Storytelling é a capacidade de contar e criar histórias envolventes e que podem vender. Em suma, possui muita relação com o copywriting. Para isso, é importante utilizar outros recursos a seu favor: sons, imagens, vídeos, cheiros, textos e muitos outros.

A técnica é também utilizada nas escolas para que os alunos aprendam a disciplina e consigam gostar do conteúdo. O mesmo é realizado dentro de uma agência de marketing: o objetivo é vender através de uma história que cause identificação. Tudo isso é feito de forma indireta.

Quem não gosta de uma boa história? Todas as culturas fazem o uso dela, seja em reuniões de trabalho ou até mesmo com amigos e família. Unimo-nos em torno de uma fogueira ou mesa de guloseimas, rimos contanto fatos que já nos ocorreram.

Essa prática pode ser utilizada no marketing digital e pode fazer uma enorme diferença no lucro final. Só porque você realiza as vendas há anos, não quer dizer que os leads conheçam o produto. Dessa forma, uma boa alternativa é apresentar aos clientes de forma criativa e empreendedora. Use os mais variados gatilhos, principalmente o de identificação.

Storytelling é a comunicação, o bem mais precioso dos seres humanos. Portanto, aprenda a usar as técnicas e passo a passo conosco.

Storytelling: o que é?

Como já citamos, ele pode ser utilizado de muitas formas e até com cheiro e sensações. Entretanto, no marketing digital, é comumente usado através de recursos digitais.

Outro fator relevante é que o responsável da campanha deve saber que a história pode ser moldada de acordo com a perspectiva do internauta. Como exemplo, iremos citar o sistema solar.

Mercúrio (o planeta mais próximo do sol) diria que é muito quente, insuportável ter uma vida lá. Já Netuno, que é o mais distante, diria que onde está é muito frio, uma rotação em torno do sol pode demorar 164 anos  enquanto na terra é apenas 365 dias.

Já os seres humanos, podem afirmar com toda a certeza: aqui, temos um clima agradável para a vida. Graças às nossas características que vivemos.

E então, quais deles estão errados? Ambos afirmam aspectos diferentes juntamente com outras visões de mundo.

O mesmo ocorre com uma imagem bastante comum nas redes sociais em que estão duas pessoas de frente com a outra. Uma vê o número nove e a outra vê o número seis. Qual das duas está errada? Se trocarem de lugar, as visões seriam distorcidas porque estariam vendo o outro ponto de vista.

Storytelling como fazer? Entenda o tripé

As técnicas e o passo a passo devem seguir três fatores específicos e que são muito importantes. Mas, quais são eles?

Começa-se com as técnicas de narração em que deve-se analisar quais as palavras mais adequadas para utilizar e como organizar o “texto” para a organização.

Após organizar todos os fatores, deve-se abordar a narração. É onde tudo começa a ter vida e ser colocado em prática.

Para que ela possua efeitos sobre o lead, é necessário que seja coerente. Ou seja, possui começo, meio e fim. Já em sua introdução será necessário fazer com que ele se identifique e sinta tocado.

Conhecendo através dos livros milenares

A técnica é possível ser encontrada em livros diversos. Entretanto, não é sobre um profissional abordando a tática diretamente. Como assim? Ela está dentro dos livros de literatura, sejam ocidentais ou orientais.

Como maior exemplo de livro Storytelling, podemos citar “Mil e uma noites”. Não se sabe ao certo quando foi escrito mas, encontrou-se documentos que comprovam existir há mais de um milênio.

A obra aborda sobre a história do rei Périsa que foi traído pela esposa. Como forma de vingança, decidiu que iria passar todas as noites com mulheres diferentes e degolá-las no dia seguinte. Entretanto, quando pediu para que Sherazade fosse até ele, ela foi bastante esperta: pediu para que a deixasse viver se gostasse de suas histórias. Assim o fez e, todas as noites, o rei ficava ainda mais atraído e não a matava. Viveu e poupou a morte de muitas outras mulheres ao aplicar técnicas de Storytelling.

Também é possível contar histórias infantis para as crianças para que elas ajam de uma forma que se deseja. O que, geralmente, os pais dizem para fazer com que as crianças não aceitem doces de estranhos? Histórias como chapeuzinho vermelho ou do homem do saco! Já a opção da “Bela e a Fera” servem para que os pequenos evitem julgamentos: nem sempre a pessoa é aquilo que parece.

Quais as 04 principais formas de começar a aplicar?

Existem algumas formas de começar a aplicar as técnicas para ter ainda mais resultados. Portanto, separamos uma lista abaixo para te mostrar quais são elas:

O primeiro passo é colocar em sua narrativa o seu produto e histórias relacionadas a ele. Não fuja do tema! Deve-se desenvolver a história para que o lead se identifique e entenda que essa é a única (ou melhor) solução para o problema criado, esse é o segundo passo.

O terceiro passo é criar elementos que posicionem a sua marca na mente do cliente. Isso pode ser realizado através de uma fala ou de um logo ou conceito. A última opção, quarto passo – e não menos importante – é relacionar elementos da cultura pop com a sua marca. A cultura deve fazer parte do dia a dia do persona para que ele entenda a referência.

Pode parecer que é muito fácil, mas não existe um Storytelling exemplo pronto justamente porque sua empresa terá que ser criativa e criar um do zero. Felizmente, existem algumas dicas Storytelling, mas é importante fazer muita análise e ter criatividade para colocar em prática.

Portanto, agora que descobriu quais são os quatro passos, que tal saber que tipo de conteúdo pode provocar mais engajamento? Iremos citar a seguir quatro deles:

1- Informativo

O objetivo principal é informar o seu cliente. Portanto, neste aspecto é recomendado que se trabalhe com dicas de uso e recomendações. Em suma, sua função será de ensinar o persona.

O que muitas agências fazem é colocar vídeos na home do site ensinando sobre os benefícios de utilizar o item que desejam vender. Segue abaixo um exemplo de Storytelling para vender um infoproduto sobre aumento de Score no Serasa.

Storytelling: o que é, técnicas e como fazer

2- Serviço

A lógica está em simplificar a vida do seu persona. Dessa forma, ele poderá ter a capacidade de resolver algum problema ou poupar uma parte do tempo que tem disponível.

Imagine que está procurando no Youtube como ranquear um artigo no Google. Após te dar dicas, o apresentador do conteúdo irá te dizer o seguinte para te estimular a comprar os pacotes da Visão Confiável:

“Está procurando saber como fazer textos para ranquear no Google? Você já conheceu nossos serviços? Eles podem te ajudar a poupar aquele bom tempo porque nós criamos ele do zero e completamente otimizado. E o melhor de tudo: Por um bom preço e prazo!”

3- Comunicação

Comunique seu persona sobre o produto. Faça com que ele veja as relações entre o que procura e o que sua marca pode oferecer.

Por exemplo, no produto que citamos acima, a principal estratégia é mostrar o quando as pessoas comuns não conseguiam créditos por estarem com o score baixo. Mas, eles conseguiram um modo de reverter isso e para saber como, é necessário fazer a compra e assistir às aulas.

Além disso, utilizam depoimentos de pessoas reais. Não apenas textos com imagens. Dessa forma, o cliente poderá pensar: se funcionou para eles, por que não funcionaria para mim?

Para que cause ainda mais identificação com o público alvo (classe baixa), utilizaram artistas vestidos da forma com que essa classe se veste. O cenário também era idêntico. Procure utilizar roupas parecidas, usar sotaques e cenários que causem gatilhos.

4- Entretenimento

Podem ser temporais ou atemporais. Mas, uma coisa é fato: devem divertir e ficar na mente. Eles estão em todos os locais: vídeos de receitas, hashtags e muitos outros. Portanto, tome cuidado para que não acabem sendo forçados ao internauta. Crie algo leve e que seja “consumido” de forma rápida.

Storytelling na prática e produzindo o conteúdo

Qualquer fator poderá fazer com que o lead fique ainda mais interessado no produto ou perca o completo interesse. Para isso, é importante analisar alguns fatores:

  • Quanto tempo dura o seu texto dentro do vídeo?
  • Qual será a entonação de voz? Será mais séria ou descolada?
  • Como movimentar o corpo e causar impressões através da linguagem corporal?
  • Qual o contexto utilizar para que ele se identifique?
  • Quais termos utilizar para que ele entenda e seja um conteúdo que adiciona?
  • Como criar um cenário e vestimentas que causem identificação?
  • Iremos aplicar filtros, se sim, quais?
  • Como vestir e qual a aparência de quem vai contar a história?

Enfim, existem todos esses aspectos (e muitos outros) que devem ser levados em consideração.

Uma dica Storytelling é usar as metáforas para que os personas entendam de forma mais simples do que se trata o conteúdo. Assim como o exemplo do sol e do número 6 ou 9.

Para isso, é importante fazer o uso da criatividade. Saber criar algo diferente e que possa se destacar entre os mais variados outros conteúdos sobre o mesmo tema. Fazer o uso da ficção também é válido. Entretanto, tome cuidado para não criar mentiras e acabar com a confiança da marca.

Eu entendo o que estou tentando vender?

A Agência Visão Confiável vende consultorias e textos otimizados em SEO e copywriting. Portanto, para criar uma estratégia de conteúdo, é importante saber exatamente qual é o produto, suas vantagens e desvantagens.

Assim como nós conhecemos técnicas de marketing digital, os leads podem não entender muito sobre a importância do tema. Portanto, devemos adequar o conteúdo para que eles saibam sobre a relevância de bons textos para o site.

Por isso, antes de criar uma campanha Storytelling, é relevante analisar estes aspectos:

Tempo: Qual o seu tempo para passar a informação e tornar ela relevante? Muitas vezes pode ser questão de minutos ou segundos. Portanto, não seja como a história de Mil e Uma Noites em que possuem toda uma madrugada. Seja breve e respeite o tempo que possui. Para descobrir o tempo máximo e mínimo, pode fazer uma pesquisa com o público alvo perguntando até quanto tempo ficariam assistindo um anúncio e o que os deixariam frustrados.

Conhecer o assunto: Somos a Visão Confiável e desejamos apresentar o conteúdo oferecido. Já devemos prever os possíveis desentendimentos que os Leads podem ter. A Burger King apresentou uma campanha de um produto embolorado. Entretanto, para evitar desentendimentos, já ressaltaram: é isso que acontece quando você come produtos sem conservantes. Tudo isso foi uma estratégia para dizer que seria natural e orgânico.

Interesse: Quais são os interesses do consumidor? O que ele espera satisfazer? Descubra como atingir todos esses aspectos com técnicas Storytelling. Responda questões como idade, sexo, gostos e perfil para descobrir qual a melhor forma de criar uma campanha tocante.

Durante a consultoria de Storytelling…

O Consultor tem o objetivo de tirar todas as pedras do caminho. Para isso, deverá facilitar o conteúdo aos “alunos”. Ser o mais puro professor e desenvolvedor da pedagogia.

Não precisa ser uma aula tradicional, deve ser empreendedora e inesquecível. Ficar em uma sala? Não, vamos para o jardim, para a praia ou montanhas. Não é necessário seguir o método robô para ensinar, deve-se analisar as perspectivas do outro.

Durante a consultoria de Storytelling é importante que você cite exemplos comuns e que sejam de fácil entendimento. Dessa forma, assim como a praia é o contexto do persona, você não deverá usar o escritório.

O mesmo funciona com o exemplo Storytelling encontrado em alguns sites como a RD. Se você conhece uma mulher, não poderá pedir para que ela se case com você no começo, durante o primeiro encontro, certo?

Deve-se conquistar a confiança dela, planejar como será a vida de casados e apenas depois de mostrar todos os benefícios, mostrar o pedido. O mesmo funciona com um produto, é um casamento em que deve-se preparar para a festa (compra). Não espante a noiva / cliente já de início. Tenha calma e insira suas intenções aos poucos.

E então, aprendeu como criar vídeos, imagens e textos Storytelling?

Esperamos que tenha aprendido a como colocar em prática o passo a passo Storytelling. O principal objetivo é ser criativo e rápido. Apresente ideias inesquecíveis e que realmente poderão marcar.

Para começar a colocar em prática, é crucial conhecer o produto e a persona. Dessa forma, pode-se inserir elementos da cultura nas campanhas e impulsionar ainda mais os resultados. Analise também as tendências do mercado, assim como fez Burger King. A marca viu que a demanda por produtos naturais está crescendo e decidiu investir porque viu que o público está procurando por isso.

Não precisaram de um texto maior que “A beleza de não ter conservantes de origem artificial” juntamente com a imagem em foco e uma música no fundo que já mostra toda a sua relação com o produto. Uma ideia que foi apresentada de forma rápida, simples e que causou polêmica, tornando-se inesquecível.

E então, possui alguma dúvida sobre Storytelling? Comente aqui com a gente ou nos chame via Whatsapp para tirar dúvidas!

Deixe seu comentário