Aqueles que estão habituados com criação de sites ou até mesmo com algumas áreas do Marketing Digital possivelmente conhecem WordPress.

Apesar de não ser algo falado de forma rotineira entre pessoas que não trabalham com a internet, isso é algo que está presente na vida de uma grande maioria que a usa.

Afinal de contas, o WordPress é a ferramenta de criação de sites mais usada no mundo inteiro.

Em suma, é uma plataforma de gerenciamento de conteúdos na internet, ou como é conhecida a terminologia pela sigla CMS.

Enfim, existe uma vasta gama de funções dentro das aplicações que o WordPress possui.

Não à toa o WordPress é tão importante dentro dos conhecimentos que um WebMaster deve ter.

Seja para a criação de sites, blogs ou aplicativos, esse projeto de código aberto é muito útil.

Possui grande variedade de design,  plugins e demais recursos no WordPress que o dá um potencial imensurável para criação.

É muito comum que aqueles que nunca tenham se envolvido com criação de sites desconheçam WordPress.

Por isso, aqui será dado uma breve introdução sobre essa ferramenta.

Além disso, a partir desse texto os leitores aprenderão como criar um site no WordPress.

O blog da Visão Confiável possui diversos textos que abordam a ferramenta.

Nenhum foi feito de forma específica para que fosse possível entender como funciona o WordPress.

Só que ainda que se tenha um conhecimento básico no assunto é importante buscar aprimoração.

Afinal de contas, WordPress é uma ferramenta que apresenta vários manuseios diferentes.

Para cada um dos tipos de manuseio é preciso ter capacidade técnica.

Apesar da prática com essa ferramenta ser algo que provém muito conhecimento, é de extrema importância que se tenha a teoria em mente.

Portanto, para que os leitores conheçam mais sobre o WordPress, aqui está o artigo.

O que é WordPress

Hoje é muito comum ver pessoas e empresas procurando criar sites.

Questões de presença digital ou para ter um domínio com diversas funcionalidades na internet, um site pode ser útil.

Além disso, o número de aplicativos que estão distribuídos nas lojas de aplicativos é cada vez maior.

E fora isso, há ainda o fato de que existe quantidade de blogs com diferentes tipos de publicações.

Seja sobre a criação de sites, aplicativos ou blogs WordPress é muito importante.

Nesse assunto existem várias formas de se colocar aplicativos, sites e blogs no ar na internet.

Podem ser simples de criar e manusear assim como podem ser um pouco complicados e repletos de permissões a serem feitas.

Enfim, o leitor deve estar se perguntando onde é que o WordPress se encontra dentro de todo esse processo.

A verdade é que ele é capaz de lidar com todas as situações que foram descritas aqui.

Basicamente o WordPress é o programa online para criação de sites, blogs e aplicativos.

Hoje em dia, colocar um site na internet é algo bem simples visto que qualquer pessoa é capaz de fazer isso.

Mas ao voltar um pouco no tempo, lá para os anos 2000, a criação de um site era algo complexo.

Na época, existiam outras ferramentas para criação de sites e blogs.

Mas nenhum oferecia a facilidade e a praticidade que o WordPress oferece a seus usuários.

No dia 27 de maio de 2003 foi o dia em que surgiu esse programa online.

Desde então tudo que diz respeito a webmaster pode ter mudado completamente.

Além de ser uma ferramenta muito útil,  WordPress pode ser considerado como uma revolução no universo da criação de sites.

Se os leitores tiverem alguma dúvida de que essa é a melhor ferramenta ou texto abaixo contém informações precisas para afirmar sua eficácia.

Homem trabalhando usando camiseta com símbolo da WordPress.

Como criar um site WordPress

Essa é uma das principais tarefas que podem ser realizadas com o WordPress.

Antes de mais nada, é muito importante que se defina o conteúdo principal para saber qual tipo de página que se criará no WordPress.

Por exemplo, é possível criar um e-commerce, um site para anúncios, uma página de vendas, um blog, etc.

Além dessas, existem várias outras categorias de páginas a criar com WordPress.

No caso, o tipo de site e o nicho com qual ele irá trabalhar são coisas que devem ser estabelecidas de primeira para que se saiba como ele será monetizado.

Afinal de contas, o ideal é que o site seja sustentável.

Para isso ele deve prover muito mais do que custos, mas também lucros.

O segundo passo é que já se tenha um nome para o domínio.

Caso ainda não se tenha a ideia de qual o nome usar, a agência Visão Confiável conta com profissionais que podem ajudar com isso.

Após definir o tipo e o nicho do site e o nome que se usará para o domínio, o próximo passo é escolher um serviço de hospedagem.

Um bom serviço de hospedagem apresenta alguns pré-requisitos.

E esses devem estar de acordo com o que se precisa para o funcionamento do site.

Alguns desses requisitos são a facilidade de usar, qualidade do suporte, acessibilidade, o tempo de operação que a hospedagem oferece.

Um dos pontos mais importantes para criação de um site com WordPress é a definição de uma boa hospedagem.

Além disso, é preciso escolher o layout ideal, assim como os plugins necessários para um bom funcionamento.

Por isso, mais abaixo há um passo a passo explicando isso detalhadamente.

Registrando domínio e contratando hospedagem

Há uma grande variação de preços no que tange o registro de um domínio na internet.

Para aqueles que pensam de forma mais prática existe a possibilidade de registrar domínio com a empresa que se contratará para hospedagem.

Existem vários tipos de domínios diferentes sendo que no Brasil um dos principais é o .com.br .

Os preços para esse tipo de domínio podem custar a partir de 40 reais por 12 meses.

Claro que existem outras opções de domínio as quais podem ser optadas.

O Registro.br é a entidade brasileira responsável por domínios “.BR” e nele é possível fazer esse tipo de cadastro.

Ao procurar por plataformas de hospedagem os leitores podem se deparar com a possibilidade de fazer um plano de domínio no próprio site.

O próximo passo é a contratação de hospedagem.

Usar a versão gratuita e segura do WordPress é algo que demanda possuir um plano de hospedagem.

Há várias plataformas de hospedagem com bons planos, em qualidade e preços.

Hostinger, Hostgator e Wix são alguns dos exemplos mais notáveis.

Em suas plataformas é possível encontrar diferentes planos de hospedagem.

A escolha de um desses planos deve depender da necessidade daquele que contrata o plano.

Após realizar a contratação de um dos planos o próximo passo é realizar a instalação do WordPress.

Fazer a instalação do WordPress fica mais prático por meio da plataforma de hospedagem. Por isso, abaixo se explicará como fazer isso por meio da Hostgator.

Mas, caso haja alguma dúvida sobre plataformas de hospedagem, posteriormente no texto esse assunto será comentado.

Sem mais delongas aqui está o próximo passo para criar um site no WordPress.

Instalar WordPress (por meio da Hostgator)

Aqui será usado como exemplo a plataforma de hospedagem hostgator para que os leitores aprendam como instalar o WordPress.

Antes de mais nada é preciso acessar o painel de controle no Cpanel de hospedagem.

Assim que se ativa o serviço de hospedagem as informações necessárias para o acesso chegam no e-mail cadastrado.

Importante ressaltar que caso o domínio registrado seja recente, pode levar até um dia para que funcione regularmente.

E se for o caso é importante que a continuidade no processo de criação do site seja postergada.

Mas, caso haja mais de 24 horas que o domínio tenha sido registrado é possível dar continuidade a esse processo.

Agora que o leitor está dentro do painel Cpanel, é possível instalar o WordPress.

No painel da Hostgator é preciso encontrar a palavra Softaculous.

Após encontrar, é preciso clicar em cima dela pois é essa é a ferramenta de instalação de aplicativos.

Logo ao clicar será possível localizar o WordPress, que é uma das primeiras opções para download.

Ao finalizar a instalação é preciso considerar as informações requisitadas pelo WordPress.

Por fim, é preciso informar o e-mail que será usado para que o WP mantenha contato.

O processo de instalação do WordPress é muito rápido e não leva muito mais do que um minuto.

A partir disso, já se sabe como criar um site, assim como um domínio, hospedagem e instalar o WordPress.

E agora a única coisa que fica faltando é criar o site definitivamente.

A próxima etapa é, possivelmente, a mais simples entre todas que já foram explicadas aqui.

E isso só prova o quanto o WordPress é uma ferramenta com a qual todos podem criar sites com muita facilidade.

Vale lembrar que aqui foi usada uma plataforma de hospedagem para encurtar o processo de criação de sites.

Mas o mais importante nesse último comentário está no fato de que esse processo pode ser realizado por outras vias.

Configurando o site WP

Agora que grande parte do processo de criação do site já foi efetuada, basta lidar com suas configurações.

E para isso, é preciso acessar o painel de administração do WordPress.

Isso só é possível de ser feito usando as informações que foram concedidas para o WordPress no painel de administrador.

Após conceder as informações necessárias para fazer o login no painel de administrador, é possível continuar.

A primeira coisa a se fazer é alterar o idioma para português do Brasil.

Fazer alteração idiomática no WordPress é algo muito simples.

Basta que se acesse o menu lateral e opte por configurações.

Em seguida, tudo que deve ser feito é escolher a língua desejada em “Site Language”.

No mesmo local em que é possível mudar dono do site dá para alterar informações como data e hora.

O seguinte é optar por algum tema entre os vários que existem no WordPress.

Tema é algo indispensável pois diz respeito a imagem do site.

A mudança de um tema para o outro é algo que afeta drasticamente sua aparência.

Portanto, escolher um tema adequado é algo que irá contribuir para o sucesso do site.

Para fazer isso basta clicar em “adicionar novo”, logo ao lado de “Tema”.

Após fazer a instalação do tema é preciso que o ative. E isso pode ser feito ao clicar em “ativar”.

A partir daí basta configurar o site e seu tema de acordo com as necessidades.

Existem diferentes elementos para se usar no site em suas diferentes páginas.

O melhor sobre a criação de sites no WordPress é que é um processo completamente intuitivo e fácil de lidar.

No entanto, muitos aspectos podem acabar sendo deixados de lado e o site pode acabar ficando lacunoso.

Por isso, caso seja um criador de sites inexperiente, o ideal é contratar pessoas capazes de realizar a criação de forma completa e caprichada.

E a Visão Confiável conta com profissionais capazes de contribuir para que se tenha um site completo e seguindo os padrões de seus clientes. 

Editando o site

A página inicial de um site é como o seu rosto e a sua aparência é realmente muito importante.

WordPress possui funcionalidades capazes de contribuir para edição de uma página inicial com facilidade, assim como de outras seções.

Mas isso é algo que irá depender bastante do tema escolhido para o site.

O tema Hestia é um dos que mais oferecem possibilidades de edição com facilidade para os usuários.

Enfim, para começar é preciso entrar na página inicial do site usando o painel de administrador.

Nesta página é preciso clicar na opção personalizar que se encontra no canto superior esquerdo do site.

Após optar por personalizar o site, agora é possível observar opções de edição de elementos na página.

E antes de mais nada é preciso ressaltar a importância de ter uma página que contenha somente o necessário.

Uma página com muita informação pode ser um tanto quanto confusa.

Por isso, deixar sua aparência com um aspecto objetivo e minimalista é uma boa opção para aqueles que desejam ter seu site bem frequentado.

Para fazer edição, basta clicar no ícone do lápis próximo ao elemento da página.

E o mais incrível sobre o WordPress é que tudo é passível de ser modificado no aspecto visual.

Portanto, esbanjar criatividade e definir a melhor identidade visual é algo possível de se fazer ao realizar a definição do tema de um site.

Isso contribui bastante para que seja um site memorável para aqueles que o acessam.

E vale ressaltar a importância de conciliar a aparência do site com sua funcionalidade, uma vez que saber conciliar ambos é a fórmula para um bom site..

Temas para site no WordPress

Existem muitos temas diferentes que podem ser utilizados para definir a identidade visual de um site no WordPress.

E é incrível como cada um possui características específicas que condizem com diferentes tipos de sites.

A variedade de temas é tão grande que é possível segmentá-los de acordo com diferentes propostas.

Entre os temas gratuitos e os temas pagos sempre há um que contribui para que um site atinja seus objetivos.

É bem comum que UX Designers conheça a importância de um tema para site do WordPress.

Será que pessoas sem conhecimento técnico na área tem alguma noção da importância desses?

Bom, antes de mais nada eles são muito úteis no que diz respeito à praticidade.

Afinal de contas, os templates do WordPress já vem pré-moldados para que o criador de um site os modifique de acordo com seu interesse.

Ao usar esses designs é possível tornar a criação de um site algo muito ligeiro.

Afinal de contas, o aspecto estético de um site é algo que pode demandar muito tempo para se estabelecer.

No geral, a grande maioria dos templates presentes no WordPress são positivos para o SEO de um site.

Afinal de contas, eles tornam o manuseio do site mais fácil e acessível, tudo que o Google deseja que um site ofereça.

Fora que usar um template de tema no WordPress garante padrões visuais altos para um site.

Por isso abaixo estão alguns bons exemplos de templates para se usar em sites.

Melhores temas

Antes de listar aqui alguns dos melhores temas WordPress, é importante ressaltar que um bom tema oferece a possibilidade de aceitar muitos plugins.

E o primeiro tema a ser recomendado aqui é o Sparkling.

Esse, além de ser uma opção completamente gratuita de tema para WP, aceita quase todos plugins oferecidos pela plataforma de criação de sites.

Além de ser versátil e com estética moderna, é muito bom para todos os tipos de sites.

E o segundo tema a ser mencionado aqui é o Bennington.

Um dos melhores temas no que tange um SEO otimizado, uma vez que esse já possui configurações pré estabelecidas para buscas do Google.

Ademais, este possui automações e é muito ligeiro para carregar páginas.

Já o Shapely é um dos temas com maior variedade de funções para aplicar no site.

Além disso, é uma das melhores opções para aqueles que possuem uma grande versatilidade de objetivos em seu site.

Por exemplo: é muito comum ver sites que contam com blogs e páginas de vendas ao mesmo tempo.

E é para esse tipo de site que se direciona o Shapely que, por sinal, também é totalmente gratuito.

Já o Manta é um modelo para aqueles que desejam fazer publicações simples em seu site.

Fora isso, há o fato de que suas páginas são muito rápidas de serem carregadas pelo navegador.

Já a Hueman é um dos temas que oferecem o que seria o “ápice” da atratividade para internautas.

Seu design, além de ser estar dentro dos moldes para versão mobile, é super organizado e contribui para aqueles que buscam engajar ao máximo com seus sites.

Enfim, esses foram apenas alguns exemplos de temas do WordPress.

Loja virtual no WordPress

Entre as opções de sites para se criar no WordPress e loja virtual é um deles.

E como os leitores já aprenderam aqui como criar um site no WordPress, saber como criar uma loja virtual será algo bem simples.

Afinal de contas, aqui já foi explicado o básico para que seja possível criar um site no WP.

É importante lembrar que os sites de lojas virtuais precisam de algumas certificações de segurança a mais.

Ainda que os sites feitos com WordPress sejam muito seguros, o fato de acontecerem transações financeiras no site faz com que esses precisem de serviços de autenticação ou semelhantes.

Por isso, o ideal é que se tenha um certificado SSL já contratado.

Usando a plataforma de hospedagem Hostinger, é possível ter acesso a diferentes planos que, inclusive, podem oferecer SSL incluso de forma gratuita.

Portanto, ao optar por um hospedar uma loja virtual no Hostinger, o ideal é que se assine o plano de 12 meses.

Com esse é possível ter SSL ativo sem acréscimo no valor da mensalidade.

Ter o SSL configurado para que o site seja mais seguro é uma forma de garantir que os clientes retornem ao site por sua segurança e confiabilidade.

Além disso, possuir métodos de pagamentos seguros disponíveis na loja virtual é algo que contribui para que os clientes dêem preferência ao site.

Por isso, cadastrar o site em plataformas de pagamento como PagSeguro e Paypal são sugestões que ficam aos leitores aqui.

Por fim, mas não menos importante, possuir uma lista dos produtos com preço, código, categoria e características é importante.

Assim, o processo de alistamento desses no site se torna mais rápido para que o site vá ao ar com maior agilidade.

Criar uma loja virtual usando WordPress é algo muito simples, e que segue os moldes de qualquer criação de sites na plataforma.

Ebook WordPress

Hoje em dia existem várias formas de se aprender a realizar algo na internet, e uma delas é por meio dos ebooks.

Os ebooks, assim como muitos devem saber, são uma categoria de infoprodutos que ensinam por meio da leitura de seu conteúdo.

É muito importante que aqueles que desconhecem completamente o WordPress saibam como lidar com esse programa de forma mais aprofundada.

Afinal de contas, esse possui uma série de utilidades para aqueles que desejam trabalhar como Webmaster ou simplesmente desejam ter conhecimentos na área.

E uma das melhores formas de se fazer isso, é por meio de alguns dos ebooks disponíveis na internet sobre WP.

A primeira sugestão de livro para se aprender a lidar com o WordPress é o Ebook sobre WordPress da Rock Content.

Esse possui detalhes sobre o funcionamento do WP, seu manuseio e vários outros detalhes que podem agregar muito para a criação de sites, apps e blogs.

Outra recomendação de ebook para aprender a lidar com WordPress é o livro sobre o assunto da “Estudarti.com.br”.

Esse ensina desde como instalar o WP numa hospedagem ou em local para testes, assim como uma série de outras informações diferentes.

Toda a linguagem que está dentro do WP é explicada neste ebook que, para muitos, pode ser um divisor de águas.

A qualificação é algo que contribui para que a lida com o WordPress seja mais fluida e tranquila.

Os novos usuários podem ser impacientes e até mesmo descartar a possibilidade de criar com WordPress pela aparente ideia de ser algo difícil.

E é por isso que esses ebooks, que em sua maioria são gratuitos, são tão úteis para os iniciantes dentro desse assunto.

Blog WordPress

Criar um blog é uma forma de produzir conteúdos e ter sucesso com um site.

Seja para atrair novos clientes ou agregar valor a um produto, ter um blog é algo extremamente positivo.

E dentro do WordPress há várias ferramentas e plugins que podem contribuir para que um blog tenha sucesso.

Existem duas possibilidades diferentes de criar um blog com WordPress.

A primeira delas é usar wordpress.com, mas essa demanda é para instalar o CMS.

Ou seja,  apesar de ser uma opção gratuita para ter um blog, demanda alguns custos.

E a segunda opção para poder criar um blog no WordPress é por meio do wordpress.org.

É possível criar um blog de forma totalmente gratuita e intuitiva.

Mas apesar das facilidades que o wordpress.org oferece para seus usuários existe a limitação de que o domínio fica restrito a wordpress.org.

E  aqueles que têm afinidade com conhecimento em inbound marketing sabem que certos domínios podem prejudicar o alcance de um site.

Por isso, caso tenha a intenção de monetizar seu blog, o ideal é que se opte pelo WordPress.com.

Mas se for o caso de ser um blog descompromissado, e por pura diversão, não há motivos para não usar wordpress.org.

Mas, algo que não pode passar batido aqui no texto é o fato de que é possível ter um domínio personalizado em wordpress.org.

No entanto, isso é uma opção paga. E muitas vezes isso pode sair mais caro do que o pacote oferecido por sites de hospedagem com domínio e hospedagem.

Portanto isso é algo a se avaliar durante a criação do blog.

Como escolher uma hospedagem

No texto já foram apresentadas algumas opções de hospedagem para sites.

Mas a grande maioria das pessoas que pensam em criar um site seja para e-commerce ou para outros projetos se questionam a mesma coisa: onde hospedar meu site.

Realmente, ter que optar entre as diversas opções pode deixar novos criadores de site um tanto quanto confusos.

Por isso, aqui estão algumas dicas para que os leitores saibam como escolher a melhor hospedagem possível.

E para começar, a primeira dica é que o serviço de hospedagem tenha boa disponibilidade.

Eis uma situação que acaba sempre cansando os usuários da internet: quando se acessa um site e o destino não abre.

A pior parte disso é que o site em questão acaba sendo prejudicado pelo Google.

Afinal de contas, esse valoriza a disponibilidade que um site oferece aos internautas.

Outra dica para escolher um bom serviço de hospedagem é que esse tenha uma boa quantidade de armazenamento disponível.

Muitas vezes um site pode ter grandes espaços de armazenamento.

E por ser algo que depende do objetivo que se tem para o site, optar por um serviço de hospedagem que ofereça uma boa quantidade de armazenamento capaz de suprir as necessidades de um site é essencial.

É muito importante que o serviço de hospedagem ofereça uma boa velocidade de carregamento do site.

Esse é outro aspecto muito importante que deve influenciar a escolha do serviço.

Afinal de contas, se o leitor entender pelo menos um pouco sobre SEO, saberá  que o Google valoriza muito um site com boa experiência do usuário.

E como a velocidade de carregamento das páginas é algo que influencia diretamente a experiência do usuário, serviços de hospedagem que oferecem alta velocidade de carregamento é importante.

Além dessas, existem outras coisas que uma boa empresa de hospedagem de sites deve oferecer a seus clientes.

Critérios para escolher serviço de hospedagem

Além dos pré-requisitos que se apresentou na seção anterior do texto, há alguns outros que podem ser muito úteis.

E esses que serão apresentados aqui são tão importantes quanto os que foram comentados anteriormente.

Um deles é o tráfego mensal uma vez que existem os serviços de hospedagem que oferecem limites para tráfego.

Ao optar por algum serviço de hospedagem é importante estar a par sobre os limites de tráfego.

Isso pode influenciar diretamente o investimento que é feito sobre anúncios.

Outro aspecto muito importante ao optar pelo serviço de hospedagem é ter a certificação de segurança dos dados.

Esse serviço de hospedagem deve tanto assegurar os dados dos clientes que acessam um site quanto de seus administradores.

Um dos aspectos mais importantes que um serviço de hospedagem deve oferecer a seus clientes é o suporte.

Por isso é muito importante que se busque saber sobre a qualidade do  suporte de um serviço de hospedagem.

Afinal de contas, problemas podem acontecer a todo momento e ter com quem contar é algo importante.

Claro que o fator financeiro é algo que deve influenciar a escolha por um serviço de hospedagem.

Mas, os leitores devem se lembrar de que, muitas vezes, o barato pode sair mais caro.

Todavia, serviços de hospedagem que oferecem diversas formas de pagamento são preferíveis.

Assim, é possível optar por parcelar, pagar à vista ou no boleto pelo serviço de hospedagem de um site.

Atualmente existem alguns serviços de hospedagem que oferecem testes gratuitos.

Não custa nada experimentar seus serviços para então decidir qual é o melhor para o site.

Para aqueles que têm um pouco mais de pressa, mais abaixo estão alguns exemplos de serviços de hospedagem.

Hostinger

Essa é uma empresa de origem lituana, fundada no ano de 2004.

Atualmente a Hostinger conta com uma média de 30000000 de usuários ativos e ainda abrange mais de 170 países do globo.

Muito disso se dá pelo seu serviço de hospedagem de baixo custo e alta qualidade, que a torna uma das empresas que se enquadra dentro dos critérios que foram dados aqui para escolher um bom serviço e hospedagem.

Para aqueles que estão iniciando, a Hostinger oferece suporte a qualquer hora e em qualquer momento da semana.

Fora isso, os sites hospedados na Hostinger possuem grande velocidade de carregamento.

Possui diferentes planos que podem ser pagos de diferentes formas.

Seus pacotes incluem uma grande série de benefícios para aqueles que contratam seus serviços.

Entre as opções, a Hostinger oferece diferentes planos com disponibilidades diferentes de armazenamento.

A quantidade de armazenamento pode variar entre 10 e 30 GB, e cabe ao usuário optar pela quantidade de espaço disponível coerente com seus objetivos.

Além disso, o tráfego inicial oferecido pela Hostinger é de 100 GB, o que é uma quantidade boa para aqueles que possuem poucos acessos.

Mas é possível ampliar isso por um preço acessível, caso o usuário deseje.

Enfim, esse é um dos serviços de hospedagem mais recomendáveis entre os que estão presentes no mercado.

Hostgator

Existem vários motivos que fazem com que o Hostgator seja um dos líderes de hospedagem no mercado.

Começou seus serviços no Brasil desde o ano de 2007 . Hostgator é uma das melhores empresas do ramo no mundo inteiro.

Mas a sua história se inicia mesmo no ano de 2002, assim como muitas outras empresas que oferecem serviço de hospedagem.

Em pouco tempo após ter se inserido no mercado brasileiro se tornou a primeira colocada entre as opções de serviço e hospedagem.

E muito disso se deve ao fato de que a Hostgator não se limita somente à hospedagem.

Com essa plataforma de serviços é possível manusear e gerir toda a estrutura de um site.

Sua hospedagem e SSL são gratuitos no primeiro ano de assinatura.

Além de contar com serviços de muita qualidade, os clientes da Hostgator possuem benefícios extras.

Entre alguns de seus pontos positivos estão os backups automatizados, o monitoramento de 24 horas e a migração gratuita de um serviço de hospedagem para outro.

Não é à toa que esse é um dos serviços de hospedagem mais utilizados no Brasil e no mundo.

GoDaddy

Assim como as demais que já foram mencionadas aqui, a Godaddy é uma ótima provedora de serviços para hospedagem.

Ela possui uma média de 19 milhões de clientes e mais de 70 milhões de domínios registrados em sua plataforma.

Talvez essa seja uma das empresas mais antigas dessa lista e por isso uma das mais qualificadas.

Foi criada em 1997 nos Estados Unidos pelo famoso Bob Parsons, empresário norte americano.

Ela oferece quatro tipos diferentes de hospedagem para WordPress.

As opções são Basic, Deluxe, Ultimate e Pro, sendo que cada plano de serviço de hospedagem entrega diferentes níveis de facilidade.

Há ainda a hospedagem compartilhada, hospedagem Business, hospedagem com VPS e servidores dedicados.

Essas últimas são algumas opções de hospedagem mais baratas, mas não devem passar despercebidas.

Em linhas gerais, a GoDaddy é uma ótima empresa para contratar os serviços de hospedagem.

Mas talvez não seja a melhor entre todas essas da lista. 

Como instalar o WordPress na hospedagem?

Antes de mais nada para instalar o WordPress na hospedagem é preciso que já se tenha contratado o serviço de hospedagem e que se tenha um domínio.

É impossível proceder com o tutorial que está sendo apresentado aqui caso isso não tenha sido feito.

Mas, caso já tenha feito os procedimentos que foram passados aqui, basta continuar a leitura.

Antes de mais nada, vale ressaltar que aqui será explicado como instalar o WordPress em hospedagem que possuem Cpanel.

Basicamente ao entrar nas configurações preço de hospedagem deve-se buscar pela opção banco de dados.

Por meio do banco de dados que se criará usuário e a senha para iniciar a instalação do WordPress.

Mas antes de poder instalar WordPress na hospedagem é preciso que se tenha baixado os arquivos do WordPress.

E para isso é preciso acessar WordPress.org.

É preciso clicar na opção baixar WordPress no canto superior direito do site.

Em seguida, uma nova página se carrega onde é preciso clicar na opção baixar e instalar.

E agora o arquivo fica armazenado no computador.

Enfim, em seguida é preciso retornar ao Cpanel e clicar em Banco de dados MySQL.

Depois, é preciso criar o banco de dados, criar o usuário e apontar o banco de dados para esses usuário.

Só após fazer isso é possível fazer a instalação do WordPress.

Após realizar a criação do banco e do usuário, é preciso clicar em adicionar usuário em banco de dados e registrar o usuário criado.

Depois, é preciso assinalar todos os privilégios do usuário na página que carrega em seguida.

Agora, falta apenas enviar os arquivos de instalação para o servidor.

E para isso, é preciso que se abra o gerenciador de arquivos e depois o public html.

Caso o leitor esteja tendo dificuldades para acompanhar o tutorial, é importante lembrar que a nossa agência conta com profissionais que podem ajudar nesse processo.

Finalizando a instalação

Uma vez que se clicou em Public HTML é preciso clicar na opção carregar.

A nova página se abre e nela é preciso arrastar ou selecionar os arquivos de WordPress que foram baixados.

Depois que o processo foi completado e a barra de carregamento do upload dos arquivos WordPress ficar verde é preciso clicar em “voltar para o servidor”.

Agora é preciso clicar no arquivo que aparece na tela e em seguida clicar em extrair no canto superior direito.

Para realizar a extração é preciso excluir o arquivo em zip.

É só selecionar o arquivo e clicar em excluir.

Para isso é preciso abrir o arquivo WordPress e selecionar todos os arquivos contidos na pasta.

Em seguida, é preciso mover os arquivos e apagar o “WordPress” que fica após “public.HTML” no código.

Depois, é preciso excluir a pasta WordPress que não será mais usada.

Em seguida, é preciso abrir o site como administrador onde é preciso clicar em “Vamos lá” para dar início a instalação.

Em seguida, é preciso preencher as lacunas de banco de dados, usuário e senha.

Por fim, é preciso clicar em enviar e, em seguida, na opção instalar na nova página que surge no navegador.

Em seguida, é preciso conceder os dados pedidos pelo WordPress. Vale lembrar que o novo usuário e senha criados servem para acessar o site como administrador.

Esses não são os mesmos que foram criados anteriormente para fazer a instalação do WP.

E assim está concluída a instalação do WordPress!

Melhores plugins WordPress

Uma das vantagens de usar o WordPress como ferramenta para a criação de sites é sua vasta gama de plugins com funcionalidades diferentes.

Basicamente, o número de plugins presente no WordPress é de mais de 52 mil, ou seja, há mais plugins no WP do que habitantes no Vaticano!

Brincadeiras à parte, o WordPress possui esse como um de seus maiores diferenciais, uma vez que cada plugin pode contribuir para algo diferente em um site.

Há plugins para diversos tipos de funcionalidades, sendo que os que são voltados para SEO são, possivelmente, os mais conhecidos.

Recursos como esses podem ser úteis em uma série de coisas dentro de um site WordPress.

O Elementor, por exemplo, é um plugin feito especificamente para a edição do layout de um site, assim como as definições de seu tema.

Outro plugin muito importante, assim como útil, é o WP Reset, que reseta todo o WordPress com facilidade.

Por fim, mas não menos importante, o Yoast é um dos plugins para SEO no WordPress mais conhecidos.

E para que os leitores conheçam melhor esses plugins que foram mencionados aqui, cada um será comentado especificamente.

É importante dizer que esses, assim como muitos outros, são recursos que podem tornar tanto a experiência do usuário quanto do administrador WP melhores.

Plugin WP Reset

Eis um plugin muito importante para aqueles que lidam com o design de sites de forma direta.

Ele pode ser muito útil para aqueles que submetem seus sites a constantes edições.

Em uma situação onde se adicionam plugins, se altera o layout ou em que se faz qualquer tipo de mudança no site WordPress é bem comum que aconteça algum erro.

E com isso, vem a necessidade de contornar a situação por meio de um reset no site.

Mas algo que nem todas as pessoas sabem é o fato de que existe um plugin que pode contribuir para o encurtamento desse trabalho.

No caso, o plugin em questão é o WP Reset. Basicamente, ele reseta toda uma página do WordPress e faz com que a página retorne aos padrões originais de instalação.

Portanto, aqui está um tutorial para aprender a instalar esse plugin no WordPress e nunca mais ter problemas com reset de sites.

E para começar, antes de mais nada, é preciso ter esse plugin instalado no WordPress.

Seu nome na página de plugins é “WP Reset- Most Advanced WordPress Reset Tool”.

Ao acessar a página, é possível notar que esse é um plugin muito bem avaliado por seus usuários.

Além disso, é possível notar que possui mais de 200.000 downloads, ou seja, é um plugin muito usado.

Para instalar, basta clicar em “Instalar” e depois em “Ativar”. Em linhas gerais, existem vários plugins semelhantes a esse.

Mas nenhum apresenta a sua qualidade e eficácia em resetar o WP com a precisão que consegue fazer.

Esse plugin possui duas versões diferentes, sendo que uma é paga e a outra é gratuita.

Como é possível deduzir, a versão paga entrega uma maior amplitude de recursos para seus usuários.

Yoast

Esse é um dos melhores plugins para que um site consiga estar bem ranqueado entre no Google.

O Yoast é um plugin que tem como funcionalidade contribuir para a otimização do SEO de um site.

Antes de mais nada, é importante trazer à tona a importância de um bom plugin de SEO para o crescimento de um site ou blog.

Ainda que seja possível fazer com que um site cresça por diversos meios, a produção de bons conteúdos, assim como um SEO otimizado fazem toda a diferença.

E o Yoast é capaz de prover isso proporcionando uma experiência muito simples e intuitiva.

Entre as suas funcionalidades estão a otimização de conteúdo assim como o alerta para erros que atrapalham o ranqueamento de um site.

Não é à toa que existem mais de 5 milhões de instalações do Yoast.

Consegue fazer uma análise geral de páginas checando alguns elementos que muitas vezes são negligenciados mas que possuem importância para otimização do SEO.

Na verdade é até um pouco incomum que outro plugin de SEO seja usado em sites, visto que esse é o mais recomendável.

Enfim, dessa lista que os leitores lêem agora o Yoast é o melhor plugin de todos, e se for  em uma palavra, essa palavra é “Vital”.

No caso, é vital para o bom ranqueamento de um site ou blog.

Elementor

Aqueles que lidam com criação de sites possivelmente já se depararam com o plugin elementor.

Um dos mais importantes para criação, que possui um funcionamento muito simples e objetivo para suprir as necessidades de qualquer projeto.

A ideia por trás do Elementor é possibilitar que tanto profissionais de marketing quanto webmasters tenham os seus trabalhos facilitados.

Isso porque o elemento conta com uma série de recursos e instalações adicionais que podem contribuir para a criação de sites com maior facilidade.

Tem duas versões: a gratuita e a paga. E o Elementor é um plugin muito importante que vale um investimento.

Mas ainda que não se tenha intenção de investir dinheiro no Elementor , sua versão gratuita é muito completa e capaz de oferecer ótimos recursos.

Além disso, em sua versão gratuita é possível acrescentar várias extensões que tornam a criação de um site algo mais simples.

Plugins de PDF para WP

Os arquivos de texto em PDF são um dos tipos mais usados em toda a internet e possuem grande popularidade.

Mas, ainda assim, o WordPress não é capaz de abrir esse tipo de arquivos sem a ajuda de plugins.

Aliás, caso haja algum arquivo de PDF em um site em WordPress, existe uma grande possibilidade de que esse fique disponível apenas para download.

Por isso, aqui estão algumas sugestões daqueles que são considerados como os melhores plugins de PDF para WP.

E o primeiro deles é o PDF Embedder, que possui mais de 100 milhões de instalações em WordPress.

Esse plugin funciona a partir da interação dos arquivos com JavaScript. E a melhor parte: existe uma versão gratuita.

A próxima sugestão entre as opções de plugins de PDF para WordPress é o Google Doc Embedder.

Esse é um dos plugins mais versáteis no que diz respeito ao suporte de diferentes tipos de arquivos.

Inclusive, um dos arquivos que esse plugin para WordPress suporta é o de PDF.

E a terceira sugestão de plugin de PDF para WordPress é o Vanilla PDF Embed.

Esse plugin possui como sua maior características a facilidade de ser manuseado por seus usuários.

Além disso, com ele é possível definir como é a distribuição de uma página de PDF no site .

SEO para WordPress

Aqui no texto já foram abordados diferentes aspectos no que tange o SEO para WordPress.

Seja em seus diferentes plugins, temas ou tipos de domínio, um site em WordPress pode ter grandes aliados para a otimização de seu SEO.

E para começar, o primeiro aspecto a ser comentado aqui serão os tipos de domínio.

Assim como já foi comentado anteriormente, o domínio é algo que irá influenciar diretamente o ranqueamento de um site no Google.

Por exemplo: ao registrar um site brasileiro em um domínio usando .com.br é possível que esse seja melhor ranqueado.

Afinal de contas, .com.br é um tipo de domínio mais recorrente para o Brasil e, logo, está diretamente relacionado às buscas feitas por usuários brasileiros.

Além disso, domínios com .org ou .net podem ser um menos benéficos para o ranqueamento de um site.

Bom, agora que já se falou sobre a melhoria no ranqueamento por meio do uso de domínios, é preciso falar sobre plugins.

Mais especificamente, falar de um plugin apenas que, por sinal, já foi comentado.

Se trata do Yoast, o plugin do WordPress que pode contribuir para um bom desempenho em SEO.

Por meio de seus recursos, é possível tratar de vários aspectos em um site ou conteúdo no que tange melhorias em SEO.

Seu uso é crucial para aqueles que desejam otimizar com mais facilidade.

Além de oferecer muitas facilidades para seus usuários, o Yoast é um plugin de extrema utilidade para produzir conteúdos mais interessantes.

Por fim, mas não menos importante, o uso de alguns temas pode ajudar na otimização de SEO de um site WordPress.

Por isso, é muito importante optar por modelos que sejam bem avaliados entre os usuários do WordPress.

É possível pegar referências em diferentes canais do YouTube, publicações em blogs e fóruns do WP.

Por onde começar para aprender WordPress?

Nesse texto foi possível conduzir os leitores pelo universo do Webmaster e da importância do WordPress.

Mas, ainda que se tenha abordado de forma direta o WP, é impossível que aqui se tenha esclarecido tudo sobre o assunto. 

Por isso, aqui estão algumas sugestões de como aprender mais sobre o WordPress, essa ferramenta tão útil para quem deseja criar sites.

Antes de mais nada, é preciso dizer que até mesmo aquele que não possui nenhuma experiência com criação de sites pode criar um com WP.

Por isso, não é preciso colocar muitos empecilhos quando o assunto é aprender a manusear esse programa de criação de sites online.

Enfim, sem mais delongas, aqui estão algumas sugestões de onde começar para aprender WordPress.

E a primeira sugestão para que os leitores aprendam a lidar com WordPress é por meio do YouTube.

Sim, ainda que essa pareça ser uma dica “batida”, pode ser muito útil e trazer uma vasta gama de aprendizados.

Hoje em dia existem diversos canais que falam sobre WordPress. Inclusive, existem canais de grandes empresas de hospedagem que oferecem tutoriais.

Esses tutoriais podem ter durações de horas a fio, ou de poucos minutos.

Outra maneira de aprender a mexer com WordPress é por meio de blogs de marketing e afins.

Aqui mesmo no blog da Visão Confiável é possível ler algumas matérias que falam um pouco sobre WordPress e afins.

Uma sugestão de local para se aprender mais sobre o assunto é no site da Rock Content ou mesmo em seu canal no YouTube.

Por fim, outra forma de aprender WordPress é entrando em WordPress.org, onde existem diversos tutoriais, debates e explicações distintas.

Como importar um demo no WordPress

Eis uma situação pela qual algumas pessoas que lidam com WordPress podem passar no decorrer de suas trajetórias com o WP.

Ao procurar por um novo tema para WordPress, escolher o que seria o tema ideal e, em seguida o instalar, é possível que um usuário que passou por todo esse processo tenha se frustrado com um tema diferente da demo.

Mas, para a felicidade dos webmasters que lêem esse texto, há uma solução simples para isso!

Basicamente, isso pode se resolver com a importação de conteúdo da demo no WP.

O primeiro passo para fazer isso é instalar o tema.

Em seguida é preciso baixar o conteúdo de demonstração.

Após fazer isso é necessário importar o conteúdo de demonstração e isso pode ser feito acessando ferramentas no menu de administrador.

Depois é preciso optar por WordPress e fazer a instalação do plugin clicando em “instalar agora”.

A próxima etapa é clicar em “ativar plugin” e depois importar o arquivo com os os conteúdos da demo em XML.

Enfim, depois disso é só fazer um processo que o WordPress pede e clicar em” baixar e importar anexos de arquivo”.

A partir daí o processo está pronto e é possível usufruir da demo.

WordPress.com vs WordPress.org

Assim como já se disse aqui no texto existem duas variações do WordPress sendo elas wordpress.org wordpress.com.

E uma vez que os leitores têm conhecimento de ambos é possível que tenham consigo a dúvida de qual dos dois é melhor.

Mas responder essa pergunta demanda algumas especificações no que tange o objetivo de um site.

Antes de mais nada o wordpress.org é um site comunitário enquanto wordpress.com é um serviço de propriedade.

Basicamente, ambos se constituem do Software WordPress e, por isso, possibilitam criação de sites para seus usuários.

Mas ao comparar os dois é preciso levar o nome WordPress.Org.

WordPress.com possui várias funcionalidades e ferramentas capazes de oferecer diversificação e personalização de um site.

Portanto, aqueles que desejam ter um site cheio de identidade visual, essa é a melhor opção.

Ainda que WordPress.com e a .org sejam essencialmente da mesma origem, existem algumas vantagens que sobrepõem uma à outra.

Mas talvez um dos pontos principais que fazem com que a wordpress.org se sobrepõe é o fato de ter seu código aberto.

É preciso ressaltar que a intenção aqui não é desestimular os leitores a aderirem ao WordPress.com, não.

Na verdade, essa pode ser uma boa opção para aqueles que desejam ter um site simples.

De qualquer forma, que fique claro a superioridade de WP.org sobre sua “gêmea”.

Vale a pena usar outro programa para criação de sites que não seja WP?

Bom, algo que nem todos sabem é que 30% dos sites que estão na internet são feitos em WordPress.

É verdade! E cerca de 60% dos conteúdos que estão na internet se localizam em WordPress.

Ou seja, isso indica que a empresa possui um grande domínio dentro do mercado em que participa.

Mas, ainda assim, isso pode não ser um indicativo positivo para alguns usuários que desejam criar sites.

Muitos buscam por outras opções alternativas ao wordpress e que, por sinal, são boas!

Só que ainda assim nem se comparam à que WordPress é.

Mas, para que os leitores decidam por si qual seria a melhor opção para a criação de um site, aqui está uma sugestão de programa para criar um site.

É a Statamic, que é uma opção alternativa ao WordPress mas que, e que convenha, é muito inferior em muitos aspectos.

Primeiramente, não suporta um banco de dados e demanda que se tenha um disco rígido só para o site. Em plena contemporaneidade isso é quase como uma afronta.

Afinal de contas, quanto já não evoluíram os recursos de nuvem para que seja preciso salvar dados de um site em um disco rígido ?

Além disso, com ele é preciso gastar uma média de 199 dólares para poder usar.

Seu único ponto positivo é sua alta segurança quando comparado a demais competidores, inclusive WP.

Isso se constatou em um levantamento de dados (curioso) sobre o ano de 2017, afirmando que mais de 80% dos sites hackeados na internet provinham da WP.

Mas, isso é algo um tanto quanto questionável, afinal, WordPress detém a grande maioria dos sites também.

Então, por lógica, certamente os sites mais hackeados seriam de origem WP.

Enfim, respondendo a pergunta: não, talvez não valha a pena usar outro programa para criar sites .

Considerações finais

Caso os leitores não estejam convencidos sobre a eficácia do WP, basta que busquem o convencimento por conta própria usando outros programas online de criação de sites.

É importante ressaltar que há grandes chances de que ao contrariar a ideia de que o WordPress é a melhor plataforma para criação na web haja frustrações.

Enfim, sem insistir muito nesse assunto, aqui foi possível abordar diversos pontos sobre WP.

E o mais importante: aqui os leitores tiveram contato com diferentes tipos de noções sobre WordPress.

Agora que já conhecem mais sobre plugins, é possível que saibam identificar os melhores para seus sites com base nos que se comentou aqui como exemplo.

Além disso, neste artigo foi possível abordar questões de SEO para WordPress e também foi ressaltado a importância de um bom tema para ranquear melhor,

E já que se tocou no assunto de ranqueamento, optar por um bom servidor de hospedagem, assim como possuir um domínio de maior relevância são aspectos que podem influenciar isso.

Claro, aqui os leitores tiveram contato com algumas recomendações de como aprender mais sobre WordPress.

Mas, caso ainda haja dúvidas sobre o assunto e seja necessário contratar os serviços de profissionais que entendam sobre isso, a nossa equipe conta com profissionais que podem te ajudar com isso!

Afinal, poder contar com alguém que possui conhecimentos avançados em WordPress para lidar com a criação e manutenção de seu site é algo que pode trazer bons resultados.

E, ainda que não haja ideia de como seria o site ideal, há a possibilidade de contar com conhecimentos em webdesign para criar aquilo que será o melhor!

Enfim, caso os leitores queiram conhecer os demais serviços da empresa, basta explorá-los em nosso site.

Deixe seu comentário