As tendências de SEO estão sempre presentes e devem fazer parte do estudo para manter as estratégias sempre atualizadas. Entender e conhecer o algoritmo do Google é fundamental para se manter entre as primeiras colocações.

Para o ano de 2023, as tendências de SEO vão girar em torno dos conteúdos úteis. Não é de hoje que conteúdo de qualidade é o que domina o tráfego na internet. Sendo assim, para continuar construindo uma audiência e engajamento de forma recorrente, será preciso aprender a diversificar materiais para o público.

Essa é uma tendência que já se fazia presente no terceiro trimestre de 2022, quando o Google realizou algumas alterações importantes em seu algoritmo. Dentre essas alterações, 2 mudanças foram sobre reviews de produtos.

Portanto, conteúdos feitos por robôs, ou de qualquer forma, não voltados para pessoas, não serão mais bem entregues ou bem posicionados. Embora tudo isso pareça muito semelhante ao que já existia antes, há alguns enfoques.

O Google já vem prezando pela importância da qualidade dos conteúdos há algum tempo. Nessa nova era e para esse novo ano, o mecanismo também deseja utilidade. Sendo assim, criar material que seja realmente útil será uma prioridade para a plataforma.

Além dos conteúdos úteis, também existem outras tendências de SEO que serão importantes e determinantes para o mecanismo de buscas em 2023. Para entender melhor quais são eles e como eles vão funcionar, continue lendo.

O que é SEO?

Todo site ou blog, possui um objetivo em comum, que é ser encontrado. Fazer com que cada vez mais pessoas cheguem até ele. Por isso, muitas empresas criar seus sites, como porta de entrada para alavancar e tornar o seu negócio conhecido.

Pensando nisso, dá para definir a importância de saber como usar SEO na prática, para ser notado e encontrado através da internet. A sigla, tem como definição em inglês, Search Engine Optimization, que é traduzido como otimização para os motores de busca.

O termo envolve uma série de técnicas que auxiliam as buscas dos algoritmos, definindo melhor o ranking encontrado das palavras-chave pesquisadas. O Google é um dos principais buscadores que existem, e por isso, grande parte dos conteúdos são voltados para ele, usando suas métricas e algoritmos como padrão.

Sendo assim, sempre que uma página é colocada na internet, os algoritmos procuram indexá-la para que possa ser encontrada por quem está buscando por aquela informação. Isso acontece através de um resultado de rastreamento, indexação e exibição.

Como funciona o SEO?

Ao seguir as tendências de SEO e fazer uma publicação online, o primeiro processo que se inicia é o rastreamento. Nesse caso, os robôs do Google vão identificar a nova página, e mandá-la para o índice do buscador.

Nesse momento, o algoritmo do Google entra em ação para priorizar esse conteúdo e consequentemente indexá-lo nas páginas com maior frequência ou não. Durante essa fase, URLs, sitemaps, entre outros itens são considerados para melhorar e enriquecer as visitas das páginas.

Pessoas em reunião de frente para um computador
O SEO já passou por inúmeras atualizações relevantes de conteúdo – Fonte: Uns Plash

Os robôs identificam todos os links já existentes e incluem uma lista de rastreamento. Por fim, existe a indexação,, a etapa onde os robôs processam as páginas rastreadas e montam o famoso ranking. Tudo isso possui um banco de dados gigantesco de informações, com conteúdos dos mais diversos tipos, além de dados estruturais.

Sendo assim, toda vez que uma busca é feita no Google, são os resultados mais relevantes que aparecem, tendo como base todos esses processos citados. Existem mais de 200 fatores de ranqueamento e, por isso, conhecer as tendências de SEO é tão importante, para saber como manter os conteúdos sempre entre as primeiras colocações, assegurando experiência do usuário e atualizações constantes.

Quais os tipos de SEO?

O Google recebe bilhões de pesquisas todos os meses, e por esse volume ser tão grande, muitas empresas passaram a utilizar estratégias diferentes. Atualmente, as empresas já estão no universo online e adotaram tipos diferentes de SEO para elaborar cada técnica, como os famosos topic clusters.

Considerando que todas elas são essenciais para otimizar de forma melhorada as ações online, é fundamental conhecê-las. Acompanhe abaixo, os principais tipos de SEO que existem e como cada um deles é aplicado.

1.      SEO técnico

O SEO técnico é considerado a “chato” de fazer. Envolve a otimização da estrutura do site. Por isso, nem todo profissional de marketing tem tanta intimidade ou conhecimento assim com ele. Contudo, várias plataformas já disponibilizam muitas facilidades para esses especialistas.

Além disso, ferramentas como o Google Search Console também foram criadas para ajudar os profissionais a corrigirem erros durante o desenvolvimento do site. O SEO técnico requer essa otimização na parte estrutural do blog ou landing page, por exemplo, para que o seu ranqueamento no Google não fique prejudicado.

Os principais objetivos desse tipo de SEO é tornar o carregamento do site mais veloz, e também, que ele seja rastreável pelo sistema e algoritmos do buscador. Com isso, a compreensão do site se torna foco e a indexação fica melhorada.

Além disso, existem outros elementos que fazem parte de SEO técnico como o sitemap, que é enviado para o Google. Esse documento relaciona as páginas, garantindo que sejam indexadas.

O User Experience (UX) tem o objetivo de oferecer uma experiência melhorada ao usuário. Portanto, ele encontra os sites que tenha essa premissa, que passem maior confiança em acessibilidade e entrega nas melhores posições.

A velocidade de carregamento também é algo muito importante de se pensar, principalmente por ser um dos principais fatores de ranqueamento do Google. Contudo, desde 2016, os sites que também possuem versão mobile são priorizados.

2.      SEO On Page

Faz parte das tendências de SEO, as técnicas de On Page. Dentre elas estão as estratégias que se preocupam com os códigos da página, as imagens e o texto. O SEO On Page é responsável principalmente pela organização das páginas do site, para que sejam compreendidas e entendidas pelo Google.

Nesse caso parte das ações aplicadas no conteúdo, envolvem o uso de palavras chaves de head e long tail, meta descrição, títulos que sejam chamativos, tag H1, H2, H3, etc., o próprio conteúdo em si. O conteúdo criado com esse tipo de SEO precisa ter qualidade e ser útil para o seu público. O Google consegue identificar e entender qualquer tipo de artimanha sobre isso.

Inclusive, um dos principais parâmetros para identificar um conteúdo de qualidade, está no tempo de permanência do usuário em suas páginas. Além disso, a taxa de rejeição também é importante.

Os textos e os demais detalhes técnicos aplicados ao site precisam passar confiança e uma boa usabilidade para o usuário. Caso contrário, tudo isso interfere de maneira direta na experiência do cliente.

Algumas plataformas possuem plugins como o Yoast SEO presente no WordPress. Essa ferramenta auxilia na implementação de tendências de SEO e facilita a criação de conteúdo otimizado.

3.      SEO Off Page

Além de toda a otimização que precisa ser feita de forma interna no seu site, o SEO Off Page é tudo aquilo feito do lado de fora do seu domínio. Sendo assim, essas são estratégias importantes que também auxiliam a levar público de fora, para dentro do seu site.

Isso por acontecer de diversas formas. Mas é essencial que as tendências de SEO em termos de qualidade e marketing de conteúdo esteja presente, e seja bem construído. Portanto, quem já produz conteúdo relevante, deverá seguir na mesma linha.

O SEO Off Page é aquele tipo de conteúdo criado para a sua empresa, e não por ela. Sendo assim, são conteúdos relevantes também, mas que utilizam outras estratégias de SEO, de fora para dentro, a fim de ajudar o SEO do site.

Essa é uma das tendências de SEO que serve para expandir palavras chaves, e consequentemente também aumentar tráfego qualificado. Ao unir isso ao Inbound Marketing as estratégias podem ser muito mais eficazes para atrair mais visitantes e converter mais leads.

Além disso, links distribuídos ao longo do conteúdo para outras páginas e landing pages, e linkagem externa que traga tráfego para o seu site, são ótimos fatores de rankeamento. Use os backlinks a seu favor.

4.      SEO Local

Um dos tipos de SEO voltados a localização geográfica é o SEO Local. tem como principal critério, rankear os resultados de acordo com a localização do usuário. Contudo, além de mostrar aqueles resultados mais próximos, também leva em consideração alguns outros itens.

Dentre as tendências de SEO, sempre que o usuário faz a pesquisa, ele tem acesso ao Google My Business, mostrando assim na tela de buscas, mais detalhes sobre o seu negócio. Tudo isso possibiliza e permite que a ferramenta mostra outras opções de pesquisa para os usuários.

Por exemplo, além de mostrar uma lista com os resultados comuns e mais próximos daquele local, também destaca as melhores empresas no seguimento, as que tem melhor pontuação, melhores recomendações, etc.

Quais são os pilares do SEO?

No marketing digital e em tendências de SEO, existem pilares importantes que precisam ser aplicados com precisão. Assim como foi descrito anteriormente, os tipos de SEO que existem, os pilares funcionam de forma estratégica e precisam ser usados com coerência.

Os mecanismos de busca tentem a posicionar melhor os resultados que utilizam bem os três principais pilares do SEO, que são o SEO On Page, o conteúdo criado e o SEO Off Page. Como cada um é diferente e possui suas próprias características, o uso desses três pilares pode melhorar, e muito, o posicionamento do site no Google.

Nem sempre vai ser possível trabalhar com todos eles de uma vez. Mas o intuito de compreender mais a fundo os pilares é de uni-los e assim, torná-los mais eficientes usados em conjunto.

Pilar número 1

O primeiro pilar a ser trabalhado é o SEO On Page. Toda a tecnologia que puder ser utilizada para otimizar o site, que possa ajudar na experiência do usuário, é válida. Para entender o que define a qualidade de um site, é importante pensar como o seu público alvo ou persona.

Além disso, ter um layout que seja responsivo, leve e de carregamento rápido, uma boa usabilidade, etc. Quanto mais intuitiva e simples for a navegação, melhor serão os pontos para que o Google avalie a sua estrutura como algo positivo e, assim, posicione o seu domínio, melhor.

Contudo, vale ressaltar sempre a importância de um carregamento otimizado para as páginas. Quanto mais limpo for o HTML, com um bom servidor, melhor a experiência. Um design responsivo, que atenda dispositivos mobile está entre as tendências de SEO que devem ser seguidas.

Principais tendências de SEO nos mecanismos de buscas
Imagens e infográficos serão tendências entre muitos nichos. Fonte: Uns Plash

Atualmente, grande parte dos usuários acessa os conteúdos online através do celular. Por isso, é essencial criar conteúdo voltado para esses dispositivos. Quanto melhor for a otimização mobile, maiores são as chances de o Google entregar o seu conteúdo entre as primeiras colocações. Muitas plataformas possibilitam a otimização mobile dos sites, como Pagespeed.

Pilar número 2

Seguimos sempre alertando que para o Google, o conteúdo é rei. Sendo assim, não teria como deixa-lo de lado ao falar sobre os pilares de SEO. Além de ser uma das tendências de SEO, saber como criar conteúdo de qualidade e que seja útil, será o grande diferencial para quem deseja atrair e engajar no ano de 2023.

Contudo, os conteúdos também precisam estar otimizados e a união desses 3 pilares é fundamental para que isso aconteça em todos os aspectos para melhorar o ranqueamento. Todos os pilares andam juntos e precisam ser usados com a mesma intensidade.

No que diz respeito ao conteúdo, é essencial para garantir a experiência e o interesse do usuário. Portanto, criar conteúdos relevantes, voltados para o seu público, com vídeos ou imagens e itens que prendam a atenção, aumenta o tempo que ele passa online nas suas páginas. Esse vínculo é entendido pelo Google como algo muito positivo.

Sendo assim, mesmo não estando entre as primeiras colocações no ranking de buscas, o Google saberá se o conteúdo do seu site é algo importante para a pesquisa. Para o que o seu público procura.

Portanto, foque em estudar títulos atraentes, CTAs que se destaquem. Monte uma estrutura para os conteúdos que sejam otimizados e coerentes com o assunto tratado. Tudo isso fará uma enorme diferença na estrutura oferecida para o seu público.

Pilar número 3

Por fim temos o pilar de número 3, ou o SEO Off Page. Essa é a etapa da otimização que de uma certa forma transforma a sua marca ou o seu negócio em algo popular. São as indicações, citações sou recomendações do seu domínio em outros sites e plataformas.

Para essa tendência é preciso ter uma rede de links ou já ser conhecido em determinado nicho para ser indicado e recomendado para outras pessoas. Esse é um dos pilares mais complexos e mais difíceis de ser trabalho, já que demanda esforço, mas faz toda a diferença em questão de autoridade.

Vale lembrar, também, que o algoritmo do Google analisa a qualidade dessas indicações de link. Sendo assim, não adianta pedir para qualquer pessoa linkar o site ou conteúdos, é preciso que o site que fará o direcionamento, também tenha autoridade de domínio.

Portanto, para conseguir esses links é preciso produzir conteúdos úteis e de qualidade por um tempo, até que outros sites reconheçam o trabalho e assim, passem a mencioná-los. Essas parcerias podem ter portais maiores, ser do mesmo nicho ou não.

Mas é essencial entender a base e as tendências de SEO para saber como elaborar uma boa estratégia com marketing digital.

Quais são as estratégias de SEO técnico?

Apesar das tendências, existem estratégias que ainda serão tendências de SEO em 2023 e que vão continuar funcionando para um bom posicionamento. Portanto, não dá para se antecipar com relação as mudanças que virão, mas, para ter sucesso, é preciso sempre testar o que sai de novidade, e também seguir firme naquilo que funciona.

Quem já tem experiência em otimização ou está começando a aprender por agora, precisa saber que alguns itens da prática, vão continuar servindo para este ano. Sendo assim, as estratégias válidas para um bom ranqueamento são:

Criar um bom conteúdo

O conteúdo continuará sendo um dos itens mais importantes do processo. Mesmo com todas as demais estratégias de SEO, criar conteúdo de qualidade e seja relevante para o público, é o que fará toda a diferença.

Portanto, certifique-se de desenvolver algo original de qualidade e que irá agregar na vida do seu público. Encontre as palavras chaves mais relevantes para o nicho e desenvolva os assuntos, de acordo com as necessidades do leitor. Essa é uma forma de se manter relevante perante tantas mudanças. Use a SERP para elaborar o esqueleto dos materiais desenvolvidos.

Além disso, um conteúdo bem criado conquista ou engaja os usuários, muitas vezes é compartilhado. Isso faz com que o Google entenda que aquele conteúdo realmente é valioso e sobe ainda mais suas posições no ranking. Sendo assim, criar conteúdo de qualidade para seres humanos e não para as buscas será uma das melhores técnicas para esse ano.

Design responsivo

Se o seu site ainda não se adapta a outros tipos de dispositivos, mude isso o quanto antes. Ter um design responsivo será fundamental para continuar criando conteúdo em 2023. Será uma das principais tendências de SEO, principalmente porque grande parte das pessoas acessam a internet através do celular.

O Google selecionar os sites que possuem essa facilidade para quem está acessando através de dispositivos móveis. Portanto, se o seu domínio não é versátil, as chances dele não ficar entre os primeiros resultados, mesmo estando com a melhor otimização e tendo o melhor conteúdo, são grandes.

Páginas de carregamento rápido

A velocidade do carregamento da página é fundamental para uma boa indexação. Para ficar entre as primeiras colocações, tenha em mente a experiência do usuário. Ninguém fica muito tempo em uma página esperando as imagens carregarem.

Portanto, foque em um site leve. O mais importante do conteúdo é ele ser consumido, sem a necessidade de várias imagens em alta resolução ou nada parecido. Claro que as imagens e a mesclagem de mídia são válidas e também importantes para ilustrar o conteúdo.

Mas use arquivos mais leves e menores, para que o carregamento da página não fique prejudicada. Tudo precisa ser rápido hoje em dia, o mundo está acelerado. Portanto, pense sempre nessa experiência.

Otimização da pesquisa por voz

A estratégia de otimizar o conteúdo através da pesquisa por voz vai continuar como tendência, principalmente pelo uso da inteligência artificial (IA). Dessa forma, essa é uma estratégia que tende a crescer ainda mais ao longo do ano, e com isso, otimizar o site com os conteúdos que respondam os mecanismos de pesquisa por voz é essencial.

Portanto, usar estratégias com palavras chaves de cauda longa, uma linguagem mais fluida e natural, vai ser melhor para otimizar esse tipo de conteúdo. Quem tem a intenção de seguir as estratégias de SEO e continuar melhorando a posição no ranking de buscas, precisa se atentar às novas técnicas de marketing.

Muitas das mudanças acontecem aos poucos, dando tempo para que as empresas consigam se adaptar e as testar. Contudo, muitos dos elementos que já funcionavam, continuam funcionando por mais tempo. Sendo assim, melhorar a qualidade do conteúdo, junto da velocidade das páginas, entre outras técnicas, são o ponto de partida para se manter entre as primeiras colocações.

Links e backlinks

Muita atenção. Dentre as tendências de SEO, algumas coisas mudarão para esse novo ano. Entretanto, é essencial continuar fazendo um bom trabalho para garantir reputação online e assim, conquistar a confiança do público. Os backlinks são conquistados de várias formas, entretanto, a mais eficaz delas é por intermédio de assessoria de imprensa.

De uma forma geral, conseguir gerar backlinks SEO sem troca de favores é algo que leva tempo na internet. Muitas vezes, é preciso se tornar referência no assunto e, para isso, vai um longo período de produção de conteúdo extremamente valioso e relevante para os usuários. Essa será uma grande sacada para o ano de 2023!

As 10 tendências de SEO

Para este ano, as tendências de SEO estão mais voltadas para uma boa experiência, agilidade e também versatilidade em conteúdo visual. Os mecanismos de busca mudaram com o intuito de entregar conteúdo que seja realmente útil para o usuário.

Tornando assim, os pilares de SEO ainda mais eficientes quando usado com estratégia para o ranqueamento. Portanto, qualquer empresa ou negócio que souber criar conteúdos de qualidade, fazendo bom uso de palavras-chaves, tendo boa escaneabilidade, otimizando a estrutura do site, terão mais sucesso.

Veja abaixo uma lista com as 10 principais tendências de SEO para esse ano, ao qual todos aqueles que criam conteúdo precisam estar atentos. Algumas delas estão reformuladas do que já era utilizado, enquanto outras vão precisar de bastante atenção.

1.      Atualizações como novidade

O próprio algoritmo muda bastante no decorrer de 365 dias. Uma das primeiras tendências de SEO será essa mudança e updates constantes. No final do mês de outubro de 2022, o buscador já estava com algumas atualizações em andamento, tendo uma delas um grande impacto, o Google Helpul Content Update.

Essa atualização fará uma enorme varredura em todo o conteúdo online para eliminar de vez, tudo aquilo que é inútil para o usuário. Além disso, ainda no fim do ano passado, 3 outras atualizações já estavam em andamento, para reforçam essa utilidade das publicações.

Portanto, se antes a relevância do conteúdo era importante, agora se tornou essencial. Isso significa que cada vez mais o usuário busca por fatores que auxiliem sua tomada de decisão. O Google está se especializando nisso para melhorar ainda mais o seu mercado e o ano de 2023 deve ser um divisor de águas nesse sentido.

2.      Page Experience

No começo do ano de 2022, o Google estava finalizando uma de suas atualizações, chamada de Google Page Experience. O que serviu para separa sites de baixa qualidade dos sites mais rápidos. Algo totalmente voltado para a experiência do usuário.

Sendo assim, sites lentos ou de carregamento devagar, passaram a perder posições no ranking do buscador. Inclusive essa atualização trouxe inúmeras discussões sobre métricas. Principalmente com relação ao Core Web Vitals.

Enquanto alguns SEOs percebem que mesmo tendo uma nota alta não estão ficando bem posicionados, outros ficam. Como SEO é multifatorial, é preciso saber como e porque isso acontece.

Quem trabalha com conteúdo terá que ficar cada vez mais atento a qualidade do site, do conteúdo, a lentidão do carregamento, entre outros fatores que possam afetar essa experiência e com isso, perder posições.

Grandes empresas, por exemplo, já estão se atualizando e até mesmo contratando agências especializadas para fazer esse limpa nas configurações das páginas, que torne o site mais leve e com a melhor experiência possível para o usuário. Se é uma das tendências de SEO, precisa ser considerado.

3.      Utilidade ao usuário

Sem sombra de dúvidas, essa é uma das atualizações e tendências de SEO de maior importância para se atentar. Além de influenciar grandes mudanças que serão notadas daqui para frente no conteúdo online, é possível que muitos outros conteúdos tenham que ser revistos e atualizados.

Quando o Google lançou a atualização, o principal objetivo era de priorizar conteúdos voltados para pessoas. Ou seja, conteúdo de pessoa para pessoa, e não de pessoa para mecanismos de buscas. Algo que tem a intenção de reduzir e combater os conteúdos criados e desenvolvidos por inteligência artificial.

Esses conteúdos terão uma atenção muito maior daqui para frente. Será através deles que o rankeamento pode melhorar ou não a classificação definida pelos algoritmos do Google. O buscador tem como intenção, identificar inclusive, tudo o que é original ou não, e o que não tem qualidade.

Contudo, informações irrelevantes também não passarão. Além de ficar de fora dos primeiros resultados, os sites podem ser prejudicados durante alguns meses pela falta de utilidade em seus conteúdos.

Portanto, criar conteúdos que priorizem o público, será um diferencial. Além disso, elimine das pautas e do planejamento dos conteúdos que tenham como foco somente melhorar o ranqueamento. E nem conteúdos longos demais sem utilidade.

4.      Aumento da demanda por vídeos

Essa também é uma das tendências de SEO para 2023, já que os vídeos estão dominando cada vez mais os resultados das buscas. Conforme os anos vão passando, esse tipo de conteúdo vem ganhando cada vez mais espaço.

O Google tem investido em destacar esse tipo de conteúdo entre os resultados, e isso se transformou em uma nova oportunidade. Uma amostra disso, é que agora os resultados também mostram a minutagem dos vídeos, o que proporciona melhor experiência do usuário, além de atrair mais visualizações.

5.      Queda do CTR

Essa é uma realidade que começou a acontecer ainda em 2022, a taxa de cliques deve continuar caindo também em 2023. Essa é uma das tendências de SEO, principalmente com o aumento da importância da Search Engine Results Page (SERP), que vem tornando as buscas mais ricas.

Em consequência disso, é possível verificar que as taxas de clique reduziram entre os usuários, pela facilidade de encontrar as respostas que desejavam bem ali, nas buscas mesmo, sem ter que acessar a página. Essa é uma constatação, e a criação de conteúdo também vai precisar ser feita pensando nesses tendência.

De acordo com as próprias estatísticas do Google, os cliques dos usuários se concentram apenas entre os 3 primeiros colocados. Sendo a maioria no primeiro. Da quarta posição para baixo, a tendência dos cliques é bem parecida e variam conforme a palavra-chave.

6.      Uso de inteligência artificial

O Google Mum deve se tornar uma grande tendência ao longo deste ano e provavelmente vai marcar história entre os mecanismos de busca. A plataforma tem se gabado principalmente por chegar a um estado em que entende completamente a informação. Capaz inclusive de realizar pesquisas em outros idiomas.

Embora essa ainda não seja uma realidade por completo, os investimentos nessa tecnologia devem tornar o processo de buscas muito mais relevante. Os resultados vão se tornar muito mais parecidos entre si e, com isso, o Google vai ter informações o suficiente para diferenciar e democratizar cada vez mais esses resultados.

7.      Novo SEO Off Page

A partir de agora, quem tinha o hábito de comprar links e trocar reputação, pode sofrer por práticas de black hat. O SEO Summit é uma das tendências de SEO, e deve vir forte nesse ano, fazendo com que os criadores de conteúdo deem adeus ao link building.

Sendo assim, agora os conteúdos terão que gerar reputação por conta própria, já que o Google passa a ter discernimento de verificar quem compra links. Dentro das próprias diretrizes de SEO e do Google, um criado de conteúdo precisa ter Expertise para falar sobre assuntos. O que também pode ser chamado de autoridade no marketing.

Quando você tem uma empresa ou uma marca falando com autoridade sobre determinando assunto, ela passa mais confiança. E com isso, o conteúdo é mais relevante e útil para o usuário. Isso será algo crucial para o Google em 2023. Portanto, nada de conteúdos mecânicos e rasos!

Pesquisas nos mecanismos de buscas
Contrate a agência Visão Confiável para trabalhar com o SEO da sua marca! – Fonte: Uns Plash

A resposta principal para essa nova tendência, e a de fazer com que outros sites, citem o seu conteúdo como referência. Ou seja, ao se tornar uma referência no assunto, as chances de que alguém use o seu conteúdo e faça uma linkagem, são maiores. Mas, para isso, é necessário reputação, algo que se constrói com o tempo.

Em oposição a tudo isso que foi mencionado, a partir de agora, o ideal é não fazer troca de links e nem guest posts. Essas são técnicas que correm o risco de sofrer punição, além de ser algo totalmente ultrapassado.

8.      Content Prunning

Com a chegada e a importância de conteúdos úteis, o Content Prunning também passou a se tornar essencial nos últimos anos. Essa técnica vem sendo uma das tendências de SEO e pode ser traduzida como a poda de conteúdo.

Em outras palavras para SEO, este seria o ato de eliminar os conteúdos ultrapassados ou que não tenham mais validade do site. Há também as possibilidades de alterá-los ou editá-los e atualizar, desde que seja totalmente do zero. Corte as folhas desta enorme árvore que seu site é.

Essa é uma medida que bem ganhando importância, ainda que mais que muitos sites vão crescendo demais ao longo dos anos, em termos de volume de conteúdo, sem se atentar para a qualidade. Com esses novos algoritmos do Google, é bem provável que essas páginas percam tráfego por estarem desatualizadas ou possui conteúdo irrelevante.

9.      Velocidade de indexação

À medida que as tecnologias vão avançando, tudo vai ficando cada vez mais rápido. E esse é um protocolo que também vai ser atualizado dentro do mecanismo de busca, tornando a indexação ainda mais rápida.

Essa tendência vai avisar ao buscador quando os conteúdos mudarem, e isso vai permitir e facilitar que a indexação seja feita de forma mais acelerada, reduzindo custos para os mecanismos de busca.

Boa parte das plataformas já estão aderindo o novo protocolo, mas até que tudo esteja concreto é difícil dizer. O Google já é uma das plataformas mais rápidas em termos de indexação, e considerando as atualizações, os resultados de busca podem mudar.

Contudo, é possível visualizar alguns conteúdos recentes sendo bem posicionados no ranking, com boa otimização, nota-se um efeito rápido. Essa velocidade vai ajudar algumas estratégias, principalmente para quem já possui autoridade no domínio.

Entretanto, também pode afetar e prejudicar sites concorrentes caso a tecnologia seja rápida para ambos os casos. Essa briga pode ficar cada vez mais acirrada.

10.  Cultura dos testes em SEO

Um dos maiores eventos de SEO no Brasil, o SEO Summit 2022, trouxe palavras sobre a cultura dos testes. Além de todos os demais conteúdos que estiverem presentes por lá, os testes mostraram estar presente em praticamente outras disciplinas.

Antigamente, o SEO era algo muito consultivo, exigia que os profissionais fizessem testes para adquirir conhecimento. Tudo isso passou a ser implementado e foi se tornando um aglomerado de técnicas e estratégias. Com o tempo, as tendências de SEO foram mudando e posicionando os conteúdos de outras maneiras.

O desafio, porém, dentro desse cenário, sempre foi a implementação. Contudo, todas as mudanças foram trabalhadas até que de fato evoluíssem para modificar e acompanhar o mercado. Com isso, os geradores de conteúdo acataram algumas edições de SEO e com elas, muitas coisas foram sendo feitas.

Além disso, grande parte das mudanças que acontecem em SEO tiveram como base o próprio usuário e suas experiências. Tudo na base do teste, para saber o que é melhor ou não, atendando melhor, o que gera mais cliques e mais engajamento, etc.

Para o ano de 2023, uma das tendências de SEO deverá ser a realização de novos testes. Existe uma grande expectativa para que novas mudanças cheguem, e os testes é uma dela. Porém, é necessário cuidado, o Google desenvolve algoritmos eficazes e que não permitem nenhum tipo de manipulação.

O Google Optimize, por exemplo, pode ser uma opção de experimento. Se o intuito for mensurar as métricas e os dados do público e o comportamento dele, algumas ferramentas estão permitidas.

Conclusão

Essas são 10 das principais tendências de SEO que devem começar a ser implementadas em 2023 para criadores de conteúdos. São muitas mudanças e estamos vivendo isso na prática!

Com uma visão um pouco estratégica da otimização de conteúdo e focando sempre na melhor experiência do usuário, fica fácil se adaptar a essas mudanças. Caso isso seja um problema para sua marca ou empresa, sempre há a possibilidade de contratar uma empresa especializada e terceirizar o marketing de conteúdo para lidar com esses ajustes.

Toda construção de reputação e audiência no mercado online, exige tempo. Mas é fundamental saber como fazer SEO desde o início para não perder tempo. O algoritmo do Google segue em constantes mudanças, atualizando-se a cada passo que o mercado também muda.

Contudo, as oportunidades na internet continuam infinitas e para não perder nada, é preciso se adequar e estar preparado para seguir junto. Se adaptar as mudanças. E por isso, nós da Visão Confiável estamos aqui para ajudar.

Contratar uma consultoria de SEO com profissionais especializados é a solução que a sua empresa precisa para garantir resultados melhores e ainda mais rápidos. Não deixe de entrar em contato para tirar dúvidas e conhecer mais dos serviços.

Deixe seu comentário