O marketing digital é um dos instrumentos mais importantes da atualidade, quando o assunto é a venda ou então alcançar o público. Com o passar dos anos, e com o surgimento e avanço da internet, as técnicas de marketing foram se aprimorando também.

Atualmente, em plena era da internet, com cada vez mais pessoas conectadas, com mais da metade da população mundial já tendo acesso a esse mundo virtual, o modo como as empresas chegam até o seu público-alvo é bastante diversificado.

Realmente, o marketing digital abriu novas portas para as marcas, que conseguem chegar até as pessoas de uma forma muito mais efetiva, envolvente e direta. Além do mais, o direcionamento específico para um grupo em questão, algo que era quase impossível anos atrás, já é totalmente normal.

Essa possibilidade de planejar esse foco, e direcionar para o local e no tempo certo uma propaganda, um anúncio ou uma oferta, é algo que gera resultados cada vez mais eficientes.

E nesse artigo, a Visão Confiável vai percorrer por diversas áreas e ramificações do marketing digital, buscando entregar um material amplo sobre esse tema. Alguns dos assuntos abordados são o seu real significado, exemplos, estratégias, vantagens, funcionamento, locais de atuação, plataformas para gerenciar, etc.

Por isso, se você quer conhecer a fundo esse conteúdo, acompanhe a gente nessa jornada, e fique por dentro do marketing digital. Vamos nessa!

O que é marketing digital exemplos?

O marketing digital define-se como o conjunto de estratégias de marketing que se utiliza dentro da internet, e tem o objetivo de divulgar um produto ou marca. Desse modo, são as estratégias de divulgação aplicadas dentro desse meio digital.

O marketing em si tem como grande objetivo ligar as duas partes do processo de compra e venda. Ele faz com que os clientes entrem em contato com a marca, conheçam o produto, sintam-se atraídos por ele.

Em outro ponto, o cliente também consegue suprir suas necessidades, uma vez que o produto ou serviço é algo que realmente lhe interessa. Assim, as estratégias de marketing tem esse papel de ligar essas partes, cliente e marca.

Em síntese, o objetivo do marketing digital continua o mesmo. A grande diferença, porém, é o meio de atuação, uma vez que seu palco é a internet. Aliás, desde seu surgimento, ainda na década de 90, o marketing evoluiu bastante.

A internet abriu um novo mundo dentro dessa conexão, dando muito mais alcance e permitindo também um tipo de interação de mão dupla. Afinal, ao mesmo tempo que a marca consegue chegar ao cliente, ele também pode dar um retorno para a empresa.

As redes sociais, uma vez que fazem parte desse ambiente digital, também ocupam um papel fundamental dentro do marketing digital. Um dos principais motivos para isso, é que elas concentram grande parte do público alvo das empresas, dos mais diversos ramos.

Plataformas como o Facebook, Instagram, Tik Tok, Youtube, etc. contam com bilhões de pessoas conectadas, e o marketing digital consegue obter um enorme resultado ao também se fazer presente dentro delas. De um modo geral, são muitos os meios e modos que esse marketing se apresenta, uma vez que o seu campo de atuação percorre toda a imensidão da internet.

Como funciona o marketing digital?

O funcionamento do marketing digital é algo, em suma, bastante simples de entender. Afinal, em termos gerais, ele não se diferencia do marketing tradicional, como placas publicitárias, outdoors, etc. A grande diferença, porém, é o seu meio de atuação, que é a internet.

Assim, embora não tenha diferenças iniciais, acaba percorrendo um mundo totalmente novo, e com possibilidades diferentes. Por isso, com o passar do tempo, cada vez mais o marketing digital vai se distanciando do marketing tradicional, ao menos em questões de aplicações, resultados, etc.

Como observado, o objetivo é conectar essas duas partes: a empresa e o público. Em outras palavras, vender algo ou alguma coisa, melhorar a imagem de uma empresa etc. Assim, o que se busca realmente é chegar até esse público.

As formas que apresentam-se para esse fim, porém, variam bastante. Afinal, a internet proporciona essa imensidão, que se explora bastante dentro do marketing. Por isso, o marketing digital funciona, por exemplo, através das redes sociais; dos sites e blogs das empresas; de plataformas de vídeo; dos canais de comunicação, como o e-mail; etc.

Ele funciona em diversos segmentos da internet, sempre aproveitando as melhores características da mesma. A velocidade como as coisas acontecem, como as informações chegam, o modo como as pessoas se comunicam, tudo isso aproveita-se devidamente aproveitado.

Cada estratégia relaciona-se mais a uma questão em especial, com modus operandi e resultados diversificados. Mas, sempre buscando chegar de forma eficiente as pessoas que acessam esse ambiente virtual, que estão presentes na internet.

Basta apenas planejar os objetivos, escolher as melhores estratégias para alcançá-los, colocar tudo em prática, e depois fazer uma análise detalhada dos resultados obtidos. Essa, aliás, é outro ponto bastante importante desse marketing.

Marketing digital
O Marketing digital conecta a marca com seu público

Marketing Digital exemplos

Para que seja possível entender um pouco mais sobre o que é realmente o marketing digital e como ele se apresenta, é importante observar alguns exemplos. Felizmente, são muitas as formas como ele aparece, não sendo muito difícil de identificar.

As formas de apresentação podem variar de acordo com o interesse da marca, mas, de todo modo, objetivam chegar até o público-alvo. Essa é a intenção da criação de uma campanha de marketing, e o mesmo se repete também dentro do marketing digital.

Anúncios do Youtube

Um exemplo bem conhecido do marketing digital são os famosos anúncios do Youtube. Criaram-se esses anúncios como uma forma de monetizar a plataforma em si, gerando renda tanto para os Youtubers quanto para a própria plataforma, que é uma propriedade da gigante Google.

O Youtube conta com bilhões de acessos, e conseguir apresentar uma marca dentro da plataforma, acaba sendo um modo eficaz de alcançar o público. E é justamente para isso que criaram-se os anúncios nos vídeos.

Esse é um método bastante eficiente de marketing digital, que está presente dentro da estratégia de tráfego ou mídia paga. Isso porque as marcas pagam pela produção e vinculação dos anúncios durante os vídeos, a fim de que o público possa conhecer e saber mais sobre ela.

O Google Ads é a plataforma que controla esses anúncios, direcionando-os para o público-alvo das empresas. Desse modo, eles não surgem do nada, desordenadamente, mas sim com o objetivo de alcançar um público em específico.

A mídia paga acaba sendo uma das estratégias mais eficientes do marketing digital, e possui custos de investimento bastante variados, e que conseguem gerar resultados positivos para a marca.

O mesmo ocorre também dentro de sites ou blogs, por exemplo, com os banners que ficam dispostos na tela. É o próprio Google Ads quem também os organiza, sendo uma forma direcionada de atingir o público-alvo.

Escolhe-se esse público na hora de criar o anúncio, com a escolha de questões como idade, gênero e localização. Em outros casos, ocorre também quando uma pessoa entra em contato com a marca.

Conteúdos de blogs

Essa não é uma regra, mas uma boa parte dos conteúdos de blogs, pertencentes a sites maiores, fazem parte de uma estratégia do marketing digital. Esse é um método eficiente de atrair o público-alvo até a marca, oferecendo algo de interessante em troca. Normalmente, tratam-se de conteúdos afins, que se publica no blog.

Desse modo, quando uma pessoa está com alguma dificuldade ou possui interesse em uma área, ela vai buscar essas informações nos motores de busca, como o Google. Então, as empresas criam artigos com essas respostas em seus blogs, o que é algo bem interessante.

Dentro do blog, ele acaba tendo contato com a marca em si, e até mesmo se tornando um lead, ao fornecer um e-mail de contato (ao deixar um comentário, por exemplo). Assim, após essa atração inicial, ele acaba sendo nutrido com mais informações, até finalmente converter-se em um comprador.

Vale lembrar que há aqui uma atração, onde a marca cria conteúdos voltados para o seu público-alvo, que é quem tem interesse em acompanhar essas informações. Há uma troca eficiente nesse processo, sendo esse um método também muito eficiente do marketing digital, que se encaixa nas estratégias de marketing de conteúdo e também em Inbound Marketing, que serão vistas mais adiante nesse artigo.

Posts patrocinados

Dentro de redes sociais, mais especificamente o Facebook e o Instagram, é comum se deparar com publicações de perfis “patrocinados” no feed. E essas publicações também são parte da estratégia da mídia paga do marketing digital.

Nesse caso, é o Facebook Ads quem controla essas ações, e tem uma atuação similar ao Google Ads. O que vai variar realmente é o local onde eles são vinculados, já que o Facebook Ads é voltado para as plataformas da atual Meta, como o Facebook e o Instagram.

Nesse caso, as marcas também pagam para que seus anúncios apareçam, sendo novamente direcionadas para o seu público-alvo através da escolha do perfil ideal. Com isso, toda a eficiência do método é aumentada.

Claro que esses não são os únicos exemplos pertencentes ao marketing digital, uma vez que ele se apresenta de diversos modos. A própria criação de uma conta oficial em uma rede social, com a publicação de conteúdos relevantes, por exemplo, também é uma estratégia desse tipo de marketing.

Então, ele anda longe de reduzir-se à veiculação de anúncios em redes sociais, sites ou outras plataformas. Há também maneiras orgânicas de fazer isso, como ocorre na publicação de conteúdos em blogs, que também é um método eficaz de alcançar o público desejado.

Quando começou o marketing digital?

A origem do marketing digital se confunde com a própria internet. Afinal, por ser esse o seu meio de atuação, quando o mundo finalmente pôde se conectar, o marketing também tomou conta desse ambiente.

Obviamente que tudo ocorre de uma forma crescente, iniciando de um modo bem mais básico. No entanto, o tempo transformou realmente as estratégias, e tudo ganhou as proporções que possui atualmente.

Tudo teve seu início ainda na década de 90, quando a internet surgiu e permitiu que as pessoas tivessem um novo ambiente para utilizar, o virtual. Nesse período, tudo ainda era bastante reduzido, tanto quanto ao número de pessoas, quanto também às utilizações que existiam.

Mesmo que de um modo bem menos funcional, o marketing, que já era amplamente aplicado no mundo real, também migrou para esse ambiente. Empresas da internet, como o próprio Google, surgiram também nesse período, mas não eram tão significativas quanto são nos dias atuais.

Assim, foi realmente com a virada do milênio, a partir dos anos 2000, que tudo começou a tomar as proporções que possui atualmente. A internet se tornou uma realidade, e cada vez mais funções eram permitidas. O próprio acesso a essa rede começou a ficar um pouco mais facilitado, o que possibilitou que ainda mais pessoas tivessem acesso.

Foi nesse período também que surgiram diversas redes sociais e plataformas, como o Facebook e o Youtube. A ampliação da internet era acompanhada de perto pelo marketing digital, que ia também abrangendo cada vez mais mercado.

marketing na internet
A internet permitiu que o mundo se conectasse

O que vender no marketing digital?

O marketing, de uma forma geral, busca aproximar o público das empresas, fazer com que uma marca seja conhecida e com que as pessoas tomem conhecimento sobre o produto ou serviço comercializado. E o marketing digital não foge desses princípios. O que vai se alterar, realmente, é o campo de atuação.

A internet é o grande campo do marketing digital, tornando-se um modo bastante eficiente de chegar até o público-alvo. Além, é claro, de haver aqui um direcionamento mais efetivo para quem realmente tem interesse nesses produtos ou serviço, dando mais eficácia ao processo.

E o melhor de tudo é que além do enorme campo de atuação que ele possui, há também uma imensidão de possibilidades sobre o que pode-se comercializar. Afinal, o marketing digital busca fazer a ligação com o público, e isso vale para os mais diversos campos. Na verdade, essa questão sobre o que vender no marketing digital abrange basicamente todos os produtos e serviços que se deseja. 

Lojas virtuais, Instituições financeiras, e-commerces, instituições de ensino superior, empresas dos mais diversos segmentos, etc. todos podem se utilizar do marketing digital para alcançar seus objetivos de venda e reconhecimento.

Quem deseja vender um curso, por exemplo, também consegue facilmente se utilizar das estratégias do marketing digital para chegar até o seu público. Realmente, quando se trata de bens e serviços, o marketing digital consegue atuar de uma forma eficiente, aproximando marca e público.

Nesse caso, tudo pode depender também da estratégia que se vá utilizar, já que por estar em um gigantesco campo de atuação, o marketing digital conta com métodos diversos de alcançar seus objetivos.

Qual a vantagem do marketing digital?

Se tem algo que o marketing digital tem a oferecer para as empresas que começam a utilizar suas estratégias, são justamente suas vantagens significativas. O próprio meio de atuação, a internet, já é bem mais dinâmica em relação a outros formatos, e isso agrega bastante.

Um dos primeiros pontos que deve-se abordar são justamente as proporções que esse tipo de marketing possibilita. Desde uma microempresa até uma gigante do mercado pode se utilizar de estratégias eficientes para atingir seu público.

Os custos de investimento também são bem variados, e há opções que vão depender realmente apenas do esforço por parte da marca. De um modo geral, algumas das vantagens que o marketing digital oferece são:

  • Menor custo para a implementação das estratégias;
  • Melhor interação com o público, que oferece um feedback importante para a marca;
  • Rapidez na hora de implementar as estratégias;
  • Análise de dados completa, seja antes de colocar as estratégias em prática, ou na observação dos resultados.

Para que seja possível entender melhor cada uma dessas vantagens, vejamos então uma explicação mais detalhada de cada uma delas.

Menor custo

Em termos gerais, o marketing digital acaba sendo bem mais em conta que o marketing tradicional. Além do mais, algumas estratégias mais simples podem depender basicamente do esforço e tempo dedicados a ela.

Claro, para que seja possível atingir resultados mais plausíveis e rápidos, é preciso que haja um investimento melhor elaborado. Mas, mesmo assim, o custo costuma ficar mais em conta do que um marketing tradicional, dentro dessa mesma proporção.

Ainda em relação a esse fator, além desse custo menor, os próprios benefícios obtidos ainda são mais efetivos. Assim, o custo benefício do marketing digital é um dos seus pontos mais relevantes, e por isso atrai cada vez mais marcas. O retorno que esse investimento oferece é realmente significativo.

Interação

Uma das grandes vantagens que o marketing digital oferece, sem dúvidas, é a possibilidade de interação direta com seu público. Quando se pensa em um outdoor, por exemplo, que fica fixo perto das avenidas e ruas, trata-se de uma mensagem direta para o cliente, mas sem a possibilidade de que ele interaja com ela.

No marketing digital, por outro lado, a grande maioria das estratégias permite essa ação. Nas redes sociais, por exemplo, é possível curtir, comentar, etc. Assim, o público fornece uma resposta eficiente sobre e rápida sobre ela.

Essa interação consegue trazer benefícios diversos para a marca, aumentando o engajamento dentro das redes; melhorando a relação entre empresa e cliente; permitindo um feedback valioso sobre a campanha, e muitos outros.

Esse retorno simplificado permite que seja possível analisar, de uma forma bem eficiente, a qualidade da campanha. Afinal, com a interação, é possível observar como o público está recebendo-a, quais são os efeitos que ela está causando.

Pensando também em questões futuras, essa análise permite uma melhoria significativa em campanhas posteriores. Isso porque tudo o que não deu muito certo, pode ser modificado.

Rapidez

A rapidez com que pode-se implementar o marketing digital dentro de uma empresa, também é uma vantagem importante. Afinal, esse é realmente um campo muito vasto, e que conta com diversas estratégias a se aplicar.

De certo modo, essas estratégias, que veremos mais adiante nesse artigo, variam bastante em termos de implementação. Elas vão desde publicações simples no Instagram, até todo um acompanhamento dentro do funil de vendas.

Assim, são muitas estratégias, muitos conhecimentos a serem adquiridos, mas também muitas possibilidades para serem implementadas. Com isso, o marketing digital oferece essa opção de começar rapidamente a dar os primeiros passos, indo de pontos mais básicos.

Dar esses passos iniciais é algo extremamente importante, desde que sejam dados da forma correta, é claro. No entanto, apenas com conhecimentos prévios bem básicos, e com uma pesquisa simples, já é possível fazer essa iniciação.

As redes sociais, por exemplo, por meio do tráfego orgânico, seguindo esse fluxo natural das coisas, acaba sendo algo, inicialmente, simples. Quem já é usuário dessas redes, já entende o bastante de seu funcionamento. Por isso, usar esse conhecimento a favor acaba sendo bem prático.

Análise de dados

O marketing digital, e sua aplicação dentro da internet, contam com uma vantagem significativa em relação a outros formatos, que é a análise de dados. Claro que, muitas vezes, isso também pode-se aplicar ao próprio marketing tradicional, mas as proporções seriam outras.

A análise de dados dentro do marketing digital está relacionada a diversos momentos, e a marca consegue se beneficiar bastante desse processo. Para a criação de uma campanha, por exemplo, muitas estratégias oferecem diversos dados fundamentais para um direcionamento correto.

Dentro de redes sociais, como o Facebook e o Instagram, por exemplo, mesmo em projetos simples e gratuitos, já é possível observar informações como gênero, idade e localização de quem já acompanha a marca. O Facebook Business é uma ferramenta ideal para isso.

Desse modo, é possível criar algo mais direcionado, que atenda melhor esse público-alvo. No entanto, não limita-se apenas a esses pontos iniciais, variando bastante em complexidade.

Grandes empresas investem bastante no recolhimento e análise desses dados, buscando atingir o público de uma forma mais efetiva. E a internet é o local mais eficiente para obter isso, através de ferramentas apropriadas, é claro. Com dados relevantes em mãos, é possível criar algo que seja bem mais efetivo, e que realmente atenda as necessidades que são encontradas.

Além do mais, há ainda questões relacionadas à análise de resultados, onde toda a campanha consegue ser observada. Esse é também um ponto fundamental do marketing digital, e que oferece ainda mais base para campanhas futuras, evitando que os mesmos erros possam se repetir.

dados
Analisar bem os dados é fundamental para aprimorar as estratégias

Quais são as estratégias do marketing digital?

Assim como a própria internet, o marketing digital também possui um campo de atuação bastante diversificado. Afinal, é preciso acompanhar toda essa imensidão do mundo virtual.

Cada segmento da internet em si, deve ser, e é realmente, muito bem abordado. Assim, para conseguir esse alcance desejado, diversas estratégias de marketing digital são empregadas.

De uma forma geral, são muitas as características abordadas dentro dessas estratégias, buscando realmente um alcance maior. O tempo dedicado a cada uma dessas estratégias também varia bastante, com cada uma com seu período necessário.

A eficiência vai depender muito do objetivo de cada marca, de quais são suas metas. Mas, de um modo geral, as estratégias do marketing digital conseguem oferecer uma ambiente muito mais propício para o crescimento da empresa. Contar com uma estratégia correta faz toda a diferença para quem quer evoluir, vender mais e se consolidar no mercado.

O que há em comum entre elas, é que todas têm como campo de atuação a internet, o que não poderia ser diferente, é claro. Afinal, é exatamente esse o grande diferencial do marketing digital para o tradicional.

Outro ponto que também deve-se levar em consideração é em relação aos diferentes custos que essas estratégias podem oferecer. Claro que são custos de investimento, e não despesas em si. Isso porque, investir em marketing é um investimento bastante eficiente, e que, normalmente, traz resultados bastante satisfatórios.

Felizmente, além dos resultados, os próprios custos costumam ser bem em conta, havendo até mesmo modos orgânicos de fazer isso. De uma forma geral, é mais necessário estratégia do que dinheiro em si. Com isso, aqui estão algumas das principais estratégias do marketing digital, que pode-se aplicar para os mais diversos objetivos.

Marketing de Conteúdo

Dentro do marketing digital, uma das estratégias que mais ganha destaque, por sua enorme eficiência, é o chamado Marketing de Conteúdo. Esse tipo de marketing conta com a grande característica de ser bastante amplo, uma vez que atua em diversos segmentos.

De uma forma clara, o marketing de conteúdo trata-se de uma estratégia de marketing indireto, por assim dizer. Isso porque, ele busca chamar a atenção dos clientes oferecendo algo de valor para ele inicialmente, que é um conteúdo qualificado, sendo realmente voltado para suas dores.

Quando alguém está enfrentando problemas de queda de cabelos, por exemplo, ele precisará de informações úteis para passar por isso. Assim, uma marca de um produto antiqueda, pode muito bem criar um blog, com conteúdos nesse sentido.

Então, ao buscar por informações sobre o seu problema, o potencial cliente irá se deparar com o conteúdo publicado pela marca, que consegue, dentre outras informações, mostrar o seu produto em si.

Há, nesse ponto, uma troca envolvente entre a marca e o cliente, mostrando um lado bem interessante que o marketing digital pode oferecer, que vai muito além de divulgar os produtos.

A grande vantagem dessa estratégia é a eficácia, uma vez que é voltada para o público-alvo desejado. Afinal, são trabalhados conteúdos afins, que estão dentro dos interesses do público. Para alcançá-los, é necessário também uma plataforma adequada, que se adeque a esse perfil buscado. Mas, felizmente, o que não faltam são opções, novamente.

De todo modo, assim como o marketing digital possui diversas estratégias, dentre eles o marketing de conteúdo, este, por sua vez, também percorre diversos ambientes. Assim, ele pode estar presente em opções como:

Criar um Site institucional

Um site é a representação oficial de uma empresa dentro da internet, tratando-se da matriz virtual da marca. Marcar essa presença é de suma importância, e contribui diretamente para a evolução da marca.

Ter essa representação virtual oficialmente, criando o seu próprio site, permite que os clientes tenham acesso a empresa. Assim, é possível entrar em contato, colher informações, conhecer um pouco da história, solicitar o produto ou o serviço comercializado, etc.

É aqui realmente onde tudo acontece, sendo inclusive o local para onde outras estratégias direcionam os possíveis clientes. Afinal, as próprias vendas, comercialização e oferta ocorrem nesse local.

Muitas outras estratégias tem o site como sua base inicial, por isso, é importante que ele seja bem estruturado e desenvolvido. Uma boa landing page, ou página de aterrissagem, por exemplo, faz toda a diferença. Afinal, através dela, o cliente terá a sua primeira chamada direta para que se converta em uma venda.

Marcar presença nas Redes sociais

Um local onde as pessoas dedicam uma boa parte do seu tempo na internet, é dentro das redes sociais. Afinal, esse é um modo eficaz de interagir com diversos outros indivíduos, e se conectar.

Diversos públicos empresariais estão nessas redes, e também é de extrema importância marcar presença nesse ambiente. Ter um perfil oficial nas principais redes sociais ajuda a criar um tráfego orgânico para a empresa. Além do mais, essa também passa a ser um local de comunicação entre o cliente e a marca.

Através do perfil, o cliente consegue conhecer melhor a empresa, sua área de atuação, etc. E lá, também é possível apresentar diversos conteúdos interessantes, mesmo que de uma forma mais introdutória.

Isso faz parte do marketing de conteúdos, e consequentemente do próprio marketing digital, sendo uma estratégia bem interessante de conseguir novos clientes, e também melhorar a presença virtual da empresa.

Criar um blog

Sendo o site uma matriz virtual da empresa, o blog é uma filial, um braço direito importante da marca. E, quando se fala em marketing de conteúdo, trata-se do ponto primordial dessa estratégia.

Criar um blog é uma forma bastante eficiente de alimentar o site institucional, conduzindo o público-alvo até a marca em si. Como mencionado, aqui são criados e publicados conteúdos que estão envolvidos com a área de atuação da empresa.

Uma loja de roupas infantis, por exemplo, pode alimentar um blog sobre a moda infantil, e assim atrair pessoas com esse interesse, levando-os para o site, onde poderão conhecer os produtos que se encaixam nessa área.

Para essa criação de conteúdos dentro do marketing digital, uma boa opção é contar com o apoio de redatores. Eles são profissionais capacitados, que irão escrever os artigos de uma forma mais adequada.

Afinal, é preciso fazer com que esse conteúdo chegue até às pessoas. Nesse ponto, entram questões como o SEO, que são as técnicas para fazer o artigo aparecer nas primeiras colocações das pesquisas, e também a escaneabilidade. Entender o que é escaneabilidade também é de extrema importância, e está ligado a experiência de leitura do conteúdo, a forma como ele é escrito e entendido.

Para a redação desses conteúdos, uma boa alternativa é contar com o apoio de um bom redator freelancer, que são profissionais autônomos que atuam nessa área de escrita por projetos. Em muitas áreas, um jornalista também cabe perfeitamente nesse campo.

Nesse ponto, entra também a importância do chamado Conteúdo Evergreen, que são textos feitos para durar um longo tempo, diferentemente de notícias rápidas. Assim, cada vez mais eles vão ganhando acessos, e conquistando posições melhores no rankeamento, chegando a mais pessoas. No entanto, tudo vai depender de cada caso.

Qual a importância do Google Trends no marketing de conteúdo?

Dentro da estratégia de marketing digital, uma ferramenta que faz toda a diferença nesse momento é o Google Trends. Afinal, ela é indispensável na hora de escrever os melhores conteúdos, e direcionar para os locais corretos.

De uma forma geral, o Google Trends é uma plataforma voltada à busca de palavras-chave. Além do mais, serve para observar quais são os assuntos que estão bombando na internet.

Quem utiliza a estratégia do marketing de conteúdo, sabe muito bem a importância que esses temas possuem. Isso porque, é justamente a palavra-chave que faz com que um algo apareça como o resultado de uma pesquisa.

Ao criar um artigo para um blog, por exemplo, todo o texto é criado levando em consideração essa palavra, que é a principal, e que deve aparecer em pontos estratégicos do conteúdo. A própria escolha da palavra, baseado em índices de pesquisa, é algo que faz a diferença.

Antes de entender melhor sobre esse tema, porém, é importante levar em consideração que o Google Trends é uma plataforma totalmente gratuita. Assim consegue oferecer ótimos resultados a um custo zero, diferentemente de outras ferramentas, que são pagas, tais como a SEMRUSH.

Na verdade, até mesmo durante a criação de campanhas de marketing digital pagas, essa palavra-chave entra em questão. É ela a grande responsável por direcionar os conteúdos certos para quem está buscando aquele tipo de conteúdo.

Entender também quais são os assuntos que estão sendo tratados atualmente, ajuda a trabalhar com ele a favor. Desse modo, o engajamento e os acessos acabam sendo ainda maiores, gerando mais resultados para esse marketing.

Por isso, a atuação do Google Trends dentro do marketing digital possui realmente um papel de destaque. Tanto a gratuidade, quanto a eficiência e praticidade dos recursos, são pontos importantes da ferramenta.

Google Trends
palavra-chave

SEO – Search Engine Optimization

Dentro do marketing digital, outra grande estratégia que também ganha destaque, embora seja algo menos perceptível, por assim dizer, são as técnicas de SEO. Como introduzido, são elas que interferem diretamente no rankeamento das pesquisas. Afinal, realmente não vale muito a pena criar um bom conteúdo, e não conseguir fazer com que ele chegue até as pessoas. 

Ao se realizar uma pesquisa no Google, ou em outro mecanismo de busca, milhares de conteúdos correspondem a essa pesquisa. No entanto, apenas as mais bem elaboradas, que tem uma maior capacidade de satisfazer as necessidades daquela pessoa, é que realmente irá se sobressair nesse ranking.

Quanto melhor for a colocação de um conteúdo, maior é a chance de alguém clicar sobre ele e acompanhar suas informações. E é justamente nesse quesito que entra o SEO, sendo também um ponto importante do marketing digital.

Utilizando as técnicas certas, como o uso e distribuição de uma palavra-chave adequada, links para outros conteúdos, etc. o mecanismo de busca consegue interpretar a relevância que o conteúdo pode ter para quem realiza a pesquisa. Assim, ele acaba conseguindo um melhor lugar nesse ranking, e alcançar mais pessoas. Os conteúdos dos blogs e dos sites, por exemplo, devem seguir esse entendimento, a fim de conseguir bons resultados.

Nesse ponto, por exemplo, é que surge a importância da palavra-chave que será trabalhada. Afinal, é justamente ela que será trabalhada ao longo do texto, permitindo que o SEO identifique sobre o que o artigo se trata, e direcionando para as pesquisas relacionadas.

SEO marketing
SEO

Tráfego pago

O tráfego orgânico, que atua de forma gratuita, realmente ocupa um papel de grande importância dentro do marketing digital. Assim, conseguir novos clientes através dos conteúdos de um blog, ou de publicações nas redes sociais, realmente é de grande relevância.

Contudo, existem também opções bastante eficientes de alcançar esse público, e sem gastar tanto dinheiro assim. Uma das formas mais eficientes é através do chamado tráfego pago ou mídia paga.

Um modo simples de entender esse essa mídia paga é com uma comparação, por alto, com os comerciais de TV, por exemplo. Isso porque são realmente anúncios, mas vinculados dentro das mídias, como as redes sociais, o Youtube, o Google, etc.

Quando se está dentro das redes sociais, surge uma publicação “patrocinada”, de um perfil que não se segue; ou então os famosos anúncios do Youtube, que surgem entre os vídeos; esses são bons exemplos do marketing digital através do tráfego pago.

Plataformas como o Google ADS (voltado para sites, o Youtube, etc), ou do Facebook ADS (voltado para redes sociais, como Instagram e Facebook), por exemplo, são os grandes responsáveis por levar a empresa até o seu público-alvo, através desses anúncios ou banners em sites. E o grande diferencial dessa ferramenta é o seu controle e direcionamento.

Alguém pode até achar que não parece, às vezes, mas os anúncios, dentro das mídias, são muito bem direcionados, levando o conteúdo para alguém que possa ter interesse nesse serviço ou produto.

Tudo o que é preciso é criar um anúncio dentro do Google ADS, ou do Facebook ADS, para que ele seja direcionado para o público desejado. Isso envolve idade, gênero, localização, etc. sendo muito mais preciso que outras alternativas. Na TV, por exemplo, um comercial não consegue ser tão específico assim.

Inbound marketing

Como mencionado, o Marketing de conteúdo tem como principal característica a criação de conteúdos dentro do marketing digital. E esse é um dos pilares principais de outra importante estratégia, que é o Inbound Marketing.

Essa estratégia, também chamada de marketing de atração, acompanha toda a trajetória de um possível cliente, desde a produção do conteúdo até a venda. Além do mais, são feitas análises de todos esses pontos, dando um feedback importante sobre as ações que estão sendo empregadas.

Nesse ponto, entra em questão ferramentas como o Google Analytics, que é uma das mais utilizadas nesse quesito, e consegue oferecer uma análise completa de todo o processo do Funil de vendas, que é o caminho que o lead percorre até uma compra ou conversão.

Os leads são um ponto fundamental desse processo, uma vez que são potenciais clientes que são atraídos pelo conteúdo produzido, e acabam fornecendo algum dado de contato, como o e-mail, em troca de algum benefício, como um ebook, por exemplo.

Assim, esse lead passa a ser nutrido com mais informações relevantes, dependendo de qual estágio ele esteja, até que finalmente se converta em um comprador do produto ou serviço que é oferecido.

Como é possível perceber, inicialmente há o mesmo posicionamento do marketing de conteúdo, com a produção de materiais relevantes para o público-alvo, como em um blog, por exemplo. Depois, essa pessoa deve converter-se em um lead, que é acompanhada até o momento da compra.

Há aqui todo um acompanhamento, monitoramento, e também análise dos resultados obtidos nas etapas desse funil de vendas. Por isso o Inbound Marketing é uma das estratégias mais completas do marketing digital, tendo como pilares não apenas o marketing de conteúdos, mas também o e-mail marketing.

E-mail marketing

O e-mail, embora seja um meio de comunicação mais antigo, ainda não está em desuso, e conta com um papel importante dentro do marketing digital. Normalmente, é por aqui que os leads são nutridos, sempre recebendo novas publicações, artigos e mais conteúdos relevantes.

O objetivo é realmente nutrir esse potencial cliente, para que seja possível convertê-lo em um comprador. Todo o processo mostrado no Inbound Marketing, que é uma eficaz estratégia do marketing digital, conta realmente com um apoio fundamental do e-mail marketing.

Ele, por si só, já é uma estratégia eficiente, que fornece bons materiais para o lead, e tem todo um processo automatizado para fazer isso. Assim, os emails são enviados de uma forma rápida, e com o fornecimento de diversos resultados relacionados.

Não trata-se apenas de enviar conteúdos, mas também de acompanhar essa evolução, essas conversões, analisar esses resultados. Afinal, esse também é um ponto importante do marketing digital.

e-mail
Email Marketing

Marketing Digital Hotmart

Essa estratégia bastante conhecida de marketing digital é o chamado marketing de afiliados. A Hotmart é uma plataforma que domina esse mercado (embora também existam outras, como a Monetizze) e oferece um local de oportunidades únicas para tanto para quem produz algum produto, para quem deseja comprá-los e também para quem busca intermediar essa questão.

De um modo geral, tudo ocorre da seguinte forma: o produtor cria algum produto, ou melhor um infoproduto, ou produto digital, seja um e-book, um curso, etc. e o disponibiliza dentro da Hotmart, para que interessados possam comprar o produto.

A estratégia de marketing de afiliados surge justamente como uma forma de divulgar esse produto, com o apoio de outras pessoas, que nesse caso são os chamados afiliados. Eles divulgam o produto desse produtor, e passam a ganhar uma comissão sempre que realizam alguma venda. 

As empresas que atuam como produtoras conseguem divulgar seus produtos em suas redes sociais, por exemplo, bem como também em seus blogs. Assim, quem acompanha a empresa tem a oportunidade de conseguir uma renda extra ao tornar-se um afiliado da mesma.

Esse afiliado pode divulgar o produto também em suas redes sociais, ou em outros canais, através de seu link específico. E sempre que outra pessoa clicar nesse link e adquirir o produto, ele ganhará sua comissão.

É um sistema bastante eficiente, e que vem atraindo cada vez mais pessoas, que conseguem se beneficiar, além de monetizar, de certo modo, seus seguidores em suas redes sociais.

Quem possui muitos seguidores no Instagram, por exemplo, tem possibilidades maiores de que um bom número de pessoas adquira o produto que ela está divulgando. Assim, ela, como afiliada, conseguirá uma boa comissão. Já o produtor se beneficiará bastante dessa divulgação, aumentando consideravelmente suas vendas.

Etapas do funil de vendas marketing digital

Como foi observado durante a estratégia do Inbound Marketing, ele está inteiramente ligado ao mecanismo do chamado funil de vendas. Mas o que realmente é isso, e como ele está relacionado ao marketing digital?

Bem, de uma forma geral, o funil de vendas é todo o processo, toda a jornada que vai desde a atração até a conversão de um cliente em uma venda. Na estratégia do Inbound, por exemplo, são criados conteúdos em blogs para atrair esse público-alvo, que depois é nutrido até que se converta em um comprador do produto ou serviço.

Pois bem, essa trajetória é justamente o funil de vendas, que é assim chamado devido ao afunilamento que vai ocorrendo com o decorrer de suas etapas. Cada vez mais esse cliente vai chegando perto do ponto final, bem como também cada vez mais vão avançando os potenciais clientes, que são os chamados leads.

No fim, embora muitas pessoas sejam efetivamente convertidas para esse objetivo, um número muito mais foi atraído no começo. Por isso, o termo “funil” acaba tendo um sentido ainda mais adequado ao sistema.

De um modo geral, o funil de vendas é dividido em três etapas sequenciais, que são o topo do funil, o meio do funil e o fundo do funil de vendas. Vejamos um pouco melhor sobre cada uma delas. Afinal, esse é um ponto de extrema importância dentro do marketing digital.

Todo de funil

O Topo de Funil é a fase inicial do funil de vendas, e é assim chamado porque está na parte superior do processo. Nessa fase é onde ocorre a atração do público-alvo. Para isso, são criadas iscas que fazem parte do interesse desse público.

Os blogs, por exemplo, possuem um papel fundamental, uma vez que pode-se publicar esse conteúdo nele, chamando a atenção das pessoas certas, que realmente tenham um interesse, mesmo que inicial nesse tema. É nesse ponto em que essa visita deve ser transformada em um lead, ao fornecer um e-mail, por exemplo.

Meio de funil

Meio de funil é a segunda parte desse processo. Ela também é de extrema importância, uma vez que é o momento de nutrir esse lead, e também buscar conhecer melhor o seu perfil. Aqui surge a oportunidade de entender seus reais interesses, o que efetivamente ele busca, qual seu real problema. 

O e-mail marketing conta com um papel fundamental nessa fase, já que, além de enviar os materiais, toda a análise também pode ser feita a partir dele. Essa análise de dados se faz necessária para cada vez mais ir melhorando esse processo, e aumentando as taxas de conversão.

Fundo de funil

O Fundo de funil é a base desse processo, onde finalmente já se conhece o suficiente esse lead, e já se sabe exatamente do que ele precisa. Desse modo, tudo consegue direcionar-se melhor para ele. Essa é a fase onde finalmente eles podem converter-se, gerando um compra do bem ou serviço.

Como escrever bons conteúdos no marketing?

Quando se trata de diversas estratégias do marketing digital, como o marketing de conteúdo, Inbound Marketing, topo de funil, etc. todos eles envolvem a produção de um bom conteúdo. Atrair o público através de artigos no blog, por exemplo, demanda tempo e conhecimento para escrever utilizando as técnicas corretas.

Afinal, além de ser um bom conteúdo, é preciso que ele seja bem estruturado, para que possa ser entendido não apenas pelo leitor, mas também pelos algoritmos de busca. São esses robozinhos que vão fazer a interpretação do artigo, e direcionar sempre que alguém pesquisar algo relacionado.

Em outras palavras, é preciso conhecer ao menos o básico de SEO, para que o conteúdo seja bem ranqueado. Nesse ponto, entram em questão diversos fatores relevantes, como:

  • Utilização e distribuição de uma palavra-chave;
  • Inclusão de links internos (que levam para outros artigos do site);
  • Linkagem externa (que leva para artigos relevantes fora do site);
  • Imagens de destaque e ao longo do artigo;
  • Uso de uma meta-descrição (resumo); dentre outros.

Esses são apenas alguns pontos fundamentais de um artigo, para que ele fique bem otimizado, e consiga aparecer nas pesquisas. No entanto, há muitos outros pontos importantes, e que devem-se utilizar.

Além do mais, há a própria experiência do usuário, que também deve-se levar em consideração. Isso porque ela contribui diretamente para o rankeamento. E os resultados do marketing digital vão depender diretamente disso.

Mas, como cuidar de todas as áreas do marketing digital da empresa, e ainda conseguir escrever algo de qualidade? Bem, para isso, é imprescindível o apoio de um profissional da área, que prestará apoio nesse processo. Uma agência de marketing digital, como a Visão Confiável, por exemplo, é a solução perfeita para essa questão.

Como entrar para o marketing digital?

Quando se fala em entrar para o marketing digital, é preciso levar em consideração os fatores que envolvem essa questão. Afinal, ela pode estar relacionada a uma empresa que deseje investir nessa área, ou então em uma pessoa que queira trabalhar nesse segmento.

A entrada para essa área ocorre de formas distintas, mas muitas vezes ela é associada simplesmente ao marketing de afiliados. Em outras palavras, associa-se a entrada para o marketing digital ao fato de tornar-se um afiliado e vender infoprodutos.

Bem, o grande problema dessa questão é que há uma redução gigantesca dentro dessa compreensão. Afinal, como foi possível observar, o marketing digital abrange toda a internet, e serve para conectar o público e a marca. Já o marketing de afiliados trata-se de uma estratégia utilizada.

Essa questão será melhor abordada no tópico “Qual a diferença entre o marketing de afiliados e o marketing digital”, ainda nesse artigo. Por enquanto, vamos focar em toda a abrangência que esse ambiente possui, e não apenas em uma de suas ramificações.

Por isso, para deixar tudo de uma forma bem clara, vamos dividir essa explicação observando esses dois fatores. Primeiramente, iremos tratar sobre a entrada das empresas, e depois sobre como se tornar um profissional do marketing digital.

primeiros passos no marketing
Até mesmo através de um simples smartphone, é possível iniciar dentro do marketing digital

Como começar a investir no marketing digital?

O marketing digital consegue trazer resultados eficientes para as empresas que resolvem investir nessa área. Afinal, ela consegue ir de encontro com o público desejado, sendo uma forma interessante de obter reconhecimento, aumentar o prestígio da marca, e vender mais.

Assim, investir nessa modalidade é um ponto bastante benéfico para as empresas que objetivam o crescimento. E os passos necessários para fazer isso não são difíceis, basta apenas observar bem os detalhes da marca, para que seja possível focar nos clientes. Vejamos algumas dicas fundamentais para isso:

Entender o funcionamento da marca

A primeira coisa a ser feita realmente, ao entrar no marketing digital, é entender como a marca está funcionando. Nesse quesito, entram questões gerais sobre os seus objetivos, e também sobre o que realmente ela pode oferecer aos clientes.

Apenas depois de entender o que é possível entregar, é que o perfil do público desejado pode ser traçado. Com essa função primordial da empresa em mãos, é hora de dar passos mais efetivos.

Conhecer o público-alvo

Depois de se entender como empresa, já é o momento de olhar para fora, e traçar o perfil ideal de pessoas que se deseja alcançar, ou seja, o público-alvo. Esse também é um fator indispensável, sendo a base do negócio em si. Sabendo o que se pode oferecer, quais problemas se pode solucionar, já é plenamente possível mapear as pessoas que fazem parte desse perfil. 

Na verdade, esses são dois passos que se sobressaem ao marketing digital, e devem acompanhar todas as estratégias de uma empresa. Afinal, são pontos básicos, mas fundamentais para essa evolução.

Um ponto interessante sobre esse fator, porém, é que não é recomendado focar em um único perfil em específico, mas também em algumas variações dele. Assim, será possível atender mais pessoas, e com isso ampliar esse horizonte de possibilidades.

Outra questão que também está inteiramente ligada ao conhecimento do público-alvo, é em relação a escolha das melhores estratégias do marketing digital para alcançá-los.

Afinal, são diversos métodos e também canais onde pode-se aplicá-los, e esse conhecimento permite atingir de uma forma mais direta esse perfil, através das escolhas corretas.

Redes sociais como o Instagram, por exemplo, contam com um grande número de pessoas jovens, sendo um local bastante adequado para as marcas que possuem esse perfil como público-alvo.

Escolher a melhor estratégia para sua marca

Após conhecer a marca, e traçar o público-alvo para o qual ela é voltada, agora é o momento de escolher a estratégia que melhor se adequa a esse público. Como observado, o marketing digital conta com diversas estratégias, como o Inbound Marketing, tráfego pago, marketing de conteúdo, etc. e é preciso observar qual delas melhor se encaixa na empresa.

Uma empresa infantil, muito provavelmente, não conseguirá bons resultados através do e-mail marketing, por exemplo, já que é preciso buscar algo mais dinâmico. Por outro lado, diversos segmentos voltados para adultos, encontram nessa estratégia um meio eficaz de se relacionar com seus leads.

Tudo vai depender desses pontos, que envolvem a empresa, o público e as estratégias. Os resultados são ligados diretamente a esses três fatores, que deve-se trabalhar muito bem para que tudo possa ocorrer bem. O local onde esse público-alvo está mais comumente localizado é justamente o que vai direcionar essas escolhas.

Como mencionado, redes sociais como o Instagram ou o Tiktok acabam sendo um local repleto de jovens, e por tanto, um local de atuação que as empresas voltadas para esse perfil devem buscar.

Outra questão que também vai interferir nesse processo são as questões de orçamento. Nesse ponto, há opções que envolvem o tráfego orgânico ou o tráfego pago, se adequando melhor às condições de cada empresa. De todo modo, é possível começar a investir no marketing digital sem grandes dificuldades, seja com dinheiro ou com tempo e dedicação.

Nesse momento, contar com um profissional da área faz toda a diferença. Ele conseguirá guiar a empresa pelo melhor caminho para atingir seus objetivos. Felizmente, essa é uma área que cresce bastante, e muitas pessoas estão se qualificando para esse mercado.

Como funciona trabalhar com marketing digital?

Na outra mão do marketing digital, há as pessoas que desejam entrar nesse mercado. Nesse caso, são os profissionais que irão ajudar as empresas nesse segmento, orientando-as.

Mas, como começar a atuar nesse segmento? Qual é a formação necessária? Quanto ganha esse profissional? Essas são algumas questões importantes a serem respondidas.

Marketing digital cursos

O primeiro ponto que deve-se levar em consideração quando se fala em trabalhar com marketing digital, é em relação a formação necessária. Contudo, quanto a esse quesito, é preciso entender que não há uma formação específica em marketing digital.

Em outras palavras, ainda não existe um curso dentro do ensino superior para que alguém se gradue nessa área. Então, como seguir essa carreira? Bem, nesse caso é preciso buscar um outro tipo de qualificação, que pode ocorrer de suas formas, seja através de uma pós-graduação ou então de um curso livre.

Embora não exista uma graduação em marketing digital, há muitas opções de pós-graduação, que são cursos específicos para quem já é graduado em uma área afim e deseja se especializar no marketing digital.

Quando se fala em cursos afins, refere-se a área de marketing e também de comunicação, que se encaixam perfeitamente nesse quesito. Portanto, fazer uma graduação de Marketing, Jornalismo ou de Publicidade, por exemplo, abre bastante as portas para quem deseja se profissionalizar em marketing digital, ao realizar uma pós-graduação na área.

Por outro lado, também é possível buscar um modo mais prático de fazer isso, que ocorre através de cursos livres. Esses cursos são oferecidos facilmente através da internet, sendo algo bem simples de encontrar.

Marketing digital salário

Embora se fale sempre em marketing digital, é preciso levar em consideração que essa é uma temática geral e não a profissão em si. Na verdade, dentro dessa área há diversas repartições que são abrangidas. É possível trabalhar como um profissional do marketing digital sendo um coordenador, um analista ou um assistente, por exemplo.

Assim, quando se fala em salários, é preciso levar em consideração fatores diversos relacionados a essa profissão. O primeiro fator, por exemplo, é em relação à função exercida. Um assistente, por exemplo, ganha menos que um analista, que por sua vez ganha menos que um coordenador.

  • Os assistentes de marketing digital tem uma média salarial abaixo dos R$ 2.000,00 mensais;
  • Analistas, a depender de seu nível, ganham de R$ 2.000,00 a mais de R$ 4.000,00 mensais;
  • Já os coordenadores possuem uma média salarial de mais de R$ 5.000,00 mensais.

Mas, além da função exercida, entram em questão fatores relacionados com o próprio profissional em si. A sua experiência, por exemplo, é levada em consideração, uma vez que quanto mais renomado é o profissional, mais alto ele consegue ir, e mais consegue ganhar. A empresa para a qual se trabalha também é um fator importante, com essa proporcionalidade salarial sendo seguida.

Marketing digital: Como conseguir trabalho?

Para quem deseja entrar para o marketing digital, e já se preparou para esse mercado, agora é a hora buscar boas oportunidades. Felizmente, esse mercado vem crescendo bastante com o avanço contínuo da internet e das redes sociais. Por isso, não são poucas as oportunidades existentes. Tudo o que é preciso é procurar nos locais certos.

Nesse quesito, uma plataforma que ganha bastante destaque dentro do marketing digital é o Linkedin. Esse é um tipo de rede social voltada para os trabalhadores de uma forma geral, onde oportunidades de trabalho são organizadas.

O profissional do marketing digital consegue encontrar no Linkedin um ambiente promissor para buscar suas vagas. E para isso, basta simplesmente criar um perfil e se manter sempre atualizado e alerta em relação às vagas.

Marketing digital é furada?

Realmente, o mundo de possibilidades que o marketing digital consegue oferecer, pode acabar gerando desconfianças em relação a sua verdadeira eficiência. No entanto, é preciso entender até onde vão essas questões.

Como visto, essa modalidade de marketing surgiu ainda junto com a própria internet, e já conseguiu percorrer um longo caminho desde então. Todas estratégias que ele possui foram se aperfeiçoando com o passar do tempo, se adequando às necessidades existentes.

De uma forma geral, o marketing digital é simplesmente uma forma bastante eficiente de vender na internet, de fazer uma marca chegar até o seu público, etc. Não é algo tão complicado assim de entender, uma vez que são apenas boas estratégias aplicadas em um local bastante propício, que é o ambiente virtual.

Cada vez mais esse ambiente vem crescendo, englobando outros segmentos, e atraindo mais pessoas. Isso pode ser observado, por exemplo, através da evolução e surgimento das plataformas de streaming de vídeo, como a Netflix, Amazon Prime Video, Disney Plus, Globo Play, dentre outras.

Por isso, o marketing digital realmente não é uma furada nem um golpe. Tudo ocorre de uma forma bastante eficiente porque a própria evolução tecnológica, por assim dizer, está levando para esse caminho.

A internet possibilitou esse ambiente de interação, onde pode-se alcançar diversos públicos de uma forma muito mais simples. Além do mais, o marketing digital também é, em termos gerais, bem mais econômico que o marketing tradicional. Sem falar, é claro, que ele pode ser feito nas mais diversas proporções, indo desde uma simples postagem no Instagram até projetos gigantescos até e muito bem elaborados do tráfego pago.

O que ocorre, infelizmente, é que muitas vezes, o marketing digital é mal interpretado, e tem o seu entendimento reduzido a algo muito menos abrangente, como o marketing de afiliados.

Qual é a diferença entre o marketing de afiliados e o marketing digital?

Entender a diferença entre o marketing digital e o marketing de afiliados, realmente não é um grande problema. Afinal, como já abordado, o marketing digital é o conjunto de estratégias que voltado para conectar uma marca e o público, que objetiva vender algo, seja um serviço ou um produto.

O marketing de afiliados, por outro lado, é simplesmente uma dessas estratégias, onde uma pessoa começa a divulgar os infoprodutos de outro produtor e, em troca disso, recebe comissões pelas vendas realizadas. É realmente um sistema eficiente, e que gera bons frutos para o produtor e também para os afiliados em si.

Plataformas como a Hotmart, por exemplo, são as grandes responsáveis por possibilitar essa estratégia. Os infoprodutos, ou produtos digitais, como cursos, ebooks, etc. são publicados nessas plataformas, e depois divulgados dentro das mídias sociais, seja por quem criou o infoproduto ou pelos afiliados.

Atuar como um afiliado realmente é um processo bem simples, e que não há a necessidade de se possuir conhecimentos de marketing digital. Tudo o que é preciso é se afiliar a um infoproduto e começar a divulgá-lo. A grande questão, porém, é o entendimento de reduzir o significado de marketing digital a isso. Afinal, como já vimos, trata-se de algo bem mais amplo.

Por ser algo mais acessível, e que basicamente qualquer pessoa pode fazer através de um simples smartphone conectado a internet, o marketing de afiliados, ou marketing digital como é comumente chamado, acaba também sendo um ambiente controverso.

É importante levar em consideração que, embora possibilite uma renda extra, é praticamente impossível um afiliado ficar rico da noite para o dia através dessa estratégia. Por isso, vale a pena ficar atento a essa questão.

Marketing para redes sociais

Ao longo do artigo, já foi bastante demonstrado a importância que as redes sociais possuem dentro do marketing digital. Afinal, esse é um ambiente repleto de pessoas, e que fazem parte do público-alvo de muitas marcas. Por isso, a primeira coisa a se entender é justamente essa importância que essas plataformas possuem dentro do marketing digital.

Dentro das redes sociais, o marketing se caracteriza pelo conjunto de estratégias que são utilizadas, sempre visando a contribuição para que os objetivos da empresa sejam alcançados. Então, é preciso levar em consideração também qual é o real objetivo da marca. Apenas assim será possível escolher o melhor plano.

Tudo é realmente uma questão de encontrar esse público-alvo dentro das plataformas, e direcionar esse foco. Desde que feito da forma correta, é possível aumentar esse reconhecimento da marca, e também vender bastante.

Para isso, não basta apenas criar alguns conteúdos simples e postar uma vez por mês. É preciso ter uma presença significativa, e também se utilizar das ferramentas disponíveis, como o tráfego pago, por exemplo. De todo modo, é necessário planejar tudo, produzir algo significativo, e buscar um bom engajamento e interações.

Essa ligação entre o público e as marcas foi algo que teve seu desenvolvimento pleno, realmente, com o surgimento dessas plataformas. Antes disso, tudo ocorria de uma forma bem menos interativa, por assim dizer. Atualmente, o contato ocorre de uma forma mais direta.

redes sociais
Redes sociais

Quais são as vantagens das redes sociais no marketing digital?

Dentro das redes sociais, o marketing digital ganha um destaque ainda maior. Afinal, essas plataformas concentram um grande número de pessoas, e possibilitam diversas ações para chegar até elas.

Tudo pode ocorrer de uma forma orgânica, investindo apenas tempo e esforço para chegar até as pessoas; ou então investindo um pouco de capital, através do tráfego pago. De todo modo, os resultados que pode-se alcançar através dessas redes são bastante significativos.

Essas plataformas oferecem boas vantagens para as marcas, e que deve-se explorar. O alcance, engajamento e conversões, por exemplo, são alguns desses benefícios.

Alcance

Em todo o mundo, basicamente metade da população já utiliza as redes sociais. Assim, esse é realmente um ambiente repleto de pessoas, e que fazem parte do público-alvo das marcas.

Em termos gerais, um dos objetivos primordiais de todo marketing é justamente chegar até as pessoas. É através desse contato que tudo realmente acontece. Caso isso não aconteça, é impossível alcançar os objetivos.

Tendo isso em mente, as redes sociais, por ser um ambiente movimentado e interativo, acaba sendo bastante propício para esse alcance. Com as estratégias corretas, tudo pode ser devidamente organizado, planejado, ao menos em termos mínimos.

Outro ponto importante, é que dentro da internet não há barreiras geográficas, e um conteúdo pode alcançar diversas regiões e países. Para quem busca obter um reconhecimento da sua marca, investir nesse ambiente é realmente algo bastante eficiente.

Humanização

Uma vantagem muito importante, e que as redes sociais oferecem como ninguém para o marketing digital, é justamente a humanização da marca. Esse é um fator indispensável para que uma empresa consiga evoluir de uma forma mais eficaz.

E quando se fala em humanizar, significa exatamente tirar a máscara empresarial, e mostrar que são pessoas que estão por trás de tudo. Esse ponto gera mais empatia, e é algo muito valorizado pelo público.

Por isso, tirar o foco, apenas da empresa em si, e também mostrar o lado mais humano da marca, acaba gerando resultados bastante positivos. Fotos dos funcionários, bastidores, etc. essas são questões que fazem a diferença.

E as redes sociais, dentro desse marketing digital, acabam propiciando um ambiente perfeito para essa interação. Com isso, ponto como o próprio engajamento também são afetados positivamente.

Engajamento

Ao se falar de marketing digital dentro das redes sociais, e também de suas vantagens, é impossível não se referir ao engajamento. Esse é um dos pontos principais desse ambiente, uma vez que permite que o público interaja diretamente com a marca.

Em outros meios de marketing, esse público observa a campanha de uma forma passiva, realmente apenas olhando o que está sendo anunciado. Contudo, dentro das redes sociais, sua interação ocorre de uma forma direta. Afinal, em modelos como uma publicação no Feed do Instagram, por exemplo, é permitido curtir, comentar, etc.

Tudo ocorre realmente em duas vias, onde o feedback do público é dado de forma instantânea. Os primeiros sinais da estratégia já são sentidos logo de início e, mesmo assim, ainda é feito todo o acompanhamento desse alcance.

Quanto mais engajamento uma marca possui, mais notabilidade ela vai conseguindo. Além do mais, ela vai conseguindo criar um vínculo ainda mais forte com seu público.

Conversões

Além de toda a construção da marca, que é um dos pontos fortes do marketing digital nas redes sociais, tudo pode ocorrer de uma forma ainda mais efetiva. E quando se fala em efetividade, trata-se justamente de fazer conversões, vender mais.

Algumas redes sociais, como o Facebook, por exemplo, contam com funções de vitrines diretamente dentro da plataforma. Essa é uma maneira bastante eficiente de vender, aproveitando todo o engajamento que já foi criado anteriormente.

As redes sociais tem um papel fundamental também dentro do funil de vendas, servindo, por exemplo, como marketing de atração, levando esse público das plataformas para gerar tráfego dentro do site da empresa. 

Esse é um processo importante, sendo passos primordiais dentro de um planejamento completo. A transformação desse público em leads, ou até mesmo em uma conversão direta, acaba sendo uma das vantagens mais importantes que as redes sociais podem oferecer.

Para isso, é claro, é necessário um planejamento adequado, com a produção de um conteúdo eficiente, e também a busca por um bom alcance e engajamento. O controle e avaliação dos resultados obtidos, também é um ponto importante a ser levado em consideração.

Anúncios

Como já mencionado, o Facebook Ads atua justamente dentro do Instagram e do Facebook, e consegue levar a marca até o seu público através de anúncios ou posts patrocinados. Para isso, basta apenas criar uma campanha e vincular dentro dessas redes.

Esse tráfego pago conta com a vantagem de ser totalmente direcionado, voltado especificamente para o público-alvo de uma marca. Essa é uma questão de grande importância, uma vez que aumenta a eficácia da campanha.

Atingir 1 milhão de pessoas, que fazem parte de diferentes públicos, é bastante diferente de atingir 1 milhão de pessoas apenas do público desejado. Os resultados que pode-se alcançar são totalmente diferentes.

Ao se cadastrar e interagir dentro de uma rede social, observam-se muitas informações gerais, como o gênero, a idade e a localização. Com isso, quando cria-se um anúncio, pode-se direcioná-lo para o seu público através de características como essas.

Fazendo as limitações de idade, e também para onde deve-se levar essa campanha, a sua eficiência será muito mais efetiva. E essa é uma das vantagens que o marketing digital, dentro das redes sociais, oferece.

Quais são as principais redes sociais no marketing digital?

Ao se tratar sobre o marketing digital dentro das redes sociais, é preciso também destrinchar melhor esse tema. Afinal, o tema rede social é bastante amplo, e muitas plataformas estão presentes nessa categoria.

O marketing digital, felizmente, consegue ter uma parceria bastante eficiente com essas redes. E os fatores que mais refletem nesse sucesso são pontos como a enorme quantidade de pessoas que estão utilizando esse ambiente virtual.

Quase metade da população mundial, que já é de 7.8 bilhões de pessoas em todo o mundo, utiliza as redes sociais para interagir. Com isso, o público-alvo de muitas marcas estão entre esses usuários.

De todo modo, as principais redes sociais no marketing digital são o Youtube, Facebook, Instagram, Tik Tok, Linkedin e Twitter. Cada uma delas, porém, possui suas próprias especificações.

Os próprios públicos que são encontrados dentro dessas redes, também costumam variar. O Tik Tok, por exemplo, é um ambiente dominado por jovens, enquanto o Facebook conta com usuários majoritariamente adultos.

Entender essas questões é de extrema importância para o marketing digital. Pois, através deles, é possível escolher as melhores plataformas, a linguagem, as estratégias, etc. Tudo vai depender da dinâmica de cada rede social.

YouTube

Embora seja uma plataforma de vídeos, o Youtube é também uma rede social, e cada vez mais vem adquirindo essas características. O sucesso dessa rede é algo gigantesco, uma vez que conta com mais de 2 bilhões de usuários ativos, que acompanham os conteúdos publicados.

A evolução da plataforma ao longo dos anos, com a inclusão de novos recursos, como o shorts, também voltado para vídeos curtos, seguindo a tendência atual, faz com que a plataforma se mantenha sempre ativa.

O público que faz parte do youtube é bastante variado, uma vez que os conteúdos produzidos por lá são voltados para todas as faixas etárias. Por isso, diversos público-alvo podem ser alcançados na plataforma.

As formas de se chegar até esse público também ocorrem de modos distintos. É possível, por exemplo, criar um canal na plataforma, e começar publicar conteúdos relevantes para o nicho da empresa. Assim, será possível ganhar inscritos, e também gerar um bom engajamento, melhorando a imagem e reconhecimento da marca.

Contudo, é inegável que a forma mais rápida e eficiente de atingir esse público é realmente através dos anúncios que são vinculados na plataforma. Se o Facebook e o Instagram contam com o Facebook Ads, o Youtube, que pertence ao Google, conta com o Google Ads.

Essa plataforma de anúncios é o que efetivamente gera os melhores resultados para as marcas, que conseguem atingir seu público-alvo. Nesse caso, tudo também ocorre de uma forma controlada, buscando atingir apenas potenciais clientes, que fazem parte da persona da marca.

O marketing digital, dentro do Youtube, ocorre de uma forma efetivamente muito bem elaborada, podendo ser criadas parcerias com outros youtubers, por exemplo. E essa possibilidade de investir tanto em tráfego orgânico quanto em tráfego pago é algo que faz toda a diferença.

Facebook

Dentro do marketing digital, o tamanho das redes sociais interfere diretamente na qualidade do projeto. E, levando em consideração esse número de usuários, o Facebook ganha um grande destaque. Afinal, aproximadamente 2.7 bilhões de usuários utilizam a plataforma ativamente.

Com isso, mesmo com o crescimento de outras grandes redes sociais concorrentes, como o Tik Tok, o Facebook ainda se mantém a passos largos, sendo a maior rede social do planeta.

Claro que, com a evolução global, a criação de novas tecnologias, novas tendências, e também com o nascimento de novas gerações de seres humanos, cada vez mais conectados, outras redes sociais vão também ocupando o seu espaço.

Prova disso é justamente o público que utiliza essa rede social, que é majoritariamente de adultos. As gerações nascidas entre os anos de 1960 e 1995 tomam conta do Facebook. Outras gerações mais jovens são mais ativas em outras redes, mas isso não significa que também não utilizem o Face. No entanto, esse público adulto é realmente quem está presente nessa rede social. 

Entender esse posicionamento é um fator importante para as marcas, uma vez que é crucial saber que tipo de público pode ser alcançado em cada uma dessas redes. Nesse caso em questão, as marcas que tem como foco pessoas adultas, encontram um ambiente ideal.

A quantidade de usuários dessa plataforma fala por si só, mostrando todo o potencial que ela possui. Além do mais, o Facebook é muito mais que uma plataforma de interação, sendo quase um ambiente de negócios, por assim dizer.

O Facebook Ads, por exemplo, é uma questão importante, e que atua diretamente dentro dessa rede. A criação de páginas profissionais, bem como a promoção de publicações, e a vinculação de anúncios pagos, são pontos bastante positivos.

Instagram

Diferentemente do Facebook, o Instagram já conta com um público mais jovem dentro de sua plataforma. Em termos gerais, boa parte desses usuários está com uma idade que varia entre  os 25 anos e os 34 anos. A quantidade de jovens, e também de adultos ainda nessa fase mais inicial dessa fase da vida, é realmente gigantesca. 

Desse modo, empresas que têm como público-alvo pessoas nessa faixa etária, encontram no Instagram um ambiente ideal para evoluir. O mais interessante de tudo é justamente poder observar a evolução que essa rede social já obteve ao longo de sua história.

A renovação de suas funções, sempre buscando trazer algo novo para seus usuários, acaba chamando bastante a atenção do público, que cresce cada dia mais. Atualmente, mais de 1 bilhão de usuários já utilizam o Instagram de uma forma ativa, o que mostra o tamanho desse público.

Se na época de criação, tudo ocorria de uma forma bastante básica, apenas com a publicação de fotos, atualmente os recursos são totalmente variados. De um modo geral, recursos como a publicação de vídeos ou os stories foram surgindo com o tempo. O Reels, que é uma aba voltada para a publicação de vídeos curtos, que é uma tendência atual, também é uma inovação recente.

Outro ponto interessante é que o Instagram é uma rede social que pertence ao próprio Facebook, ou melhor, a atual Meta, que é a empresa que comanda essas redes. Com isso, muitos dos recursos aplicados no Face, também valem para o Insta, como é o caso das ações do Facebook Ads, que vincula os anúncios pagos.

A possibilidade de vender diretamente pelo Instagram, através da aba específica para vendas, também é uma possibilidade real. E isso aumenta ainda mais a importância dessa rede social para o marketing digital.

TikTok

Uma rede social que vem ganhando grande notabilidade nesses últimos anos é o Tik Tok. Graças a ele, essa tendência de vídeos curtos vem tomando conta também de outras plataformas, como as ferramentas Reels e Shorts.

O marketing digital dentro dessa rede, de certo modo, ainda não é tão bem elaborado quanto nos exemplos anteriores. Mas, isso não quer dizer que ele não exista. Cada vez mais as empresas vêm entrando também para essa plataforma, e buscando atingir seu público através dela.

Aliás, esse é um ponto de extrema importância, uma vez que o Tik Tok é um local totalmente dominado pela geração mais jovem, mais especificamente pela geração Z. Em outras palavras, marcas com uma pessoa na idade de 12 a 27 anos de idade, conseguem um local ideal para chegar ao seu público.

Para isso, é claro, é preciso levar em consideração também as próprias características da plataforma. A linguagem e os recursos utilizados devem condizer com essa rede.

A dinâmica dos vídeos curtos e engraçados, bem como também os desafios que são lançados, devem fazer parte dessa estratégia. É necessário realmente levar em consideração as características desse ambiente, e seguir as tendências que surgem.

Parcerias com influenciadores dessa plataforma são uma forma eficiente de engajar o público, e aumentar o alcance e também o reconhecimento da marca. Para uma empresa focada nesse público, é indispensável contar com o apoio dessa plataforma.

Linkedin

Uma rede social bem diferenciada, mas que também é um ambiente bastante propício para o marketing digital, é o linkedin. Essa é uma plataforma voltada para quem busca trabalho, e conexões de emprego. Atualmente, já são quase 700 milhões de usuários que fazem parte dessa rede ativamente.

No Linkedin, de certo modo, o marketing ocorre de uma maneira diferente, quase como voltada para o topo do funil de vendas. Afinal, nela é possível introduzir alguns conteúdos, apresentar ideias, mostrar como é o funcionamento da marca, e também transformar esse público em leads para o funil.

Muitas marcas se utilizam dessa ferramenta, e se apoiam também na ideia de buscar profissionais competentes para suas empresas. Isso porque é possível conhecer um pouco mais sobre o público, e garimpar bons profissionais.

Twitter

Quando se trata de marketing digital nas redes sociais, o Twitter também tem seu lugar ao sol. O público que está presente na plataforma tem objetivos de se manter informado e também de expressar sua opinião sobre o que está acontecendo no mundo.

A quantidade de usuários, embora não seja das maiores, é realmente uma das mais ativas, e sempre está movimentando a plataforma. Cerca de 340 milhões de usuários estão por lá, sendo mais de 60% deles homens adultos.

Desse modo, é um local que conta com um público também interessante, e que também é bastante aproveitado pelo marketing. Muitas empresas possuem contas oficiais nessa rede, conseguindo aumentar seu reconhecimento e também converter esse público.

Assim como no Tik Tok, que possui suas próprias características, no Twitter também é preciso levar em consideração as peculiaridades da plataforma. Inicialmente, tudo voltava-se para a publicação de textos bem curtos, mas hoje já é possível também utilizar outros formatos.

Para quem busca manter um contato direto com seu público, mostrar opiniões precisas sobre esse mundo em particular, e também observar as tendências que estão acontecendo, encontra no Twitter um local bastante apropriado.

Marketing digital Instagram

O Instagram está entre as principais redes sociais para o marketing digital. Os fatores que interferem diretamente nesse fator são justamente a sua dinâmica, número de usuários, ferramentas, variações de público, etc.

Para quem busca colher bons resultados para sua marca, contar com o apoio dessa rede social faz toda a diferença no final das contas. Para isso, é importante buscar entender tudo sobre Instagram, para que seja possível escolher as melhores estratégias a serem utilizadas para atingir seu público.

O tráfego orgânico, através de publicações, por exemplo, embora não seja o que vai gerar os resultados mais rápidos, é algo também indispensável. Para isso, é importante ter uma boa quantidade de seguidores, que vão engajando cada vez mais pessoas.

Por isso, buscar meios para que as pessoas sigam a conta oficial, e interajam, é uma estratégia eficiente a médio e longo prazo. Afinal, desde que bem nutrida, essa audiência acabará trazendo ainda mais pessoas para acompanhar os trabalhos.

Muitas vezes é comum, por exemplo, comprar seguidores no Instagram, buscando aumentar esses números iniciais. A eficiência desse método, porém, vai depender do modo como aborda-se isso.

De toda forma, o Marketing para Instagram é um tema que deve ser muito bem observado, uma vez que oferece benefícios significativos. O tráfego pago que ocorre dentro da plataforma, por exemplo, é um meio eficaz de chegar até o público.

Muitas empresas possuem contas oficiais dentro da plataforma, sempre buscando aumentar sua notabilidade e seu reconhecimento. Afinal, permitir que as pessoas conheçam a marca, é o primeiro passo para que seja possível vender. 

A própria humanização da empresa, que também é um processo importante, ocorre de uma forma muito natural pelo Instagram. Por isso, publicar os bastidores, por exemplo, acaba gerando engajamento e humanizando a marca.

Marketing digital gratuito

Uma das grandes vantagens que o marketing digital oferece para as marcas, é justamente sua versatilidade. Não importa o tamanho da empresa, sempre há uma estratégia de marketing na internet que pode-se empregar rapidamente.

Entender esse posicionamento ajuda a compreender a sua aplicação em termos práticos. Afinal, é preciso dar os primeiros passos, conhecer o ambiente, e pouco a pouco, tudo vai ficando mais sólido. Mas, existe marketing digital gratuito?

Bem, em relação a essa pergunta, a resposta é bem simples e direta: sim, existe! O que vai ocorrer, porém, é que, em termos gerais, os resultados acabam sendo mais demorados e menos significativos.

O modo mais prático para fazer essas campanhas, sem realmente gastar nada, é utilizando as redes sociais, que reúnem uma grande quantidade de público. No entanto, é preciso criar uma base inicial interessante, para que esse conteúdo chegue até as pessoas. Não adianta postar nada no Instagram, se não há seguidores para visualizar o post.

Os próprios conteúdos em blogs, por exemplo, desconsiderando que é preciso pagar pela sua hospedagem, também pode-se considerar como uma forma gratuita de começar no marketing.

Na verdade, outras estratégias, com exceção do tráfego pago, fazem parte de um marketing gratuito. Isso porque, não há a necessidade de pagar para fazer o marketing. O que vai ocorrer é que o seu funcionamento, com a necessidade de ferramentas adequadas, plataformas de análise, etc, exigem um pouco de capital.

Contudo, em suma, trata-se de um marketing digital gratuito, embora em termos práticos seja preciso sim direcionar um pouco do capital para segurar, analisar, criar conteúdo, etc.

Tudo vai depender também dos objetivos que se deseja alcançar. Afinal, o marketing digital não necessita de investimentos tão altos, principalmente levando em consideração os resultados esperados.

marketing
A utilização do marketing digital pode variar bastante

Marketing digital para iniciantes

Ao se observar o marketing digital, é possível notar que muitos de seus fatores podem parecer muito complexos. Bem, a grande verdade é que tudo vai depender da estratégia que será utilizada, e dos objetivos que se deseja alcançar.

No entanto, é possível pensar nesse marketing dentro da internet como uma escada, que a cada degrau que se vai subindo, mais são necessárias as habilidades corretas.

Tudo pode começar de uma forma bem básica, com um simples post em uma rede social, que é algo realmente muito simples. Depois, já se está fazendo análises complexas dos resultados obtidos através de uma estratégia mais bem elaborada.

Então, o marketing digital não é algo subitamente difícil. Há diversos níveis que deve-se galgar, e muito conhecimento que deve-se adquirir. Por isso, para ser um profissional dessa área, é importante buscar uma boa capacitação, como já explicado. Realmente não há uma formação específica, mas há opções de pós-graduação e outros cursos que dão a base para entrar de vez na carreira. 

Para as empresas que buscam dar seus primeiros passos dentro do marketing digital, é sempre importante contar com o apoio de um bom profissional, que irá guiar essas estratégias.

De todo modo, pode-se dar passos simples sem grandes dificuldades, é preciso apenas ir com calma, sem atropelar o andamento correto das coisas. Afinal, é preciso preparar o terreno antes de efetivamente atuar na prática.

É preciso, primeiramente, conhecer bem o público-alvo da marca; estabelecer objetivos curtos a serem alcançados; colocar as melhores estratégias em prática; e depois fazer toda a análise desses resultados.

Público-alvo

Uma das dicas fundamentais para quem está iniciando dentro do marketing digital é justamente definir o público-alvo. Essa persona é aquela pessoa ideal que deseja-se atingir, ou melhor, para quem o produto ou serviço volta-se.

Essa é a base de todo negócio, sendo o que vai direcionar todas as demais ações. Afinal, quando se cria um produto, ou se oferece um serviço, ele deve-se voltar para alguém.

Não necessariamente seja uma persona tão específica, mas sim alguém que abranja características mais gerais. Alguns pontos que não podem faltar nesse público, por exemplo, são:

  • Faixa etária – a idade do público-alvo é um dos pontos fortes. Para isso, é importante verificar para qual faixa etária a marca é voltada. Afinal, a atuação de uma empresa com um público infantil é totalmente diferente uma com um público mais adulto, por exemplo.
  • Gênero – observar as características do gênero do público que se deseja alcançar, também é um ponto importante.
  • Localização – outro fator, que também tem um grande valor, é a localização desse público-alvo. Isso porque, isso vai depender da área de atuação da empresa, para quais regiões ela é voltada.

Então, embora seja de extrema importância descrever esse público-alvo. É possível perceber que esse é um processo bem simples, sendo preciso apenas observar para a empresa em si. É através desse olhar, para que ela é voltada, que é possível determinar esse público.

Objetivos

A definição dos objetivos é um dos pontos principais dentro do marketing digital, principalmente dentro desse mundo mais iniciante. É preciso levar em consideração a necessidade de não confundir esses objetivos de marketing com os da empresa em si. Os objetivos da empresa são mais gerais, já os de marketing estão atrelados a uma estratégia para alcançar metas maiores.

É preciso definir o que se deseja obter com o marketing digital, qual é a meta a ser batida, qual é esse objetivo. Normalmente, trabalha-se com metas curtas, que são aplicadas a cada vez que o objetivo é alcançado.

A clareza dessa meta também é muito importante. Além do mais, é preciso buscar algo que realmente seja possível dentro do período escolhido. Não adianta colocar metas altas demais, e se frustrar por não cumprí-las. Os passos são curtos mas firmes, e de meta em meta alcançada é possível construir uma longa evolução junto a marca.

Estratégias

Com o público-alvo bem definido, e os objetivos muito bem traçados, finalmente é a hora de colocar a mão na massa. Dentro do marketing digital, pode-se seguir diversas estratégias, e tudo vai depender desses fatores iniciais.

Tendo o público-alvo em mente, por exemplo, é preciso saber também onde ele está encontrado. As redes sociais, por exemplo, contam com muitos públicos distintos, mas há também especificações mais características.

Os conteúdos, por assim dizer, vão depender ainda da plataforma em que serão criados, podendo ser em um site, blog, rede social, etc. Podem ser também anúncios pagos, ou outras formas de marketing digital.

Os objetivos que foram traçados também interferem diretamente nessas escolhas, uma vez que cada estratégia acaba sendo mais adequada para objetivos relacionados. Os próprios anúncios, por exemplo, pode-se voltar para divulgar um produto ou simplesmente para aumentar o reconhecimento da marca.

Análise

Finalmente, após colocar as estratégias em prática, é o momento de analisar o seu andamento. Esse é um fator de extrema importância dentro do marketing, e que oferece benefícios variados para a marca.

Observar a eficiência das estratégias de marketing digital empregadas é o que vai contribuir para melhores escolhas futuras. Essa análise permite entender onde ocorreram os acertos, e onde ocorreram os erros.

Assim, é possível continuar aperfeiçoando essas técnicas, e não repetir os mesmos erros, buscando melhores resultados. O sucesso do marketing digital vai depender bastante desses fatores.

Para essa análise, há diversos meios disponíveis, e tudo vai estar diretamente relacionado com as próprias plataformas e estratégias que utilizaram-se. Alguns métodos mais simples aplicados no Instagram e no Facebook, por exemplo, contam com o apoio do Facebook Business, que serve justamente para a gestão dessas atividades.

Mas, além dessa, há também diversas outras plataformas para acompanhar os resultados, ou até mesmo para orientar a execução dessas estratégias. Por isso, é importante levar em consideração também essas plataformas para marketing digital.

Plataformas para marketing digital

Todo o marketing digital baseia-se bastante em dados eficientes, para que com isso tomem-se decisões bem sucedidas. Afinal, sem esses dados, realmente, não é possível seguir por um caminho bem estruturado.

Como observado, a análise de dados dentro do marketing digital ocorre tanto na fase de planejamento, quanto também na observação dos resultados. Isso porque, é preciso escolher as melhores estratégias e também aperfeiçoar o que já vem sendo aplicado.

Felizmente, o que não faltam são ferramentas disponíveis para auxiliar as marcas a acompanharem diversos de seus processos. Nesse ponto, não entram apenas análises diretas dos resultados do marketing digital em si, mas também de outros pontos diretamente relacionados.

Os sites, por exemplo, têm um papel de extrema importância dentro das estratégias de marketing na internet. Assim, prezar pelo seu pleno funcionamento também faz parte desse processo. Desse modo, algumas das ferramentas mostradas a seguir, tem um foco também para os sites, dada sua importância.

Google Analytics

Em se tratando de análise gerais, não apenas de dados do marketing digital, mas também de toda a parte virtual da marca em si, o Google Analytics é uma opção indispensável.

De uma forma geral, essa ferramenta, que é mais uma oferta direta do Google, faz uma análise geral sobre como está o andamento do site de uma empresa. Esse é um ponto importante que deve-se abordar, e que interfere diretamente no sucesso de uma marca.

O site de uma empresa é uma base fundamental dentro da internet, e conseguir analisá-lo profundamente acaba gerando resultados significativos. E é justamente isso que o Google Analytics faz.

Na verdade, suas análises vão muito além do site em si, e se estendem para outras ramificações, como as lojas virtuais, e até mesmo as campanhas de marketing digital, tais como do Google Ads.

Em relação ao site, inicialmente, é possível observar o número de acessos que ele possui, o tempo que passam dentro dos conteúdos, bem como também se eles retornam ou não outras vezes.  Também identificam-se dados gerais sobre esses acessos, como idade, gênero e localização, dando uma visão bem profunda do público que se atinge.

Como visto, esses são pontos importantes dentro do marketing digital, servindo como uma base efetiva para a criação de novas campanhas. Além do mais, é possível observar exatamente onde se está acertando e onde estão acontecendo erros. Assim, pode-se corrigi-los devidamente.

Contar com uma ferramenta poderosa como o Google Analytics é algo indispensável para uma empresa que busca o crescimento. Essa capacidade de conhecer quem acessa o site, bem como também de acompanhar resultados do próprio marketing digital é algo inegavelmente valioso.

Google Analytics
A análise de dados é um dos pontos principais do marketing digital

A importância do Facebook Business para a gestão de marketing

Para que seja possível trabalhar com o marketing digital dentro das redes sociais, é importante contar com ferramentas adequadas. E, ao menos em relação ao Facebook e o Instagram, essa gestão ocorre de uma forma bem simplificada, através do Facebook Business.

O Facebook Business ou Facebook para empresas, como também se conhece a plataforma, é justamente uma ferramenta da gestão que serve para empresas e donos de páginas profissionais organizarem a gestão de suas contas. Há uma integração entre diversas ações do Face e também do Instagram, o que gera resultados como:

  • Programação de publicações;
  • Direct;
  • Notificações;
  • Observação do alcance;
  • Análise do público.

O primeiro ponto que deve-se abordar é justamente a possibilidade de programar a publicações. Elas podem ser feitas no feed ou nos stories, por exemplo, e nas duas redes sociais ao mesmo tempo. Assim, há uma gestão melhor do tempo dedicado a esse gerenciamento, permitindo focar em outras áreas também importantes.

Também é possível conversar com os usuários através dessa ferramenta, dando ainda mais autonomia para o gestor. Outro ponto é em relação às notificações que direcionam-se para esse portal, deixando tudo mais prático.

A análise do público é uma questão importante oferecida pelo Facebook Business, que permite identificar rapidamente quem são os usuários que acompanham a marca. Dados como gênero, idade e localização fazem toda a diferença para o marketing digital, e estão presentes na ferramenta.

Além do mais, também é possível acompanhar o andamento das publicações, o seu alcance. Isso permite observar quais são as ações que estão surtindo um bom efeito, e o que deve-se melhorar.

Google Meu Negócio

Uma boa forma de dar os primeiros passos dentro do marketing digital é através do Google Meu Negócio. Essa é uma plataforma gratuita, disponibilizada pelo Google, e que traz grandes vantagens para quem quer arrecadar mais clientes para sua marca.

De um modo geral, essa ferramenta permite que a empresa consiga ser localizada no Google Maps. Em termos práticos, essa é a grande vantagem que a plataforma oferece. No entanto, as outras vantagens provêm justamente desse ponto.

O fato de entrar no Google Maps permite que a empresa apareça como resultados de pesquisas relacionadas. Assim, quando alguém pesquisar por uma padaria, por exemplo, uma empresa desse ramo que tenha feito esse cadastro consegue ser facilmente localizada.

Em termos gerais, a praticidade dessa ferramenta envolve benefícios mais regionais, mas que podem ser ampliados com o passar do tempo. Além do mais, em muitos segmentos é justamente isso que acontece, com a ampliação desse território atendido pela empresa.

Outro fator interessante é que a marca passa a ter acesso a outras configurações do Google Meu Negócio. É uma página que permite, por exemplo, ter um contato direto com os clientes, através de mensagens.

Esses clientes também conseguem deixar um feedback sobre a empresa, e essa avaliação é de extrema importância, não apenas para a evolução da marca, mas também para que outros clientes possam ser atraídos, no caso de boas empresas.

A possibilidade de investir no Google Ads diretamente por esse portal, e com descontos iniciais, também é um benefício da plataforma. Desse modo, essa é realmente uma boa forma para quem quer entrar de vez no marketing digital, ou até mesmo para quem já investe nessas estratégias, mas quer observar outras formas.

SEMRUSH 

Dentro do marketing digital o SEMRUSH é uma ferramenta ideal para as marcas que desejam ter uma presença digital eficaz. Afinal ela traz funcionalidades completas de acompanhamento de público.

É possível, por exemplo, observar qual é o tipo de público que está entrando em contato com a marca. Assim, a abordagem, bem como a produção de conteúdo voltado para ele, passa a ser algo mais específico.

Um ponto importante, porém, e que deve-se levar em consideração, é que o SEMRUSH não é uma ferramenta gratuita. É preciso assinar um de seus planos para poder contar com os seus recursos.

Dentro do marketing digital, a ferramenta mostra seu valor ao reunir diversas funcionalidades, dando mais praticidade às ações. Afinal, acaba não sendo preciso caminhar por diversas ferramentas para realizar uma ação. Essa organização que o SEMRUSH possibilita é um de seus pontos primordiais, sem dúvidas.

Quando a produção de conteúdos, esse é um fator bastante otimizado pela ferramenta, que possui um banco de dados próprio de palavras-chave. Assim, pode-se direcionar tudo de uma forma efetiva.

A atuação do SEMRUSH dentro do mercado pago, também é algo que deve-se destacar, dando ainda mais possibilidades para a marca. Além do mais, a forma como a concorrência é observada e analisada, dá vantagens importantes.

Para melhorar a eficiência com os motores de busca, há a possibilidade de melhorar o próprio SEO do site, bem como também nos de possíveis clientes. Desse modo, acaba sendo mais um grande benefício para quem atua dentro do marketing digital.

Outros pontos importantes são um melhor gerenciamento de redes sociais, e também a geração de dados de análise sobre os resultados gerais da ferramenta. Em termos gerais, o SEMRUSH é realmente uma plataforma completa para esse campo.

Google Search Console

Outra importante ferramenta dentro do marketing digital é o Google Search Console. Assim como o Google Analytics, ele está diretamente relacionado ao pleno funcionamento do site de uma empresa.

Afinal, por ser o endereço oficial de uma marca na internet, é imprescindível que o site esteja realmente em uma boa situação. Seu rankeamento, por exemplo, é um dos fatores primordiais, e que interfere diretamente no sucesso de todo o processo de vendas, e consequentemente do marketing digital aplicado.

Pensando nisso, o Google conta com essa ferramenta, que serve justamente para analisar toda a estrutura do site, buscando diagnosticar onde estão os erros que fazem com que ele não consiga um bom resultado durante as pesquisas. Esse é realmente um aliado poderoso, e que faz a diferença nesse processo.

Outras ferramentas também cumprem essa função, mas o grande diferencial do Google Search Console é que ele é totalmente gratuito. E contar com um apoio gratuito e eficiente nesses momentos, são diferenciais importantes.

Fazer um check up do funcionamento do site serve para que seja possível corrigir as falhas apresentadas. Dessa forma, uma otimização torna-se possível, fazendo com que ele tenha melhores resultados, em pesquisas, por exemplo.

Como mencionado, o sucesso do marketing digital, e consequentemente da marca em si, vai depender diretamente disso. Por isso, vale a pena investir um pouco de tempo e esforço para analisar e corrigir essas possíveis falhas que possam estar atrapalhando o site.

Qual é a importância do site no marketing digital?

Um ponto que ganha um grande destaque dentro do marketing digital é o site empresarial. Como já mostrado, o site é um endereço da empresa dentro da internet. Ele marca a entrada de vez nesse mundo virtual, sendo um canal oficial onde grande parte das questões são feitas.

Para uma marca que realmente busca um crescimento significativo, a criação de um site é algo indispensável, e que traz diversas vantagens. Muito da dinâmica do marketing digital, de uma forma mais avançada, parte justamente desse ponto. De um modo geral, essas são algumas vantagens importantes:

  • Localização dentro da internet;
  • Surgimento como resultado através dos motores de busca;
  • Reunião de todas as informações importantes sobre a marca;
  • Permite que as pessoas encontrem e conheçam melhor a empresa;
  • Local onde pode-se realizada as vendas diretas, onde pode-se ofertar os produtos;
  • Ponto base para diversas ações do marketing digital, para onde direciona-se o público.

Essas são apenas alguns dos benefícios que a criação de um site pode oferecer para uma empresa. Afinal, esse é realmente um canal oficial, onde todas as outras estratégias passam a girar em torno. É como a matriz da empresa dentro da internet.

Realmente, o site tem um papel de extrema importância, e entender como criar site  para empresas também é um ponto fundamental. Felizmente, pode-se utilizar muitas ferramentas nesse processo.

Além do mais, muitas agências de marketing digital, como é o caso da Visão Confiável, prestam apoio nesse processo. Contar com o direcionamento de agentes especializados faz toda a diferença, ainda mais quando se acompanha de todo o marketing digital posterior.

Quais as melhores plataformas para criar sites?

Dada a importância que o site tem para a empresa, e consequentemente para a própria eficiência do seu marketing digital, é preciso levar em consideração o próprio processo de criação de um site. Com isso ocorre?

Bem, desde o surgimento da internet, ainda nos anos 90, muitas coisas relacionadas a ela já evoluíram bastante, quase como se fossem outras coisas. Os sites, tanto em relação ao design, funcionamento, etc. é um desses pontos.

Nesse período inicial, até bem depois do anos 2000, todo o processo de criação era realmente bem complicado. Mas, felizmente, hoje é um processo mais simples, e que não há a necessidade de ser um expert em programação para criar o seu próprio site.

Claro, é preciso uma orientação prévia, mas com um entendimento básico tudo pode ser feito rapidamente. O que ocorre, é que essa linguagem passou a ser inteiramente “traduzida”, e executa-se os comandos facilmente.

Plataformas, como o WordPress, por exemplo, preparam todo o terreno para que o site seja feito, por isso, qualquer um pode ir lá e criar. Em relação a isso, porém, é importante levar em consideração dois conhecimentos básicos, que é saber o que é domínio e hospedagem.

Domínio – é o endereço site. Deve-se comprá-lo, e é através dele que será possível localizar esse site. Exemplos: Facebook.com; Instagram.com.

Hospedagem – é onde hospeda-se o site. Afinal, as informações e estruturas não ficam jogadas ao ar. É preciso buscar um local para hospedar esse site.

Agora que já foi possível entender melhor esses pontos iniciais, vejamos algumas das melhores plataformas para criar sites. Assim, ele será utilizado em diversas ações dentro do marketing digital.

WordPress

O WordPress é uma das plataformas mais relevantes quando se trata na criação e também na manutenção de sites. Diversas marcas optam por esse canal para ficar suas raízes dentro da internet, muito pela praticidade que ele oferece. Na verdade, cerca de 1 a cada 3 sites que existem no mundo tem uma atuação direta do WordPress. 

Um dos pontos que mais chama a atenção para esse software é que ele é totalmente dinâmico, e consegue atender todos os públicos. Além do mais, é algo totalmente gratuito, sendo preciso arcar apenas com as outras despesas relacionadas aos sites, como é o caso de uma hospedagem.

De um modo geral, o WordPress chama a atenção por ser muito fácil de se utilizar, e basicamente qualquer pessoa consegue criar um site, mesmo sem ter um conhecimento profundo em programação. A própria manutenção, por assim dizer, também ocorre de uma forma bem básica.

Sua chegada, em 2003, conseguiu revolucionar o mercado da época, e desde então o software já evoluiu bastante, sempre buscando oferecer o melhor para o público. Outro ponto de extrema relevância também é em relação ao seu código aberto.

Assim, além de atender quem não entende nada de programação, o WordPress é uma ferramenta ideal para quem é especialista na área. Isso porque, por ter seu código aberto, é possível realizar alterações, melhorias e adaptações, buscando atender necessidades específicas. Não à toa, que utiliza-se tanto o software em todo o mundo.

Dentro do marketing digital, uma vantagem relevante que ele oferece, é o aprimoramento de técnicas de SEO, que aplicam-se no site e nos conteúdos criados. Assim, a marca consegue estar mais otimizada para se sobressair durante as pesquisas na internet.

Benefícios do wordpress para o marketing digital

Dentro do marketing digital, o WordPress traz benefícios que vão além da criação dos sites em si. Afinal, ele é uma ferramenta perfeita para quem busca melhores posicionamentos dentro do Google.

Além de marcar presença dentro da internet, é importante que note-se essa presença, e para isso, contar com um site bem estruturado faz toda a diferença. O WordPress conta justamente com essa vantagem.

São dezenas de plugins e de ferramentas que podem auxiliar nesse processo, tais como o Elementor e o Yoast SEO, que é o principal plugin para melhorias e edições de SEO e rankeamento do mundo.

Outro ponto importante, e que deve-se mencionar, é em relação a separação das partes da criação do site, que utiliza-se no marketing digital. Pontos como o domínio e a hospedagem são, de certo modo, desconectados.

Quem utiliza uma hospedagem para o seu site, mas depois deseja mudar para alguma outra, que ofereça mais vantagens, consegue fazer isso facilmente com o WordPress, e sem deixar nenhuma informação para trás.

Wix

Uma outra opção que também surge no mercado de criação de sites, que são ferramentas fundamentais no marketing digital, é o Wix. Essa também é uma ferramenta voltada para criar sites, bastante popular inclusive.

A facilidade de criação, mesmo para quem não entende nada de programação, ou não sabe muito bem o que é o código fonte do site, por exemplo, é também um dos grandes pontos fortes do Wix. Afinal, esse é um ponto importante para esse tipo de ferramenta, uma vez que entender de programação é algo não tão comum.

A existência de planos gratuitos para utilizar os serviços, também é um ponto super positivo, embora essas ações sofram com limitações, é claro. Para quem deseja algo mais complexo, há planos pagos que oferecem mais recursos.

Um ponto interessante do Wix, que incrivelmente é um benefício e uma desvantagem ao mesmo tempo, dependendo do ponto de vista, é a junção, por assim dizer, entre domínio, hospedagem e a plataforma.

Assim, quem deseja criar um site no Wix consegue um pacote completo, já com esse domínio e a hospedagem incluso. Essa é uma vantagem inicial interessante, que deixa tudo ainda mais simplificado. Contudo, caso surja o desejo ou necessidade de trocar essa hospedagem, por exemplo, não há como realizar essa ação, uma vez que tudo fica integrado.

De todo modo, essa também é uma opção significativa para quem deseja investir no marketing digital, criando o seu próprio site. No entanto, o WordPress, sem dúvidas, acaba sendo uma opção mais completa.

Conclusão

Ao longo desse artigo, abordou-se diversos temas importantes sobre o marketing digital. Claro que essa é uma temática bastante ampla, mas foi possível destrinchar bastante esse conteúdo.

A Visão Confiável é uma agência de marketing digital completa para você, que está no mercado desde 2017, e que realiza diversos serviços para a sua empresa, desde a criação até a manutenção do seu site, como a produção de conteúdos, dentre outros.

Para entrar em contato com nossa agência, basta enviar uma mensagem diretamente sobre o nosso Email, que é o [email protected]; ou então enviar uma mensagem para o Whatsapp da empresa.

Deixe seu comentário