Windows 11: Principais mudanças e como instalar

Existem muitos sistemas operacionais disponíveis no mercado hoje em dia, tais como o Linux, MacOS e Windows 11.

Mas, diferente dos demais SO , o último da lista possui maior versatilidade, e com isso é notório entre os demais.

Contudo, nem sempre foi assim. Na verdade, o Windows passou por diversas melhorias até que ganhar seu espaço entre os usuários de computador.

Depois de 10 versões e muito reconhecimento no mercado de sistemas operacionais, finalmente a Microsoft lançou o Windows 11.

Com diferenças estéticas, operacionais, de desempenho e funcionamento, MS Windows 11 é totalmente diferente de tudo que já se viu dentro do âmbito de SO.

Outro aspecto interessante entre as mudanças que a Microsoft fez nesse sistema é que está mais seguro, segundo afirmações da empresa.

Um ponto muito importante é que as atualizações para manutenção do Windows 11 são quase 50% menores do que costumavam ser nas versões anteriores.

Ao pensar que a Microsoft começou como uma pequena empresa de garagem que por talento e empenho conseguiu se destacar, não era possível imaginar que atingiria os níveis de hoje.

E isso não é subestimar a empresa. Mas, é dizer que é uma gigante do mercado que rompe as fronteiras da tecnologia para entregar o melhor em computação.

Quando a Microsoft anunciou o Windows 11, os usuários desse sistema operacional ficaram ansiosos pelo que viria.

Mas, nem mesmo os maiores fãs esperavam por algo semelhante ao que foi entregue pela Microsoft em 2021.

Por isso, além das diversas mudanças feitas no Windows, aqui há uma explicação para aprender a fazer o download do novo SO da Microsoft.

Além disso, aqui o leitor fica consciente de como usar esse sistema operacional da melhor forma para trabalhar com marketing digital.

Lançamento do Windows 11

O dia era uma quinta feira do mês de junho do ano de 2021. Mais precisamente, o dia 24 de junho.

Nessa data em questão a Microsoft anunciou sua mais nova versão de sistema operacional, o Windows 11.

Em meio ao anúncio dessa nova versão o CEO da empresa, Satya Nadella, disse que essa pode ser a maior mudança de todos os tempos do sistema operacional.

Isso porque mudanças bruscas foram feitas em diversos aspectos da franquia Windows, desde a sua última versão.

Após diversas falhas e acertos nas versões anteriores, o Windows 11 é um marco na história da empresa porque significa um remodelamento do que estava difuso no SO.

Além disso, algumas mudanças foram feitas buscando acompanhar a evolução do mercado digital, uma vez que a cada dia que se passa está mais rápido e compacto.

Por exemplo: uma parceria entre a Microsoft e a Amazon foi feita para possibilitar uma maior integração entre aplicativos de smartphone e o novo Windows 11.

Ademais, o novo MS W11 está chegando ao mercado com a proposta de entregar o melhor desempenho com um uso mais sustentável de energia dos computadores.

Isso não significa somente uma posição da empresa perante problemas de consumo de energia, mas também um sinal de solicitude aos pedidos dos usuários.

Isso porque o Windows, apesar de não ser observado pela maioria dos usuários desse sistema operacional, consome muita energia das plataformas.

E essa maior economia de bateria poderá ser feita pelos usuários a partir da Taxa de Atualização Dinâmica.

Obviamente, isso é uma prioridade para notebooks, uma vez que só eles demandam recargas de energia devido a bateria recarregável.

Enfim, existem vários outros aspectos que tornam o Windows 11 uma versão de sistema operacional que ultrapassa o conceito de otimização.

Central da Microsoft em uma torre

Momento histórico para a Microsoft

Antes de mais nada, é necessário comentar que o Windows 11 chegou no momento certo para a Microsoft. E essa afirmação está correta por diversos aspectos.

Primeiramente, pela primeira vez na história da empresa, a Microsoft chegou a bater um valor de mercado igual a dois trilhões de dólares.

Assim sendo, a empresa criada por Bill Gates que obteve investimentos da IBM anos atrás poderia comprar a empresa investidora várias vezes, se fosse possível.

Isso faz com que essa seja a segunda empresa mais valiosa de todo o mundo. Portanto, com certeza ter lançado O Windows 11 foi uma “cartada de mestre”.

Em segundo plano, outro aspecto importantíssimo sobre esse “momento histórico” , é que a Microsoft só não está à frente de uma empresa de tecnologia ainda: a Apple.

Ou seja, possivelmente o lançamento dessa nova versão do sistema operacional marca uma corrida entre as duas detentoras de dois dos mais usados SO para computador do mundo.

Outro aspecto importante sobre o lançamento desse novo sistema é o fato de que a pandemia de Covid-19 acelerou mais ainda o eminente processo de digitalização da humanidade.

Estima-se que no ano de 2021 mais de 7 milhões de brasileiros se encontram em trabalhos de home office. E isso certamente é positivo para empresas de tecnologia.

Logo, se a digitalização dos cargos passar a ser uma realidade no pós pandemia, é provável que o número de compra de computadores aumente.

E como a maioria dos usuários de computador fazem o uso do Windows, certamente essa nova realidade trará mais lucros com o Windows 11 para a Microsoft.

Portanto, é por isso que esse momento pode ser considerado histórico para a empresa do norte americano Bill Gates.

Tecla da opção iniciar do Windows.

Windows 11: Quais são as principais mudanças?

Desde o último lançamento de uma versão do Windows, em 2015, por muito tempo os desenvolvedores da Microsoft visionaram um futuro para esse SO.

O Windows 10 foi uma versão totalmente diferente das vistas antes, tanto em questões de design quanto de processamento e desempenho.

Mas, apesar de ser um marco de inovação, muitos usuários do Windows reclamaram sobre uma grande parte das novas configurações.

Uma das principais feitas é de que após anos de reclamações a Microsoft não adicionou abas no Gerenciador de Arquivos.

Outros aspectos são principalmente visuais e de design, visto que haviam muitas limitações quanto a escolha de Imagens de Fundo.

Contudo, tudo isso não significa que o Windows 10 foi um fracasso e muito menos um SO menos funcional.

Na verdade, em comparação à sua versão anterior, o Windows 8, esse foi um sucesso total que trouxe diversas melhorias.

Mas, incomparavelmente, o Windows 11 veio para substituir de vez as versões anteriores. E isso é possível afirmar sem pensar duas vezes.

Além das mudanças estéticas e no desenho do sistema operacional, essa nova versão traz uma grande novidade: integração com Sistema Android.

Ademais, a Microsoft fez questão de priorizar nessa nova versão um visual mais moderno que, inclusive, lembra muito o do SO da Apple.

Por enquanto, o Windows 11 já tem uma atualização programada para o final do ano. E o ponto mais importante é que é totalmente gratuita.

Agora, para saber quais são as mudanças feitas de forma específica, é preciso ficar bem atento as próximas linhas deste artigo.

Abaixo estão os principais pontos que mudaram dessa nova versão para a anterior, além de alguns aspectos importantes sobre o Windows 11.

Símbolo do Windows.

Integração do Android

O Android é um sistema operacional que se baseia no Linux e é amplamente difundido entre smartphones e tablets.

Além disso, o Android é conhecido por ser um dos principais colaboradores do Google LLC e um dos SO mais utilizados do mundo.

Por sua vasta extensão de uso em diversas plataformas, como tablets, celulares, smartwatches e outras, o Android ultrapassou o Windows em número de usuários.

Isso porque hoje em dia as pessoas usam muito mais celulares e outros dispositivos móveis do que computadores ou notebooks.

Estima-se que o número de usuários ativos do Android ultrapassa o número de 2,5 bilhões de pessoas.

Isso significa que mais pessoas usam Android do que Windows 10 no mundo todo ( 900 milhões de pessoas).

Enfim, visando uma maior integração entre os dois sistemas operacionais a Microsoft anunciou que o Windows 11 terá suporte para aplicativos do Android.

Ou seja, isso significa que a nova versão do sistema operacional mais usado entre computadores dará maior abertura e liberdade para seus usuários no quesito aplicações.

Primeiramente, porque o Android possui uma das maiores listas de aplicativos disponíveis para download de todos os SO mobiles.

Em segundo lugar, porque até mesmo a interface do novo Windows fornecerá uma janela de aplicativos semelhante à do Android.

Por meio da tecnologia Intel Bridge o Windows 11 irá rodar os apps sem que haja preocupações maiores sobre adaptabilidade para o PC.

Portanto, esse não será um projeto nada falho de integração entre um sistema e outro, e será extremamente benéfico. Principalmente para o público gamer.

E, claro, nada disso seria possível se não fosse a parceria da Microsoft com a empresa de Jeff Bezos, a Amazon.

Enfim, mais uma vez a Microsoft trazendo inovações e ampliando seu leque de aprimoramentos para entregar o melhor a seus clientes.

Design do Windows 11

O Windows é um sistema operacional q8e já passou por diversas “caras” diferentes no decorrer de sua história.

Um de seus designs mais memoráveis, para muitos, é o do Windows XP. Mas, talvez isso se dê porquê tenha sido a versão favorita entre os muitos usuários.

Enfim, um aspecto muito importante quando o assunto é descrever um bom sistema operacional é o seu design.

Isso porque de acordo com a maneira que os ícones, cores, menus, etc são dispostos, mais fácil e intuitivo fica o manuseio desse SO.

Visando isso, a Microsoft está há mais de décadas buscando entregar o melhor design possível a seus usuários para que façam um bom uso do Windows.

Portanto, para a nova versão lançada pela empresa do Windows 11, não poderia ser diferente. Afinal, o que diferencia um SO do outro é, principalmente, seu design.

Portanto, no MS Windows 11, a Microsoft caprichou em alguns aspectos para buscar se assemelhar e até superar alguns de seus concorrentes.

Isso porque um dos pontos principais desse novo design é a semelhança da nova interface com sistemas MacOS e Android na disposição da janela dos aplicativos.

Além disso, o Windows 11 conta com a opção de versão noturna, que já está presente em outros SO do mercado de computadores e celulares.

Outro aspecto sobre o novo design é que o Windows 11 possui uma posição diferente das demais versões para o menu principal, que agora se localiza no meio da tela.

Talvez o design seja um dos aspectos principais entre as mudanças que o novo Windows 11 traz para os consumidores, em comparação às outras versões.

Para além dos aspectos citados, são mínimos os detalhes que mudam com essa nova versão, mas que no decorrer do uso, os usuários notarão muita diferença.

Windows aberto em notebook.

Desempenho do Windows 11

Um dos aspectos mais importantes em qualquer sistema operacional é a entrega que consegue fazer de um bom desempenho a seus usuários.

Antes de mais nada, é necessário dizer que obviamente, a cada nova versão, o Windows se torna mais eficaz e ganha melhor desempenho.

Mas, isso não significa que as versões anteriores são totalmente obsoletas e que podem ser inteiramente descartadas para uso por aqueles que a possuem, não.

Na verdade, muitos usuários do Windows preferem algumas versões anteriores para rodar jogos ou executar outras funções em seus computadores.

Mas, quando se trata do Windows 11, o desempenho é algo sem igual que supera todas os parâmetros anteriores.

Isso porque os computadores com Windows 11 apresentam, antes de mais nada, 15% de velocidade a mais na inicialização se comparado a versão anterior.

Além disso, o Windows 11 entrega um desempenho gráfico melhor para jogos, se comparado ao Windows 10. Ponto para os gamers!

Mas, apesar desses aprimoramentos, o Windows 11 deverá passar por muitas atualizações para chegar a um patamar de igual para igual com a versão anterior.

Todavia, isso não significa que o Windows 11 deixa de ser um marco na história da Microsoft entre seus sistemas operacionais, não.

Na verdade, tanto o design, a interface e o próprio desempenho possuem muitas aberturas para serem cada vez mais melhorados.

E vale lembrar que se foram mais de cinco para que a Microsoft lançasse outra versão do Windows até que chegasse à versão beta atual do 11.

Portanto, é necessário esperar até que o Windows 11 saia de sua fase Beta que está sendo testada por insiders e por aqueles que fazem o download da versão inicial.

Como fazer download do Windows 11

Aqueles que já conhecem a existência do Windows 11 provavelmente tem muita vontade de trocar suas versões anteriores pela nova.

Mas, para fazer isso não basta baixar o software, não. Diferente das versões antigas, para baixar essa versão do Windows é necessário ter acesso ao Insider e possuir compatibilidade.

Para saber se uma máquina é ou não compatível, é necessário acessar o site do Windows 11 no site da Microsoft, e clicar na opção “Baixar aplicativo” em “Verificar compatibilidade”.

Com isso, após a execução da verificação, um relatório será fornecido dizendo se há ou não compatibilidade entre o novo Windows e o PC.

Dando sequência, para fazer o download é necessário criar uma conta no Insider. Para fazer isso, é preciso acessar o site do Windows Insider e clicar em “Registrar-se”.

Para isso é necessário dar sequência ao acesso por meio da conta da Microsoft do PC. Depois, é preciso que se aceite os termos. Só assim é possível dar continuidade.

Em seguida, na interface do computador, é necessário que o usuário acesse as configurações. Depois de fazer isso, basta buscar por Windows Insider na aba de busca.

Depois disso, é necessário que se comece do Windows Insider. Para dar sequência ao download, é necessário vincular a conta do Insider em “Canal Dev”.

Depois disso, é só ir até à opção iniciar, selecionar a opção de reiniciar que ofereça uma atualização.

Por fim, caso o computador ou notebook cumpra com os requisitos básicos para suportar o novo Windows, o processo será continuado.

Mas, caso contrário, uma mensagem irá aparecer na tela avisando que não é possível aprimorar o sistema do Windows presente para o 11.

E um ponto importante a ser lembrado: O Windows 11 ainda está em sua versão beta. Portanto, a mesma pode apresentar muitos erros e bugs.

Quais são os requisitos ?

Para baixar o Windows 11 é preciso que uma máquina cumpra com alguns requisitos técnicos para que o desempenho possa ser bom.

É muito comum que aqueles que são adeptos ao Windows desejem fazer upgrades de uma versão para outra para ter acesso às atualizações.

Entretanto, nem sempre é possível que isso seja feito pelo fato de que existem algumas máquinas incapazes de operar versões mais recentes desse sistema operacional.

Por exemplo: Dificilmente uma CPU Metron antiga conseguiria rodar um sistema operacional tão aprimorado quanto o Windows 11.

Isso porque à medida que as máquinas vão evoluindo, elas vão acompanhando também a capacidade de suportar os novos sistemas operacionais.

Mas, para que um computador cumpra com os requisitos do Windows 11, é necessário que:

  • Processador de 1 GHz com 2 núcleos, no mínimo
  • Memória Ram de 4 GB, no mínimo
  • Armazenamento de 64 GB ou mais
  • Firmware UEFI
  • TPM versão 2.0
  • Placa gráfica compatível com DirectX 12/WDDM 2.x
  • Tela de 9 polegadas com resolução mínima de 720p
  • Conexão com internet

E esses são todos os requisitos que um computador ou notebook precisa ter para suportar o novo Windows 11.

Apesar de não serem requisições tão surreais para a realidade de donos de PCs, não é qualquer máquina que é capaz de rodar esse SO com facilidade.

Portanto, antes de conferir qualquer coisa e se entusiasmar com a possibilidade de download dessa nova versão, é preciso saber se o computador a suporta.

Enfim, para além da capacidade de um computador de suportar o novo Windows 11, o site da Microsoft afirma que ainda no ano de 2021 será possível adquirir um computador com esse sistema operacional. Só não menciona se isso se aplica ao Brasil.

Qual é melhor: Windows 11, MacOs ou Linux?

Que existe uma rixa entre os sistemas operacionais, é fato. Mas que essa rixa só é sustentada por seus usuários, é um fato.

É muito comum ver em fóruns da internet pessoas discutindo para decidir qual é o melhor sistema operacional.

Visto que existem grandes diferenças entre os três mais usados nos computadores( Windows 11, MacOs, Linux), faz sentido que existam tantas divergências.

Mas, visto que cada um possui características muito particulares, um em comparação ao outro, talvez não seja possível dizer qual é o melhor no geral.

Entretanto, existem aspectos em que um se destaca mais do que o outro, assim como alguns deixam a desejar em alguns aspectos em relação ao outro.

MacOs é o sistema operacional usado nos computadores da Apple e, apesar de ser muito bom, fica limitado somente a uso dos notebooks e computadores dessa empresa.

O Linux é considerado um dos sistemas operacionais mais seguros entre todas as opções, mas ele não é tão difundido fora dos meios em que é mais usado, como em escolas e universidades.

Por fim, mas não menos importante, o Windows é o sistema operacional mais usado nos computadores do mundo todo, independente de sua versão.

Além de ser muito versátil e capaz de entregar uma série de aplicações e adaptações de um SO para ele, o Windows possui uma das interfaces mais práticas do mercado.

Por isso, para poder comparar esses três sistemas operacionais, é necessário que se tenha em mente que cada um possui uma superioridade em um fator que o outro não.

Enfim, os leitores podem conferir abaixo quais são as vantagens em questão de versatilidade, segurança e acessibilidade entre os três SO dessa lista.

Versatilidade

Entre todas as opções de sistemas operacionais mencionados no texto, é certo que o Windows é o mais versátil entre todos.

Isso porque o Windows possibilita diversos usos de forma facilitado para jogos, trabalho, serviços e muitos mais.

Tanto por possuir uma interface mais fluida e suscetível a modificações, quanto pelo fato de ser um sistema operacional que dá mais liberdade a seus usuários.

Além disso, por ser um dos sistemas mais difundidos e usados no mundo todo, é bem mais fácil de se encontrar computadores que já tem o Windows instalado.

De certa forma, o Linux até que é um sistema operacional versátil, bem como o MacOs. Mas ambos possuem muitas limitações e entraves que podem ser desfavoráveis aos usuários.

Por exemplo, os computadores com MacOs exigem uma série de permissões e atribuem muitas restrições de uso à seus clientes.

Pessoa usando o Windows em seu notebook.

Segurança

Agora, quando se fala de segurança, o Linux é o sistema operacional campeão entre os três da lista desse texto.

Apesar do Windows possuir um command shell tão bom quanto o terminal do Linux, esse ainda ganha destaque sobre os demais.

Mas, se tratando ainda de segurança, o Linux possui um revés que pode atrapalhar em seu uso.

Se trata do fato de que é tão “seguro” que se torna difícil ter acesso às funções de administrador em comparação ao Windows.

Já o MacOs possui um aspecto interessante que é o aumento de segurança a cada atualização do sistema.

Isso porque a cada nova versão do software, uma versão aprimorada e mais segura do software fica disponível a seus usuários.

Além disso, o MaOos é projetado para ser extremamente seguro para seus usuários. O único pesar é o fato de que se enquadra somente a produtos Apple.

Entretanto, quando se fala de Windows e segurança, esse sistema operacional não deixa nada a desejar, apesar de ser o mais visado.

E, antes de mais nada, é importante falar sobre isso de ser o mais visado. Afinal, cerca de 80 % dos computadores no mundo todo usam Windows.

Ou seja, maior parte das pessoas que podem passar por um problema de invasão de dados usam um Windows.

E é nesse quesito que a cada nova versão a Microsoft busca oferecer mais segurança a seus usuários.

Mas, apesar disso, todos os computadores, independente do sistema operacional, estão suscetíveis a malwarer e vírus.

Por isso, o que mais se aconselha quando se trata de segurança não é optar por um ou outro, mas sim ter um ótimo anti vírus à disposição.

Linux.

Acessibilidade

Talvez não seja novidade que o MacOs seja o sistema operacional menos acessível dessa lista, até porque só é possível utilizá-lo em um Mac.

Entre o Linux e o Windows, existe muito a se discutir para que seja decidido qual é o mais acessível entre os dois.

Começando pelo fato de que o Linux é totalmente gratuito e não exige nenhum pagamento para suas atualizações ou novas versões.

Já o Windows costuma cobrar uma taxa de seus usuários para que possam fazer aquilo que o Linux faz de graça.

Além disso, no Windows, a cada cinco anos, a versão antiga se torna obsoleta quando se fala de suporte.

Mas, um ponto positivo do Windows é que, em sua maioria, já possui o valor do software embutido no preço da máquina em que vem instalado. No aspecto acessibilidade, com certeza o campeão é o Linux, de forma disparada.

O que esperar do Windows 11

Aqueles que são adeptos ao sistema operacional Windows sabem que quando se trata de um bom desempenho e um entendimento extremamente intuitivo sobre seu funcionamento, esse não deixa a falhar.

A Microsoft buscou suprir uma série de demandas que foram observadas nesses últimos cinco anos que precederam o lançamento do novo Windows.

Entre todas as reclamações feitas pelos usuários do sistema, uma grande maioria foi atendida e solucionada. São poucas as exceções daquilo que não mudou.

Além disso, o Windows 11 ainda está em sua fase Beta, ou seja, bem no início de toda a sua jornada como o ótimo sistema operacional que virá a ser.

Para aqueles que ainda não tem a possibilidade de usar o Windows 11 em suas máquinas, é bem possível que até o final do ano as empresas de computadores lancem plataformas com esse SO embutido.

Portanto, para aqueles que já planejavam comprar um novo computador ou notebook, vale a pena esperar para adquirir um PC com Windows 11.

Mas, sobre o que esperar do Windows 11, existem diversos aspectos que podem ser levados em consideração.

O primeiro desses aspectos é o fator apps do sistema Android. A parceria feita com a Amazon App store pode revolucionar a maneira que se usa Windows.

Antes dessa versão do Windows,a Microsoft possuía uma loja própria dentro do sistema que servia para fazer o download de alguns aplicativos presentes em Smartphones.

Além disso, agora, todos os aplicativos disponíveis para sistema Android ficam disponíveis para download nos computadores Windows, o que é um ponto a mais para o SO.

Ademais, outros aspectos pertinentes de serem motivo de ansiedade por aqueles que são adeptos a franquia são seu design e desempenho otimizado.

Windows baixando atualização.

Conclusão

Depois de ler esse artigo, é bem provável que os leitores fiquem curiosos para saber mais sobre o funcionamento do Windows e como ele será benéfico para seus usuários.

Além de vários vídeos no YouTube, é possível ter um acesso mais intimista ao novo Windows por meio da experiência beta que foi explicada no texto.

O mais interessante sobre o Windows 11 é que ele possibilitará que todos os apps Android sejam instalados no PC sem que seja necessário um emulador externo.

Ou seja, para aqueles que trabalham com criação de conteúdo e desejam usar ferramentas mais fáceis de manuseio, como o Canvas, agora fica mais fácil de fazer isso.

Outro aspecto positivo, ainda sobre os aplicativos, é a possibilidade de ter acesso a apps de banco de dados de imagens, para que não seja necessário ficar acessando a sites para download.

E, claro, assim como nas outras versões do Windows, nesse novo SO fica disponível o uso do Whatsapp por meio do download.

Agora, algo que nunca imaginaram que poderia ser possível sem o uso de um emulador é o uso de TikTok no computador, e o Windows 11 trouxe essa novidade.

Portanto, o Windows 11 é um sinal de inovação e versatilidade dentro do universo dos sistemas operacionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *