Hoje em dia, existe uma infinitude de sites para trabalhar como freelancer, tais como Getninjas, Workana, 99Freelas, Rock Content e Blasting News. Basta escolher com sabedoria e colocar na balança os melhores para o seu perfil.

As profissões e as formas de trabalho mudaram bastante nos últimos anos, principalmente devido a pandemia. Grande parte dos trabalhos agora podem ser feitos em home office e por isso, sites para trabalhar como freelancer também começaram a ser mais buscados.

Não só para quem trabalha em casa, mas também para quem está sem trabalho, os trabalhos freelancers passaram a ser uma boa opção. Além disso, a alta procura acabou fazendo com que o mercado crescesse tanto a nível nacional quanto internacional.

Hoje, o profissional freelancer é visto de outra forma. É visto como alguém profissional e que presta serviço de maneira eficaz e com qualidade. Inclusive, muitos trabalhadores que perderam seus empregos, tiveram que migrar para essa área, e estão conseguindo se manter, trabalhando de forma remota. Para entender melhor sobre as profissões e conhecer alguns sites para trabalhar como freelancer, continue lendo.

Neste artigo, você verá:

  • Como trabalhar como freelancer online?
    Quais melhores dicas de como conseguir trabalhar como freelancer?
    Quais são os trabalhos de freelancer?
    Quanto ganha um freelancer por dia?
  • Qual alor para pagar por hora para Freelancer?

O que é um trabalho freelancer?

O trabalho freelancer é todo aquele em que um prestador de serviço ou também chamado de freela faz. Normalmente esse trabalho é feito de maneira independente, sem vínculo empregatício.

Sendo assim, na grande maioria das vezes ele tem caráter temporário ou varia de acordo com a demanda. Portanto, o trabalhador pode trabalhar tanto online como presencial. O home office ainda é o mais requisitado, devido a versatilidade de poder trabalhar de qualquer lugar.

Além disso, os segmentos profissionais são variados. São vários os profissionais que podem trabalhar como freelancer, desde professores, designers, escritores, programadores, editores de texto ou vídeo, entre várias outras profissões que possam desempenhar seu trabalho de forma remota.

Quais são os trabalhos de um freelancer?

O profissional que deseja atuar como freelancer, pode praticar qualquer tipo de atividade desde que ela possa ser feita sem contrato formal. Além disso, o freelancer também é aquele que consegue trabalhar muitas vezes da própria casa, seja prestando um serviço, ou realizando uma atividade que gere uma renda.

Uma das principais características desse tipo de trabalho é a sua flexibilidade. Por isso, os sites para trabalhar como freelancer não exigem qualquer tipo de horário fixo de trabalho. São várias as profissões e os tipos de trabalhos que podem ser feitos em forma de freela.

Dentre os principais profissionais que são procurados para trabalhar dessa forma, estão programadores, gerente de projetos, redatores de conteúdo para web, produtos ou editor de vídeos, copywriter, jornalista, gestor de tráfego pago, designer, entre outros.

Ser freelancer é uma ótima opção para quem deseja começar a trabalhar por conta própria, e se estabilizar financeiramente e fazer o horário de trabalho da maneira que desejar. Além disso, essa acabou se tornando a opção mais atrativa para os nômades digitais.

Pessoas que gostam de viajar o mundo e ainda assim, continuar trabalhando online, como freelancer, são chamados de nômades digitais. Esse é um estilo de vida que chama atenção e atrai muitas pessoas.

Como trabalhar como freelancer online?

Para quem deseja começar a trabalhar de maneira remota, o primeiro passo é encontrar sites para trabalhar como freelancer esse candidatar para as vagas que estiverem disponíveis. É importante estar presente no universo online.

Existem muitas formas de se fazer isso, mas os sites de freelancer, normalmente não cobram nada para fazer um cadastro e deixar seu portfólio online disponível. Independente de qual seja a profissão, o primeiro passo é criar um bom portfólio para mostrar o trabalho.

O prestador que trabalha como freelancer, não necessariamente precisa ser pessoa jurídica, mas estar formalizado pode ser um quesito a mais para fechar grandes parcerias. As empresas maiores prezam pela formalidade e muitas vezes exigem nota fiscal pelo trabalho.

Contudo, por se tratar de um mercado instável e muitas vezes informal, não há qualquer vínculo entre contratante e contratado. Sendo assim, vale se cadastrar no maior número de sites para trabalhar como freelancer possível para conseguir encontrar mais trabalhos.

Essa é uma forma de garantir uma boa renda, mas precisa trabalhar e encontrar boas parcerias para a prestação de serviços. É importante diversificar os clientes para não ficar dependendo apenas de um só. Caso haja um cancelamento, ainda haverá outras opções de renda.

Onde conseguir trabalho de freelancer?

Existem vários sites para trabalhar como freelancer que podem ajudar nessa busca. Como se trata de um trabalho remoto, o melhor jeito de encontrar quem procura por profissionais para trabalhar como freelancer home office, é através da internet.

Alguns sites são mais conhecidos e por isso, possuem mais concorrência em questão de prestadores de serviço. Contudo, é importante manter um cadastro ativo em todas as plataformas, para garantir uma boa visibilidade e também mais opções e ofertas de emprego.

A Visão Confiável separou uma lista, com alguns dos principais sites freelancer Brasil, que são uma ótima escolha para começar a entrar nessa área. Confira abaixo.

1.      Freelancer

O site Freelancer está entre os sites para trabalhar com freelancer mais conhecidos. Além disso, é considerado uma das maiores plataformas destinadas a autônomos que querem ganhar dinheiro online. Entretanto, por ser um site muito conhecido, a concorrência é alta. Por isso, não é muito recomendado para iniciantes ou pessoas que tenham pouca experiência. A plataforma atende mais de 200 países, incluindo o Brasil.

Ao total são milhões de empresas e profissionais cadastrados que conseguem se ajudar. Dentre as áreas de maior destaque da plataforma estão a área de designer, marketing digital e tecnologia da informação.

Para os iniciantes, a plataforma disponibiliza uma área para certificar as habilidades. O que é uma maneira de garantir que o freela entende e domina o nicho em que trabalha. Portanto, isso aumenta as chances de contratação.

2.      99 freelas

Uma ótima opção de sites para freelancer iniciantes. O 99 freelas é um dos sites para trabalhar como freelancer mais famoso no país e funciona através de candidaturas. Sendo assim, os clientes que estão procurando precisando do serviço, anunciam seus projetos e os freelancers interessados fazem sua oferta.

A proposta enviada deve ser elaborada, contendo o valor cobrado e o prazo de entrega. Muitas vezes o contratante realiza um teste antes de fechar o trabalho, mas tudo varia de acordo com a negociação.

Para quem não deseja gastar, o site pode ser usado de forma gratuita, mas também existe a opção de assinatura, que deixa o perfil com maior relevância. Não há limite de propostas para enviar. Vale ressaltar que um percentual do valor da proposta fica para a plataforma, mas isso é mostrado durante o orçamento.

3.      Workana

A plataforma funciona de forma bem semelhante ao 99 freelas, mas conta com uma diversidade de freelancers maior. Desde produtores de conteúdo, financeiro, tradução, etc. A empresa ou contratante faz o anúncio do que precisa, e os freelancers se candidatam.

São os profissionais que entram em contato com a empresa contratante, para vender seu serviço através de uma proposta. Essa proposta deve contar o valor que será cobrado e o tempo de conclusão do mesmo. Além disso, pode ser que o contratante solicite outras informações até que a negociação seja feita.

Na Workana existem muitas opções de trabalho, já que são várias empresas que precisam de freelancer todos os dias. Entretanto, por causa disso, a concorrência também é alta e é necessário se destacar.

4.      UpWork

Um dos sites para trabalhar como freelancer bastante popular no Brasil e que tem uma funcionalidade diferente para os contratantes. Dentro da plataforma é possível encontrar muitos tipos de trabalhos para freelancer desde engenheiros, até designers e desenvolvedores de software.

Contudo, seu funcionamento é semelhante aos demais que já foram citados. Sendo assim, os contratantes fazem uma publicação do que precisam, e aguardam que hajam respostas e contatos de quem deseja trabalhar.

Na sequência, a negociação é finalizada e assim, o trabalho pode começar a ser feito. O pagamento é realizado dentro do próprio site e há uma cobrança para isso dentro do valor cobrado pelo freela. Embora existam muitos brasileiros que trabalham na UpWork, o site é americano. Além disso, é possível encontrar empresas realmente grandes que estejam procurando por freelas online. Vale a pena conhecer.

5.      Comunica geral

A plataforma freelancer é brasileira e se trata de um portal para divulgação de portfólio. Além disso, o próprio Comunica Geral faz a indicação de quem está procurando alguma vaga de emprego.

O site é um pouco menos intuitivo que os demais citados, mas ainda assim, é uma boa opção de sites para trabalhar como freelancer. Ao acessar a plataforma, é preciso ler com atenção as instruções e as opções para encontrar o que deseja.

Para quem está iniciando, é uma ótima opção para quem quer trabalhar como programador, como jornalista ou designer, além de várias outras áreas criativas. Vale ressaltar que existe opção gratuita e paga nos planos disponíveis.

6.      Crowd

Dentre todas as opções citadas, a Crowd é uma plataforma freelancer bem específica, voltada para as áreas de tecnologia e para a comunicação. Contudo, o grande diferencial desse site é que ele só aceita empresas e contratantes que tenham CNPJ.

Sendo assim, todas as empresas pagam ao site para ter um cadastro ativo. Portanto, é uma plataforma que oferece mais credibilidade e contratantes sérios que realmente desejam encontrar bons profissionais, não apenas pelo preço.

Entretanto, sempre que vagas são abertas pelas empresas, elas avaliam os currículos de cada um dos freelas, e entram em contato para fazer um orçamento, que pode variar de acordo com a demanda e o profissional.

7.      GetNinjas

Também merece um lugar nessa lista de sites para trabalhar como freelancer, o GetNinjas. A plataforma é bastante conhecida, mas funciona diferente.

Embora seja um local onde é possível encontrar diversos tipos de profissionais como redatores, professores, designers, consultores, etc que trabalham em sistema home office, também é possível encontrar profissionais para trabalhos presenciais.

O diferencial é que para ter um cadastro ativo é gratuito, mas há um custo para investir em determinados pedidos. Só então, é possível negociar o preço do trabalho. Entretanto, o GetNinjas serve como uma enorme vitrine em que você anuncia o que faz, e os empregadores é que vem até o perfil.

Como trabalhar como freelancer para o Google?

Atualmente o Google disponibilizou em sua plataforma de busca, uma nova ferramenta que facilita encontrar vagas de emprego de todo tipo, inclusive para freelancer sp e vagas home office.

Sendo assim, basta que o usuário entre no navegador e digite nas buscar a frase “trabalho freelancer” ou “trabalho home office”. A ferramenta foi criada para facilitar o processo de busca por trabalho das pessoas, durante a pandemia.

As buscas aumentaram de forma expressiva durante o período de quarentena e por isso, a opção de fazer essa busca já na página inicial do buscador, facilita encontrar as vagas que estão disponíveis, basta clicar em “empregos”, para verificar como funciona a seleção.

Além disso, pelo Google é possível separar as categorias e encontrar as vagas de acordo com trabalho desejado. Como área jurídica, redação, administração, vendas, marketing, etc. No anúncio de cada vaga é possível verificar a cidade, a empresa que está contratando e o nome dela.

Outras informações também podem estar disponíveis como salário, tempo de trabalho, descrição da vaga e quais os requisitos para quem deseja se candidatar para a vaga.

Como trabalhar como um freelancer?

Quem quer começar a trabalhar como um freelancer, precisa aprender algumas coisas que são essenciais para entregar um bom trabalho e ser um bom profissional. Independente de qual seja a área de atuação, o freelancer precisa saber como trabalhar.

Quem trabalha de forma remota e como autônomo, passa por diversas dificuldades, principalmente pela dificuldade de manter uma renda fixa ou para dar conta do planejamento e entregar tudo nos prazos corretos.

Sendo assim, uma das principais dicas mais importantes que um freelancer precisa ter, é organização com prazos. Isso só pode ser feito com um bom planejamento. Para quem trabalha como freelancer online digitador, precisa saber o tempo que leva para finalizar um trabalho.

O tempo de produção do trabalho, é muito importante para saber até mesmo o quanto cobrar e também quanto tempo se leva para concluir o projeto. Assim fica fácil saber quantos projetos em paralelo é possível pegar ao mesmo tempo.

Muitos freelas iniciantes, acabam pegando trabalhos demais, focando apenas no dinheiro, e acabam não dando conta da demanda, atrasam os prazos e isso acarreta em cancelamentos e até mesmo uma má reputação em sites para trabalhar como freelancer. Portanto, é importante tomar muito cuidado com isso e se planejar de forma correta e lógica, para que isso não aconteça.

Defina uma especialidade

Mesmo que o freelancer saiba fazer muitas coisas, é fundamental definir uma especialidade para trabalhar. Alguns dos sites para trabalhar como freelancer, permitem que o profissional adicione um número limitado de qualificações ou habilidades. Isso serve para ajudar no foco.

Além disso, ao ter um foco, uma única área de atuação, fica mais fácil se destacar nela. A dedicação a um tipo de trabalho, aumenta a eficiência e assim, o freela consegue entregar trabalhos melhores.

Além disso, isso também facilita aumentar a sua reputação, ao seguir em um único nicho. Fica mais fácil pegar mais trabalhos, quando se atua em um único tipo de trabalho.

Tenha uma rotina de trabalho

Mesmo para quem trabalha em sistema home office e de forma remota, ter uma rotina de trabalho é fundamental. Ter horário para começar e para parar de trabalhar é saudável e faz com que o desempenho também seja melhor, já que não há esgotamentos mental e físico.

Para quem estava acostumado antes a trabalhar 8 horas por dia em CLT, fica mais fácil manter o mesmo horário, ou seguir algo que seja parecido. Mas é fundamental saber se organizar quanto as horas de trabalho e descanso na hora de empreender.

Estabeleça regras para o expediente, principalmente para quem nunca trabalhou em casa. Tenha um local específico para trabalhar que seja silencioso, tenha boa conexão e seja adequado ao tipo de trabalho.

Nunca trabalhe na cama ou no sofá. Além de fazer mal para a postura, também é pouco produtivo no longo prazo. Tenha um local mais estruturado para trabalhar como se fosse um escritório mesmo, fora de casa.

Organize as finanças

Todo freelancer precisa estar preparado para períodos de baixa demanda. Isso significa que pode ser que um mês o trabalho flua muito bem e tenha vários projetos para fazer, enquanto outros meses essa quantidade pode diminuir. Isso influencia diretamente no faturamento.

Portanto, existem meses em que se ganha bem e outros nem tanto. Daí a importância de se ter uma boa organização financeira. Se possível, o ideal é que o freelancer tenha uma reserva de emergência, que equivale a pelo menos 6 meses do valor das despesas pagas guardado, para o caso de um período ruim.

Além disso, vale ressaltar que ao se tornar autônomo, todos os privilégios da carteira assinada se perdem, como férias, décimo terceiro e também a aposentadoria. Sendo assim, tanto para períodos de descanso como para se programar para o futuro, é necessário organização financeira e planejamento.

Adotar uma estratégia para separar o dinheiro que entra para o futuro e para os gastos, pode ser uma boa opção. Se preciso, fazer alguma previdência privada também ajuda a deixar o futuro mais seguro e tranquilo.

Para quem decide se tornar MEI, é importante separar o dinheiro da empresa e o prolabore, que é o salário. Assim fica mais fácil estabelecer sempre um ganho fixo para o profissional, e ir deixando um caixa separado para a empresa.

Quanto ganha um freelancer?

Essa é uma dúvida bastante frequente para quem quer iniciar a trabalhar dessa forma. E a resposta é que depende. Depende do tipo de trabalho prestado, qual o valor que pode estar agregado para o contratante.

Alguns freelas optam por cobrar por projeto, enquanto outros cobram por hora, ou por mês. Mas tudo varia de acordo com o tipo de trabalho realizado. Esses valores podem oscilar também, de acordo com o grau de experiência do freelancer.

Por exemplo, um freelancer que trabalha com redação, pode cobrar por palavras, por tamanho do texto, por hora, ou por projeto, unindo um pacote de textos. Para quem deseja ser freelancer trabalhos escolares, isso pode mudar um pouco.

Embora essa também seja uma forma de ganhar dinheiro como freelancer, pois aparece muita demanda, é difícil conseguir cobrar um valor considerável, devido a clientela desse tipo de trabalho. Sendo assim, o nicho também é um ponto importante de se prestar atenção.

Quem deseja trabalhar com redação e escrita por exemplo, o mercado de marketing de conteúdo está mais aquecido. Sendo assim, é mais fácil de encontrar trabalhos e ser bem pago por isso. Basta se capacitar e produzir um bom portfólio para isso, e se candidatar para as vagas.

Vale a pena ser freelancer?

Essa pode ser uma ótima reflexão a se fazer e tudo depende de uma série de fatores. Dentre eles estão os objetivos de cada um. Existem pessoas que tem mais habilidades em trabalhar por conta própria e ser o próprio chefe. Enquanto outras preferem a estabilidade de um emprego por carteira assinada.

Entretanto, cada objetivo é o que vai dizer se esse tipo de carreira vai valer a pena ou não no longo prazo. O salário ou o faturamento é algo muitas vezes que não se pode controlar, mas ao mesmo tempo também é possível prever quando se tem contratos e parcerias mais longas.

Contudo, quem trabalha de forma independente tem a liberdade de sempre realizar tarefas da maneira que acha correto. Levando em consideração os pedidos do cliente, mas executando da forma que quer.

Além disso, para se valorizar e valorizar o próprio serviço, o freelancer pode sempre se atualizar e melhorar suas habilidades. Sendo assim, mesmo em sites para trabalhar como freelancer, é possível ganhar mais aumentando os preços e a demanda, ao se tornar especialista em determinadas áreas.

Para vender os serviços e convencer mais clientes a fazer orçamentos e fechar parcerias, ser um bom profissional é essencial. Portanto, esse é um tipo de trabalho que exige técnicas de negociação e também um bom planejamento e organização. Em qualquer área que deseje atuar.

Deixe seu comentário