ensinar ao leitor foi como divulgar landing pages.

Apesar de serem páginas de captura de clientes, essas precisam estar dentro do alcance dos possíveis clientes para que funcionem.

Atualmente, existem diversos locais da internet que podem ajudar na divulgação de páginas de aterrissagem.

Seja por meio de redes sociais, como Instagram ou Facebook, ou por meio de grupos de WhatsApp e Telegram.

Há ainda a opção de divulgar landing pages por meio de vídeos do YouTube ou Tik Tok. Essa é uma ótima estratégia, visto que vídeos são o tipo de conteúdo mais visualizado da internet.

Enfim, quando o assunto é landing pages, a divulgação é algo indispensável. Por isso, aqui estão algumas das maneiras de fazer isso.

A primeira forma é por meio dos próprios sites, onde usando CTA ‘s chamativas é possível atrair a atenção do público para as landing pages.

Para isso, basta ter uma call to action no site sempre que se publicar algum conteúdo no blog, por exemplo.

Ainda há como fazer isso por meio das redes sociais, como foi dito anteriormente.

Para isso, basta fazer publicações com CTA ‘s para convidar as pessoas a conhecerem melhor os conteúdos, produtos e serviços oferecidos pela empresa e colocar o link da landing page no texto da publicação.

Outra forma muito efetiva de fazer isso é fazendo anúncios em mídia paga, tal como no Google Ads ou Facebook Ads.

Para saber mais sobre esse assunto, o blog da Visão Confiável possui alguns conteúdos sobre isso.

Enfim, são diversas as maneiras de divulgar uma página de aterrissagem para que essa atinja o maior número de pessoas possível.

Como criar uma landing page para Webinar

Os Webinar são uma forma de conteúdo digital que a cada dia mais conquistam o público, tanto por serem conteúdos ao vivo quanto por ser uma forma de estreitar as relações com os leads.

E para conseguir captar o máximo de espectadores para um Webinar, nada melhor do que ter uma boa landing page.

Por isso, para que os leitores saibam como montar uma landing page com a finalidade específica de captar espectadores para um Webinar, aqui estão algumas dicas.

Primeiramente, o mais interessante é que se crie um evento no Hangouts. Isso porque o link do Hangouts será útil para a landing page.

Depois disso, o interessante é que se tenha em mente a necessidade de usar um canal de comunicação para interagir com o público.

Muitos usam o WhatsApp ou o Telegram para manterem contato com o público em eventos assim.

Todavia, existem plataformas feitas especificamente para a comunicação durante esse tipo de eventos, como é o caso da Disqus.

Enfim, o próximo passo é criar uma landing page que tenha um vídeo em seu template.

Dessa forma é possível manter o público aguardado pelo Webinar que pode acontecer na página que está sendo feita.

Isso pode ser muito útil para fazer com que as pessoas que têm interesse no Webinar concedam suas informações.

E é justamente por esse motivo que fazer um Webinar numa landing page contribui bastante para aumentar as conversões de leads: a inscrição.

Ao possuir informações de contato dos internautas, têm-se tudo que é preciso para colocá-los em um funil de vendas.

Caso o leitor queira entender melhor sobre funil de vendas, há um texto no Blog da Visão Confiável que detalha melhor o assunto.

Como fazer uma boa página de agradecimento

Assim como foi explicado mais acima, um dos tipos de landing page são as páginas de agradecimento.

Ainda que essas páginas não tenham como função a captação de dados para conversões, são uma parte crucial do processo.

Por isso, saber como saber como usar uma landing page para agradecer aqueles que se inscreveram em um evento, compraram algum produto ou tenha feito qualquer ação relacionada a empresa é algo positivo.

Então, para que os leitores aprendam a como fazer uma boa página de agradecimentos, aqui estão algumas dicas.

Primeiramente, aqueles que estão em uma página de agradecimento não precisam mais serem convencidos de nada além de que terem se tornado leads de uma empresa foi uma ótima escolha.

Portanto, além de mostrar gratidão na mensagem contida na página, é interessante que se exaltem os benefícios de sua escolha.

Além disso, algo que deve estar bem claro na página de agradecimento é o que acontecerá em seguida com o lead.

Essa é uma ótima oportunidade para adiantar aos internautas convertidos em leads o que sucederá. Seja em eventos, aulas, e-mails a receber, etc.

Na verdade, esse é um dos pontos principais de se ter uma página de agradecimento: transmitir as próximas etapas aos clientes.

Algo interessante a se fazer em páginas de agradecimento também é disponibilizar links para outros produtos.

Isso é uma ótima alternativa para quem possui mais de um produto, evento ou serviço a oferecer.

Visto que a página de agradecimento é um espaço onde as pessoas estão mais suscetíveis a sugestões, é um bom espaço para mostrar mais do que se tem a oferecer.

Por fim, uma última sugestão é que na página de agradecimentos se dê informações melhores sobre a empresa. Como um pequeno texto institucional.

SEO para landing page

As técnicas de SEO são algo indispensável para o ranqueamento de qualquer página na internet.

E para as landing pages não é diferente. Existem diversas práticas que podem contribuir para que o posicionamento de uma landing page seja melhor.

Como o intuito final é conseguir converter mais leads, é isso que as técnicas de SEO bem feitas tem como propósito.

Portanto, para que os leitores saibam mais sobre o assunto, aqui estão algumas dicas que podem fazer toda a diferença para o SEO de landing pages.

Caso haja maiores dúvidas sobre o assunto de SEO, o blog da Visão Confiável possui diversos textos sobre esse tópico.

Além disso, a agência oferece serviços exclusivos de SEO. Para entrar em contato basta mandar uma mensagem pelo WhatsApp.

Bom, e para começar, antes de falar especificamente de cada uma das técnicas, aqui estão as práticas a serem adotadas.

Antes de mais nada, uma das principais a serem tomadas por aqueles que desenvolvem uma página de aterrissagem é o uso das palavras chave adequadas ao conteúdo.

Isso terá serventia para que os mecanismos de busca consigam identificar do que se trata a página e direcionar para o público específico.

Outro aspecto a se atentar é a URL da página, uma vez que isso faz toda a diferença para que o SEO esteja otimizado.

Além disso, fazer o uso de backlinks é algo que contribui bastante para que a página seja acessada de diversos locais diferentes da internet.

Por fim, mas não menos importante: fazer monitoramento da página e sua velocidade com ferramentas tais como o Google Search Console.

Para que o leitor entenda melhor como otimizar o SEO adotando as práticas mencionadas aqui no texto, abaixo há uma abordagem mais específica do que foi abordado nessa seção.

Palavra chave

Aqueles que já possuem afinidade com Marketing Digital sabem que as palavras chave são guias na internet.

Isso porque é a partir delas que as ferramentas de busca conseguem direcionar conteúdo para pessoas que possivelmente tem interesse no assunto.

E para as landing pages não é diferente. Por isso, uma das medidas a serem adotadas para melhorar o SEO de uma landing page é ter uma palavra chave sólida, capaz de estruturar todo o conteúdo da página.

Uma vez que se tem uma palavra chave com boas taxas de clique sendo usadas com naturalidade no conteúdo, o sucesso é garantido.

Claro que isso vai depender muito do restante que é feito. A conduta de uso de palavras chave é um diferencial.

Palavras chave sendo usadas em demasia, por exemplo, podem acabar atrapalhando ao invés de ajudar.

E é aí que entra a necessidade de se usar palavras chave secundárias, para que não torne o conteúdo repetitivo e maçante.

Além dessas, há também como empregar palavras chave semânticas. Dessa forma é possível contribuir para o destaque da palavra chave principal.

E, claro, para fazer a escolha de uma palavra chave é preciso usar ferramentas que deem acesso a dados e análises.

O SemRush e o Google Keywords são ótimas ferramentas para decidir quais as melhores palavras chave para usar.

E caso se deseje saber mais sobre o assunto de palavras chave, Google Key Keywords ou SemRush, no blog da Visão Confiável há textos sobre isso.

Conteúdo estruturado

Como foi dito anteriormente, é preciso ir além do uso de palavras chave para conseguir ranquear uma página na Web.

A maneira como são usadas também possui muita relevância para conseguir ter um bom ranqueamento.

Portanto, para conseguir destacar uma landing page usando palavras chave o melhor a se fazer é estruturar o conteúdo usando-as.

Isso facilita a indexação da página pelo Google. E para aqueles que não entendem sobre o assunto: isso é algo completamente desejável para uma página de site.

Portanto, ao usar no título da página, o ideal é dar prioridade para que comece com a palavra chave.

Assim como é interessante que isso seja feito na meta descrição, outro espaço de muita relevância para o SEO.

Além disso, usar palavras chave secundárias nos cabeçalhos auxilia diretamente no destaque que a palavra chave primária pode ter.

E no uso de imagens ou outras formas de mídia, colocar palavras chave no título das imagens ou no texto Alt é um diferencial.

Enfim, se for possível resumir esse tópico em poucas palavras: usar as palavras chave primárias e secundárias no conteúdo é algo positivo.

Mas, é preciso ter cuidado para não cometer exageros e nem usar palavras chave erradas para que não atrapalhe no ranqueamento.

De forma geral, isso é um dos pontos mais importantes do SEO quando se fala do uso de palavras chave.

Saber usar um planejador de palavras chave assim como aplicar as palavras no conteúdo é algo indispensável para quem deseja ter sucesso com a landing page ou em qualquer forma de inbound marketing.

E isso mostra o quanto é interessante poder contar com conhecimento técnico, ou com uma equipe capaz de executar esse tipo de serviço ou com serviços de plataformas como a SemRush.

URL

Assim como foi dito anteriormente, o URL faz toda a diferença dentro do SEO também.

Algo que é muito comentado e recomendado por especialistas em SEO é sobre a quantidade de caracteres que o URL de uma página deve ter.

Apesar de ser algo que aparentemente não tem tanta relevância, o URL serve como forma de identificar o que está contido em uma página.

Por isso, ter um número de caracteres entre 50 e 60 no URL é seguir um parâmetro recomendável para que os buscadores possam identificar a página com facilidade.

Assim como nas demais sugestões que foram dadas, colocar as palavras chave no início do URL é tão positivo quanto fazer isso em títulos de páginas.

Uma boa landing page precisa de um URL que descreva exatamente aquilo do que trata com facilidade.

Como no caso do URL da página em que esse texto do blog da Visão Confiável se encontra “landing-page”.

A palavra chave “landing page” se encontra logo no início do URL. Depois, é recomendado inserir palavras secundárias.

Ou seja, o URL além de ser auto explicativo deve ser também fácil de ser compreendido, tanto pelos mecanismos de busca quanto pelo público alvo.

Enfim, essa é a dica que se pode dar sobre otimização do SEO do URL de uma landing page.

Backlinks

Assim como os outros artifícios de SEO que foram ressaltados aqui, os backlinks possuem grande importância para um bom ranqueamento.

Antes de mais nada, é preciso frisar que bons backlinks são aqueles que advém de sites conceituados, seguros e que possuem autoridade.

Portanto, nada de usar backlinks de fontes com conteúdo duvidoso ou de sites com segurança questionável.

Ao usar dados em algum conteúdo, o interessante é que se mencione a fonte usando o backlink.

Dessa forma, a landing page que fizer o uso desses links fica mais propensa a ser referida no site da fonte.

Atualmente, existem diversas formas de saber em quais sites concentrar o uso de backlinks.

Com o SemRush, por exemplo, há como fazer isso tendo como base informações sobre esses sites e a relevância que podem ter para a página em questão.

Criar backlinks orgânicos por meio da criação de conteúdo em redes sociais é uma ótima estratégia também.

Isso pode ser feito no Facebook, Instagram, Linkedin, Twitter e várias outras redes diferentes.

O importante é conseguir referir com autoridade e precisão nas informações concedidas.

A landing page acaba se tornando muito mais atrativa quando seu link é referido em um site que aborda o assunto retratado no que se propõe nesta página de aterrissagem.

Portanto, todo esforço para ter bons backlinks é pouco. Isso é algo que deve estar entre as prioridades de um SEO.

Porque investir em uma landing page

Seja para loja virtual ou para venda de algum infoproduto (e-book, mentoria, curso, etc), ter uma landing page é algo que contribui muito para a conversão de leads.

Mas, para além disso, as páginas de vendas são uma ótima maneira de se aproximar dos prospectos.

A partir do momento em que se tem as formas de entrar em contato com os internautas, esses passam a ficar dentro de um funil de vendas.

E uma vez dentro do funil de vendas, se torna só uma questão de tempo até que se tornem clientes ou espectadores de um conteúdo.

Factualmente, a página de vendas possui esse poder de atrair pessoas para conhecerem melhor algo que está dentro do seu campo de interesse.

Mas, assim como pode ser completamente atrativa para os internautas, uma página de venda pode repeli-los.

Por isso, o ideal é seguir alguns parâmetros que foram passados aqui no texto para que esse recurso de inbound marketing surta bons resultados.

É claro que mesmo com alguma falha ou outra a landing page ainda surtirá efeitos positivos no tráfego e nas conversões.

Mas, nada melhor do que ter os melhores resultados sem que seja preciso ficar moldando a estratégia de acordo com as falhas.

Mesmo que as melhorias sejam inevitáveis ao longo do processo, o mais interessante é ter uma landing page que mostra eficácia desde o início.

É claro que os efeitos não são imediatos. Mas, se todas as estratégias ensinadas aqui e as dicas para uma boa landing estiverem sendo feitas, é uma questão de tempo até que as conversões cresçam.

Em linhas gerais, as landing pages são a grande teia que as empresas podem usar para conseguir prender mais clientes.

Portanto, se for pra resumir em poucas palavras a importância de ter uma landing page: captar mais clientes.

Conclusão

A partir desse texto foi possível esclarecer muitas questões em torno das landing pages e como criar uma.

Bom, a intenção principal deste artigo era dar uma base para que aqueles que têm interesse em ter uma página como essa em seus sites conhecessem as formas de criar uma que surta efeitos positivos.

A grande importância por trás das landing pages está na capacidade que têm de conseguir conciliar CTA ‘s com conteúdo de relevância para chegar a um fim.

As finalidades são várias. Desde agradecimento, captura ou vendas.

E não importa, mesmo que a finalidade seja diferente para cada uma delas, as dicas que foram dadas aqui se aplicam a todos.

Usar técnicas de SEO a favor do melhor ranqueamento dessa landing page é tão importante quanto fazer isso para as demais páginas de um site.

Portanto, não há como fugir das ferramentas do Google que auxiliam na procura por palavras chave e também para análise de seus efeitos.

Google Keywords, Google Analytics e Google Trends se alinham entre as ferramentas capazes de contribuir para o sucesso de uma landing page.

E aqueles que não sabem como criar uma landing page ou que não tem a menor ideia de por onde começar, a melhor coisa a se fazer é usar templates gratuitos.

Existem vários lugares na internet onde é possível encontrar exemplos de landing page gratuitos.

Enfim, uma dica que já foi dada mas que vale a pena reforçar é que se crie uma landing page em um local em que já se tenha hospedagem.

Por fim, caso haja dúvidas sobre o assunto, o blog da Visão Confiável possui um artigo que ensina como criar sites do zero.

Deixe seu comentário